26/08/2018

A vida começa a mudar quando a gente muda.

| Arquivado em: DIVAGANDO.

Sei que o título do post parece clichê, mas por incrível que parece venho descobrindo o quanto essa frase é verdadeira: A vida só começa a mudar quando a gente muda. E não estou falando das mudanças visíveis, daquelas que amigos, familiares e o mundo percebem. Mas sim daquelas sutis que acontecem internamente em nosso coração, em nossa alma.

imagem: Shutterstock
Desde 2015 a minha vida vem passando por altos e baixos. Sempre brinco que o famoso retorno de Saturno foi “cruel” comigo, porém é inegável o quanto os tombos que levei nos últimos anos me ajudaram a crescer e principalmente enxergar o que eu precisava mudar em minha vida e nas minhas formas de pensar e agir.

Às vezes a gente sabe que algo não está legal em nossa vida, porém por medo e até mesmo por comodidade não temos coragem de arriscar para mudar a situação. Ficamos no ciclo vicioso do “e se” e sem perceber acabamos por responsabilizar as outras pessoas por nosso sofrimento. Quando na verdade somos nós que precisamos dar o primeiro passo.

O problema não é se arrepender das escolhas que em algum momento da vida fizemos. O problema é não conseguir ver que essas escolhas não foram somente erros e sim uma oportunidade que Deus e o Universo nos deram de aprender, de evoluir como pessoas. Porque infelizmente, nós seres humanos só aprendemos através da dor. Se fosse para colocar em uma balança todas as decisões e escolhas que fiz em minha vida nos últimos anos, sei que o lado das escolhas “erradas” vai pesar um pouco mais.  Porém, sei que se eu não tivesse “falhado” no passado não estaria onde estou hoje. Afinal, foram essas falhas que me deram coragem para mudar.

Que me deram coragem para encarar meu vitiligo não somente como uma falha do meu sistema imunológico que afeta a minha aparência, mas sim como um indicativo que algo no meu emocional não vai bem.  Porque quanto mais bem e tranquila eu me sinto, manchas novas não surgem e as que tenho respondem melhor ao tratamento.

Coragem para admitir a mim mesma que eu precisava de ajuda para controlar a minha ansiedade e cortar os laços negativos com o passado. Não adiantava de nada eu ficar me arrependendo da faculdade que fiz e das oportunidades que perdi, mas continuar no meu sofá sem fazer nada para mudar o meu descontentamento com a vida e a minha desilusão com a profissão que escolhi. Com isso eu só estava me tornando uma pessoa chata, reclamona e que nem eu mesma gostava de ter por perto.

Só que mudar não é fácil, especialmente quando algumas coisas já estão tão arraigadas na gente. São coisas que de tanto ouvirmos dos outros passamos a acreditar e essas crenças com o passar do tempo acabam nos limitando e nos impedindo de ir atrás de nossos sonhos. E está sendo muito, mais muito difícil eliminar essas crenças de mim. Pois sempre fui o tipo de pessoa que necessitava da aprovação dos outros. Que fazia o que era melhor para outros, mesmo quando o melhor para os outros me deixava infeliz.

Tinha medo de expor minhas ideias, de demonstrar meus sentimentos e até mesmo cantar que sempre foi algo que amei, de tão preocupada que eu ficava com a opinião dos outros. E durante esses três anos de altos e baixos percebi o quanto esse medo de sufocava e como eu estava sendo responsável pela minha infelicidade. Foi então que prometi a mim mesma que ai me permitir a ser feliz.

A vida começa a mudar quando a gente muda. Quando a gente passa a deixar as coisas fluírem sem ter medo do que vai encontrar lá na frente, pois você acredita que vai ser o melhor. É fazer uma faxina geral em nosso interior eliminando tudo o que não agrega mais em nossa vida. É conseguir perdoar quem nos feriu e perdoar a nós mesmo. É dar o primeiro passo deixando o comodismo para lutar pelos nossos sonhos.

Mudar não é fácil e sei que esse será um processo longo, pois volta e meia aquela vozinha negativa surge, dizendo que sou uma boba e que devia desistir de estudar música e que as pessoas dão risada de mim pelas costas. Sei, que vai ter dias que vou querer me isolar ou que vou me sentir solitária mesmo quando estiver com meus amigos, porque essa mesma voz vai sussurrar que ninguém gosta de mim e que sou um peso na vida das pessoas. Sei que haverá dias que a ansiedade vai levar a melhor sobre mim e eu vou ficar com medo de sair na rua.

Mas, eu sei que sou forte para enfrentar esses dias sombrios e calar essa voz. Dei o primeiro passo para mudar cada setor em minha vida que me causava tristeza, frustração e infelicidade. Depois de anos me permitir a sonhar e acreditar em mim mesma. E só esse pequeno passo já deixou muita coisa mais leve, simples e bonita.

Nunca é tarde para recomeçar e mudar a direção de nossa vida. Não tenha medo de mudanças, por mais assustadoras que a princípio o novo possa parecer, as mudanças sempre vêm para o nosso bem. Para a nova evolução pessoal. 

A vida começa a mudar quando a gente muda. E só somos verdadeiramente felizes, quando permitimos que a felicidade faça parte de nossa vida.

Comentários via Facebook

13 comentários:

  1. Eu amei o seu texto, realmente as coisas na nossa vida só muda se a gente nos permitir a mudar.

    https://ithinksoonlogon.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que texto mais lindo e surpreendente Ane! Obrigada por abrir o seu coração para nós, leitores do blog e mostrar essa grande mudança positiva em sua vida. Não deixe nada e nem ninguém roubar o dom que Deus colocou em sua vida e tenho a mais absoluta certeza que teremos uma excelente musicista no Brasil. Que o seu caminho seja sempre florido, iluminado e repleto de paz e saúde! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ane.
    Que lindas palavras. Realmente é aquela frase que a mudança tem que começar dentro da gente. Mas o quão dificil é isso. Ainda mais quando o tempo vai passando e a gente coloca na cabeça que já estamos velha para isso ou aquilo. Estou feliz de saber que você está se permitindo. É dificil mas vamos com um passo de cada vez que a gente chega lá hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Olá, vim retribuir sua visita ao meu blog e me deparo com esse seu texto super verdadeiro! Como você bem disse, mudar não é fácil, mas as mudanças são essenciais para que nossa vida também mude.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ane!

    Que texto lindo e inspirador, mulher! Eu me vi completamente nas suas palavras, e imagino que muitas pessoas também se identifiquem. Mudar é algo extremamente difícil e só pode partir de nós mesmos. Vivemos do passado, imaginamos o "e se", mas criar coragem para tomar uma atitude é o mais complicado. Sabemos que devemos mudar, mas como você disse, por comodidade ou desânimo, o tempo vai passando e vamos nos afundando na mesmice. Fico super feliz de saber que você encontrou a sua determinação e está se esforçando para mudar, por mais que seja um processo lento, dia após dia. Com confiança e cabeça erguida, podemos alcançar o mundo, e espero que você ainda desbrave muitas coisas boas pela frente!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane! Mudar não é fácil e acho que o medo de tomar essa decisão é o que mais nos limita. Belo texto. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ane

    Que lindo texto! <3
    Engraçado como sempre me identifico com seus desabafos, sabia?
    Eu estou precisando muito de uma mudança, mas o medo ainda está vencendo, porém, tenho fé que vou conseguir ultrapassar as barreiras que minha própria mente cria para me sabotar. Viver com o "e se" é muito pior do que encarar um não, e eu tenho que aprender isso de uma vez por todas.
    Mudar é assustador, o desconhecido é assustador, mas é como dizem: coragem não é a ausência do medo, coragem é quando enfrentamos o medo.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo, Ane!
    <3
    É preciso coragem para abrir tanto o coração.
    Sim, pedir ajuda é assustador, mas é preciso.
    E cortas laços e pessoas da nossa vida é difícil, mas necessário.
    Quando tudo está ruim lembro que a vida é feita de fases, então tudo passa. E é bom lembrar até que as fases boas passam.
    E eu gosto de aprender com os erros e saber que mesmo as coisas ruins têm coisas boas escondidas.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane,

    Que lindo texto.
    As vida sempre tem seus altos e baixos e sinto seus sentimentos ao escrever esse texto.
    Tive muito baixos do que altos ultimamente e quando temos um problema ou uma doença aquilo sempre acaba nos deixando para baixo, começamos a se perguntar " e se" mas não fazemos nada para mudar.
    Temos que encarar e tentar viver da melhor forma possível, pois como você disse, se não mudarmos a vida não muda.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  10. de verdade eu chorei lendo seu texto Ane, pois ele veio pra mim num momento tão importante, pq eu tenho me sentido assim, descontente comigo mesma, com as minhas escolhas, com o meu jeito e eu precisava de um olhar mais humano, precisava tirar o tampão!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Instagram

© 2010 - 2018 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in