Desabafo, protestos e ainda ter fé...

17/03/2015

| Arquivado em: Café Literário.

Talvez eu seja muito idealista uma sonhadora irremediável. Porém desde criança sempre acreditei que só é possível fazer do mundo um lugar melhor, melhorando a nós mesmos. Sabe aquele velho e bom provérbio chinês: “Antes de iniciares a tarefa de mudar o mundo, dá três voltas na tua própria casa”, é nisso que acredito até hoje. Por isso não fui as ruas para protestar, por que o problema de nosso país somos nós mesmos.

imagem: Tumblr.
Desde o ano passado uma onda de intolerância, incoerência e hipocrisia vêm se espalhando como uma verdadeira praga pelo Brasil. Quando leio comentários incitando o ódio, a violência e alguns termos não muito "nobres" sendo usados para se referir a Presidente nas redes sociais e nas ruas , fico profundamente envergonhada. O fato de não gostarmos de alguém, ou de não concordarmos com algo, ainda não nos deu o direito de sair por ai atacando os outros.

Desde que me conheço por gente, e ouço falar de política nos telejornais ela vem acompanhada pela palavra corrupção. Em 1992 as pessoas saíram às ruas para pedir o impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Eu tinha sete anos na época, e me lembro da comoção nacional. Mas depois de oito anos, quem o povo elegeu de novo? O mesmo que em 1992 foi “expulso” por ter roubado milhões.

A política no Brasil sempre foi suja. Basta ter um pouco de “curiosidade” e pesquisar a história do país. História essa que tem vinte e um capítulos marcados por uma Ditadura Militar sangrenta. Por isso fico indignada quando vejo pessoas pedindo a intervenção militar. Essas pessoas que estão por ai marchando pedindo esse absurdo não demonstram o mínimo de respeito pelas pessoas que lutaram e perderam suas vidas para hoje termos direito a liberdade. Elas não tem respeito pelos familiares dessas pessoas. E não tem respeito pela democracia.

É lindo ver o povo na rua, mas durante os protestos de domingo, vi pessoas dando entrevista sem ao menos saber dizer o porquê estavam lá. Vi pessoas com cartazes contendo o símbolo da suástica nazista. E nesse momento eu me perguntei se elas sabem o que esse símbolo representa e se algum dia elas leram a respeito de um assassino louco chamado Adolf Hitler. Sim, estou muito p* da vida com isso, ao ponto de chorar de raiva.

De tudo que tenho visto, lido e ouvido desde as eleições passadas até aqui, o sentimento que me resta é o de vergonha e perplexidade. Afinal, não adianta entoar gritos de ordem e sair nas ruas pedindo mudanças quando reelegemos Collors, Calheiros, Cunhas e tantos outros corruptos de carteirinha.  Não adianta sair na rua pedindo por mudanças enquanto não mudarmos a nós mesmos. "A mudança começa de dentro para fora, e não ao contrário".
imagem: Ariane Reis.
Vamos olhar mais a nossa volta e não apenas para os nossos problemas.  Que tal começarmos pelo Oriente Médio e os grupos terroristas que matam inocentes todos os dias por esses terem uma opinião contrária à deles. Podemos também voltar nossos olhos para os milhões que vivem em condições precárias na África. Ou nem precisamos ir tão longe, basta olhar para o nosso próprio país. Que enquanto alguns fazem panelaço em suas varandas gourmets outros não tem o que colocar na panela. Talvez se olharmos um pouquinho mais para o próximo vamos perceber quão pequenos e insignificantes são os “nossos problemas”.

O que está acontecendo hoje no Brasil não é "mérito" de apenas um governo x de um partido y.  Porém enquanto a política for discutida com mais um clássico de futebol vamos continuar do mesmo jeito. Berrando uns com os outros, se agredindo gratuitamente, permitindo que os nossos “queridos” políticos fiquem lá ganhando milhões. A única forma de mudarmos o nosso país é estudando, é protestar nas urnas, votando com consciência e cobrar de quem elegemos as promessas de campanha. É ver o país com uma unidade e não com individualismo.

Podemos e devemos construir um Brasil com menos ódio, intolerância e preconceitos. Um Brasil mais igualitário, justo e com mais respeito e amor pelo próximo. Quem sabe se começarmos pela nossa “casa”, conseguimos fazer o mundo um lugar melhor.

Eu ainda tenho fé!


ps: Me desculpem pelo "textão". Mas, eu realmente precisava colocar isso para fora.

Comentários via Facebook

21 comentários:

  1. Olá Ane =)
    Concordo inteiramente com você em tudo que escreveu, esse também é meu sentimento no momento em relação a tudo o que vem acontecendo em nosso país.
    Belo texto, você está de parabéns, e não se acanhe em desabafar conosco leitores do seu blog, isso faz bem pra alma e bem pra quem está lendo.

    E assim como você eu ainda tenho fé!

    BeijOs!!!
    @jannagranado
    @lpdiversao
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com vc, a gente pede tanto por mudança que não vemos que somos nós que temos que mudar, esse é o primeiro passo. Tudo que esta acontecendo com o nosso pais não é fruto apenas dos corruptos, mas também de nossas ações e escolhas. Se a gente que mudança, temos que começar com os nossos atos.
    http://www.teoremademari.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Ane =D

    Belo texto. Concordo plenamente, e faço das suas as minhas palavras!
    E apesar de tudo, ainda tenho fé também.

    Beijos,
    Livy
    nomundodoslivros.com

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você,amiga!
    Eu também tenho fé e esperança,
    mas esses acontecimentos têm interferido muito em minha vida,
    meu pensar, meu escrever!
    Bjus amiga querida!
    http://www.elianedelacerda.com
    Um dia saberemos escolher melhor,e vamos trabalhar no aprimoramento de todos nós como pessoas!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo joia?
    Assino em baixo, super concordo com você, a falta de educação é tão grande, eu cheguei a ver uma charge onde incitavam degolar a presidenta, pelo pior que ela possa ser, não devemos jamais fazer algo de tão baixo nível, se vamos lutar pelo que é nosso, que seja de uma forma sem tanta ignorância por partes alheias.

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Também acho que o problema sejamos nós mesmos, porque afinal chegamos aonde estamos não somente pelo governo, mas por nossas escolhas que elegimos eles. E o pior é que não basta só uma pessoa ter consciência disso, quando todo o resto continua incentivando manifestações que, no final, sabemos que não vai dar em nada..

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Seis anos depois", vem conferir!

    ResponderExcluir
  7. Olá anjo! Concordo plenamente contigo. Vi vários cartazes com frases indignantes, pessoas falando coisas que não tinham nada a ver com o tal "protesto", mas o que podemos fazer? A política do Brasil é essa desde sempre e não vai ser agora que vai mudar, é triste dizer isso, mas é a realidade :/
    Parabéns pelo texto e pelo desabafo hehe

    Beijão da Lari <3
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  8. sua indignação é a mesma que acomete a todos! foi uma baixaria este protesto com cara de avacalhação! é terrivel e temivel um povo que não sabe escolher!
    Quando der, de uma passada no blog, adorarei sua visitinha!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Ari
    O começo de seu texto já fez com que me identificasse. Eu sempre digo que temos que mudar a nós mesmos se queremos ver alguma mudança no mundo. "Mude a si. As pessoas a sua volta repararão em sua transformação e mudaram de atitudes também e assim o mundo todo será transformado". Não lembro onde vi essa frase, mas acredito muito nela. Estou longe de ser um modelo a ser seguido, mas eu busco sempre ser a mudança que eu quero ver no mundo.
    Um grande beijo

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  10. É bem legal que você tenha desabafado, eu costumo perder a fé no Brasil e me desespero que nada vai dar certo e estaremos nesse looping pra sempre. É difícil recuperar a vontade de lutar por um país melhor, mas começar pela erradicação do ódio é uma ótima tática.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  11. amei o texto, vc escreve muito bem e concordo muito quando vc diz em olhar menos os problemas...de certa maneira nao é facil. parabens pelo texto!

    http://www.jacknuit.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu vi muita coisa absurda também, como o pedido da volta a ditadura e todo mais. Compartilho com você um pouco de revolta em ver que algumas pessoas apenas querem bagunçar. Entretanto, não posso deixar de lado o meu sentimento de felicidade em ver que já não esperamos as coisas pacificamente, acomodados. Hoje há muito mais movimento e preocupação política do que ontem. Talvez não seja o suficiente para que pessoas como Collor se elejam, mas esse pode ser o sinal de um futuro melhor.

    Beijos,
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
  13. Muito bom seu texto. Eu não fui pra rua porque já fui a urna. Somos uma democracia ou não? Porque estão querendo mudar o resultado agora. Mesmo que não concorde com a presidente atual, foi a escolha do povo. Também estou cansada de ver as pessoas pregando o ódio nas redes sociais. Das duas partes. E vi pessoas dando entrevistas que não sabiam nem o que estavam falando.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  14. Oii
    Entendo sua raiva e indignação, mas referente ao símbolo da suástica ele não estava sendo usado de forma a apoiar o nazismo, a televisão é que mostrou dessa forma.
    Mas é verdade que algumas pessoas tem feito dos protestos entretenimento e ido às ruas pra tirar fotos e "se divertir". Brincar de lutar pelo país, eu diria.
    O que é de certa forma triste, temos tanta motivação, tantos escândalos a que reclamar e ainda assim algumas pessoas fazem piada de tudo isso.
    Acho que antes de apontarmos o dedo para os políticos e dizer que tudo é culpa da corrupção deles, devemos olhar para nós mesmo e nos perguntar se algum dia já não fomos corruptos também.Mesmo que tirando vantagem de uma situação banal.
    Devemos primeiramente melhor nossa própria conduta, coisas que pensamos serem pequenas, mas que faltam com respeito a alguém... Como jogar lixo na rua, acumular água parada, desperdiçar água, tentar levar vantagem de alguma forma imprópria.. Enfim, tudo isso nos faz tão corruptos quanto os políticos que tanto acusamos.

    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Raíssa =)

      Independente do que a imprensa está passando, acho que só o fato de usar o simbolo da suástica em um protesto já é assustador. E mostra o quanto as pessoas estão perdidas, sem saber o por que lutar.

      Beijos ;***

      Excluir
  15. Oi Ariene [palmas... ou melhor Tocantis inteiro] super concordo com você, é muito triste vê toda essa situação que perpassa a realidade do nosso país, os protestos estão se resumindo em ofensas e agressões, as pessoas nem sabe ao certo porque estão lá, e parecem ter amnésia na hora de exercer o voto, fica complicado cobrarmos uma coisa, mas não usarmos a arma que temos para tirar o poder daqueles que dele não sabem fazer uso. A mudança certamente começa em nós. Sábias palavras! Parabéns!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Bem é o primeiro blog que leio que fala sobre esse assunto, parabéns!
    Sou a favor da reforma politica, pois o povo indo as ruas mostra que estão cansados da situação que o pais se encontra. MAAAAS, vejo que muitas necessitam de um livro de história. Cartazes pedindo a intervenção militar e com a seguinte frase abaixo: "Apenas o povo na rua tem poder". Qual o sentido desse paradoxo?! Falta de entender a história do nosso pais.

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ane, o textão ficou perfeito.
    Eu penso exatamente o mesmo que você, as pessoas votam de qualquer forma e depois querem se manifestar contra - ou pior, apenas se manifestar a respeito de qualquer coisa. Acredito que está faltando raciocínio, e concordo que a mudança tem que começar pelo mais simples, mas que é o mais difícil ao mesmo tempo: nós;

    Parabéns pelo texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ani!
    Acho super justo seu desabafo e concordo plenamente com seus argumentos. Inclusive indaguei sobre tudo isso que você comentou no post. É revoltante observar pessoas que nem ao menos sabem pelo o que protestam. E outras tão burras a ponto de clamar pela ditadura. Lamentável!
    Ótimo texto!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Ari, acredito que tudo seja uma somatória. Eu fui ás ruas mas não por causa de uma pessoa ou por um partido e sou contra isso. Acredito que sempre há a necessidade de um líder em qualquer lugar e quem esteja nesse lugar deve ser um exemplo: prefeito, governador, senador, presidente. Qualquer um! Ela não é a culpada pelas corrupções totais pois não fica de olho em tudo, cada um deles é culpado por cada ato cometido, da mesma maneira que eu seu matar uma pessoa eu serei. Mas a verdade é que eu confio nelas e elas são responsáveis por estarem lá. Então da mesma forma que eu tenho deveres, eu tenho direitos. Este é o fato da democracia. Cada pessoa que possua um cargo deve ser julgada por tal cargo, indiferente de ser presidente ou senador. Roubou, pagou pelo erro. O partido para mim, não importa.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Ane,
    Ótima postagem, parabéns pelo texto!
    Super concordo com você e é até vergonhoso ver que as pessoas não sabem o que querem na verdade e se mostram ignorantes pelo fato de nem pesquisarem NADA antes de dar sua opinião.
    Depois de ler aquele 'menos Paulo Freire' na manifestação de domingo, percebi que ficar em casa só com minha fé e esperança que tudo vai melhorar, não é nenhum pouco errado.
    Antes em casa mentalizando coisas boas para o país, do que lá lendo e escutando coisas absurdas.

    bjs e tenha um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por