Anime – Fate/Stay Night.

04/04/2016

| Arquivado em: ANIMES

Olá leitores,

Confesso que a minha intenção era dar um tempo entre Fate/Zero e Fate/Stay Night. Tipo assistir a outro anime mais “leve” antes de me aventurar novamente pela Guerra do Santo Graal. Porém, sempre que procurava algo para assistir no Netflix, Fate/Stay Night surgia com uma das primeiras sugestões.  Assim fica bem difícil resistir a curiosidade não é mesmo?
imagem: Divulgação.
Fate/Stay Night se passa após dez dos acontecimentos vistos em Fate/Zero. Até por que como comentei na minha resenha anterior, Fate/Zero é meio que uma “introdução” para a história que encontramos aqui. Não que vá mudar a sua vida assisti-lo antes, porém eu recomendo. Pois Fate/Stay Night possui um ritmo mais rápido em que pequenos detalhes importantes sobre a origem da guerra e a dinâmica entre mestres e servos, acabam se perdendo.
imagem: Divulgação.
Agora os protagonista da história são a Rin Tohsaka, uma jovem e poderosa maga que teve o pai assassinado na ultima guerra e o Shirou Emiya, um garoto órfão que foi adotado por  Kiritsugu Emiya antigo mestre da Saber. Emiya meio que cai de paraquedas na guerra, pois apesar de ter sido criado por um mago poderoso, Kiritsugu nunca quis que seu filho no futuro viesse a passar pelo mesmo horror que ele passou durante da guerra pelo Graal.  Quando por um equivoco do destino Emiya está no lugar errado e na hora mais errada ainda, Rin acaba se sentindo responsável pela vida dele e juntos os dois firmam uma espécie de “aliança” visando derrotar os outros mestres.
imagem: Divulgação.
A estrutura principal da história continua a mesma, ou seja, assim como o anime anterior Fate/Stay Night é bem violento. Mas, além da faixa etária dos participantes da guerra ter baixado, o anime ganhou um ponto de equilibro mesclando as cenas mais pesadas com momentos leves e uma pitadinha de romance. Até certo ponto achei essa quebra bem legal, porém ao mesmo tempo senti que alguns personagens não foram tão bem aproveitados aqui, em especial a Saber.  Ela é um dos servos mais poderosos da história e no anime anterior foi uma das peças mais importantes no desfecho da trama, mas nessa nova edição da guerra senti que a personagem perdeu um pouco sua força.
imagem: Divulgação.
Tudo bem que o foco aqui é o Archer e não ela, e sem sombra de dúvidas ele é um personagem tão forte quanto. Porém em incomodou um pouco ver a personalidade da Saber sofrer uma mudança tão drástica de guerreira girl power, para uma personagem insegura. Descaracterizou ela completamente (...).  Além disso, a história em Fate/Stay Night gira muito em torno da Rin e do Emiya o que deixou outros personagens interessantes sem tanto destaque.
imagem: Divulgação.
Reencontramos também como o Kirei Kotomine e agora é o “arbitro” da guerra, com o filha da mãe do Gilgamesh que por algum motivo ganhou uma forma humana (e continua detestável, mas maravilhoso) e o Lancer (). E esse é um ponto bem legal, pois embora a participação do Lancer aqui tenha sido bem menor, ele desempenhou um papel mais importante na trama.
imagem: Divulgação.
Assim como Fate/Zero, Fate/Stay Night possui um elemento surpresa em que, novamente essa que vos escreve ficou D-E-S-M-A-I-A-D-A. E em minha opinião é isso que torna ambos os animes tão incríveis.  Não somente o fato de a trama sofrer grandes reviravoltas, mas sim o modo como tudo é construído fazendo como que no final todas as peças se encaixem perfeitamente.
Gilgamesh | imagem: Divulgação.
Fate/Stay Night não é tão sombrio como o seu antecessor, porém mesmo assim ele está longe de ser um anime “bonitinho”. A crueldade da guerra continua fazendo suas vitimas e de um modo muito “delicado”, os roteiristas conseguem passar através dos personagens o que há de melhor e pior no ser humano.  É a velha e conhecida batalha entre o bem o e mal. Entre fazer o que é certo, ou simplesmente o melhor para si mesmo. No final ninguém ganha totalmente, mas as perdas por menores que sejam são sempre significativas.
imagem: Divulgação.
Ficha Técnica:
Fate/Stay Night
Titulo Original: Fate/Stay Night
Gênero: Shōnen, Ação, Fantasia, Sobrenatural
Direção: Takahiro Miura
Autor: Kinoko Nasu
Produtora: ufotable
Música: Hideyuki Fukasawa
Número de Episódios: 26
Ano de Lançamento: 2014
Personagens Principais: Rin Tohsaka,  Shirou Emiya, Archer, Kirei Kotomine, Saber, Gilgamesh, entre outros.







Sinopse: Criado por um homem misterioso após a morte de seus pais, Shirou Emiya se vê de repente no meio de uma batalha entre dois magos poderosos.  Mesmo com sua pouca habilidade mágica Emiya acaba convocando o espírito de Saber para protegê-lo. Mas a segurança dura pouco, pois assim como os dois magos que ele viu em batalha, Emiya e Saber acabam se tornando mais uma equipe na disputa pelo Santo Graal. Mas será que o inexperiente Emiya e a valente Saber conseguiram sobreviver? Eles terão que suportar ondas de traição e assassinatos, ao mesmo tempo em que Emiya precisa se tornar uma mago mais forte para se manter vivo.


Abertura:

Fate/Stay Night segue  com maestria a formula usada em Fate/Zero, em que encontramos personagens marcantes, numa trama inteligente e envolvente. Perfeito para quem curte animes cheios de ação com uma boa dose de mistério e um toque de romance para deixar as coisas mais leves.

Beijos e até o próximo post!

Saiba +
ps: A abertura original é cantada pela Aimer, mas infelizmente só achei essa versão no YouTube.  Estou deixando o link para vocês conferirem a tradução da música, que é simplesmente maravilhosa *-*.

Comentários via Facebook

23 comentários:

  1. Gostei da dica Ane. Ainda não assisti a nenhum anime e se tiver a oportunidade pretendo começar por este. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ane!
    Não lembro de ter assistido algum anime, mas tenho muita curiosidade em assistir. Esse anime parece ser interessante, já que é bem realista. Diferente de outros animes ''fofinhos'' que já ouvi falar por aí.
    Vou procurar assistir, com certeza!

    Beijos,
    Elidiane Ferreira
    http://leituraentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    adorei, mas não assisti o anterior.
    Parece ser um ótimo desenho. Fiquei curiosa.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ane!
    Eu não sou muito de assistir animes mais novos, mas curti a premissa dele. Por estar na Netflix ajuda muito também hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  5. Ooi! Olha, eu não sou fã de animes e tal, mas sempre vi a maioria com aquela aura fofinha e tal. Esse ai não tem nada a ver com isso e achei a premissa interessante. Pelo que voce citou tem na netflix? vou tentar ver um ep para ver se acabo curtinho.
    Beijos
    Sil - Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  6. Não sou de ver animes. Não curto coisas muito violentas...sei lá. Acho que não é para mim. Mas valeu a dica, amore! ^^
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  7. Não sou nada ligada em anime, já tentei assistir alguns mas não surtiu aquela vontaade de continuar, então :/ adorei a resenha, vou anotar pra caso um dia resolva arriscar de novo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Os Humanos", vem conferir!

    ResponderExcluir
  8. Oi ane, como você sabe eu não sou muito de animes, mas curto receber as dicas que você traz sobre o tema
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ane.
    Eu não assisto muitos animes, já assisti bastante, hoje em dia é zero. Mas achei essa dica super legal. Falou em magos eu já estou me interessando. Só não sei sobre essa parte de ser bem violento. Então não sei se assistiria.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Não conheço muitos animes, aliás, os que conheço são os que assistia quando mais nova, então quer dizer que não sei quase nada sobre! Não sabia que tinha esses animes na Netflix, sempre tive curiosidade de acompanhar para saber mais. É incrível como a Netflix sabe chamar nossa atenção para assistir alguma coisa, né?
    Mesmo não entendendo muito bem, fiquei curiosa para assistir desde Fate/Zero. Ótima dica!
    Ah! Te indiquei para receber um prêmio bem legal lá no blog, não sei se já ganhou, mas depois dê uma passadinha lá pra entender melhor!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  11. Oi Ane!
    Não tenho o costume de assistir animes, mas tenho vontade de acompanhar algum e gostei da sua dica!

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  12. Oi
    eu sempre penso em assistir animes, mas o tempo acaba não deixando, esse parece ser interessante e que bom que gostou, achei legal a premissa por envolver guerra e essa abertura me deixou curiosa para assistir.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane, tudo bem?
    Sempre lembro da menina loira (Saber?) quando penso nesse anime. Adoooro o visual dela e lembro da época em que via sempre por sites de animes e tal.
    O traço desse anime é muito bonito, pena que eu não ande numa vibe muito animística hahaha. :~
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Semana passada eu assisti fate zero e acho que comecei pelo errado. Depois vi o pessoal falando que primeiro começa com fate stay night e depois vê o zero. Mas enfim, gostei bastante e achei bem sombrio. Eu gosto mais de ver shoujos então fiquei com medo em algumas partes. haha

    Agora quero ver o stay night porque mesmo da metade para o final eu fiquei super empolgada com a história. xD

    Beijos!
    www.prateleiracolorida.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ane!

    Acho que o último anime que assisti foi Death note e faz tempo. Gostei da premissa, vou procurar na Netflix.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, Ane, tudo bem?

    Menina lembro de ter lido sua primeira resenha, e sei que gostei muito, por que fiquei com anime na cabeça HAHAHAHA até comentei com meu padrasto, por que nos dois somos viciados, confesso que a continuação me chamou muito mais atenção, não sei por que, talvez sejam as imagens que são bem chamativas, e resenha e claro, esta um show *-* esta na minha lista.

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu não sou muito de ver animes, antigamente eu eu via muuuuuito mais, era viciada kkkk Mas agora eu to muito focada em series, nao que eu nao goste mais de animes. Mas as series estao ocupando meu tempo livre kkkk
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá, Ane! Tudo bem?

    Fico até sem graça de comentar em posts de animes, me bate uma vontade de rever, mas ao mesmo tempo uma preguiça. Gostei do seu ponto de vista sobre essa nova fase/saga desse anime, não sabia que tinha na Netflix, vou ver se assisto por lá.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Ane,
    Não sou de acompanhar animes, aliás, acho que só vejo Digimon-tri será que conta? HAHA Mas esse tem uma proposta bacana
    Gostei da primeira imagem, tem um ar meio Supernatural.

    tenha uma ótima quinta. :*
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  20. Oi Ane, eu quase não assisti animes na vida, lembro de um ou dois apenas que consigo citar. Os desenhos são lindos, e até tenho vontade de ver, mas falta tempo para a vida, então acho que vai ficar para um futuro.
    Gosto dessa mistura bem e mal, principalmente se uma pessoa tem as duas características. Acho que iria gostar, ainda que seja violento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi eu sei que já faz um tempo que essa resenha foi postada mas ela é simplesmente ótima! Meus parabéns,e ótima notícia para nós fãs de fate, ano que vem vai ser lançado o anime Fate/Extra Last Encore baseado no jogo Fate/Extra e também a primeira parte da trilogia de filmes baseado na terceira rota da visual novel, Fate/Stay Night Heaven's Feel(se vc gostou do clima de Zero vai adorar Heaven's Feel pq ele é ainda mais pesado e cruel e a heroína desse é a sakura),espero ansioso pela resenha dessas duas obras em 2017!

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. ahá, encontrei a forma correta de postar hahaueuh
    precisava encontrar uma resenha sobre, confesso que me interessei pelos traços e queria o mangá, mas, como está bem avançado e encontrar os anteriores normalmente é trabalha$o$o melhor ficar com a versão animada né? aehaehaieha
    Obrigado =D

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por