15/12/2020

Um bom dia

 | Arquivado em: DIVAGANDO

Crônica
imagem: Shutterstock

Está tudo igual e ao mesmo tempo diferente…

Este é o primeiro pensamento que tenho, quando a claridade toca meu rosto me despertando. Conforme os dias passaram a ser semanas e meses, me vi apegada aos pequenos detalhes do dia, como a suavidade dos tons de azul que o céu tem nas primeiras horas da manhã.

Chega ser um tanto agridoce perceber, que só depois que os limites do meu mundo passaram a ser as paredes dessa casa, é que de fato comecei a prestar atenção nas sutilezas da vida. Na beleza daqueles momentos tão rotineiros e passam despercebidos, ofuscados por nossa corrida constante em busca daquilo que esperamos ser o sucesso e felicidade.

Sei que há um outro mundo do lado de fora. Um lugar que agora, me é tão familiar quanto estranho. Já me questionei inúmeras vezes se quando tudo voltar ao “normal”, vou conseguir me adaptar. Porque a sensação que tenho enquanto tomo meu café e observo os raios de sol que entram na cozinha, é que uma parte de mim se acostumou com a solidão.

Quando vejo as atualizações nas redes sociais daqueles que ainda chamo de amigos, me pego pensando em como vou me encaixar em um mundo que aparentemente seguiu sem mim. Em como será voltar a conviver com pessoas que amo, mas que de certo modo passaram a ser estranhas para mim e eu para elas.

Minhas metas já não são as mesmas e às vezes me sinto criança novamente, sem saber o que quer ser quando crescer. É como se do dia para noite, eu tivesse mil possibilidades e nenhuma escolha. Olhando um capítulo em branco de uma história que parei de escrever.

À medida que o tempo passa seguindo seu ritmo: horas rápido, horas devagar vou aprendendo a não criar expectativas e seguir a minha intuição e meu coração. Nem sempre o meu ritmo está em sincronia com o do tempo, ou com o que acontece do lado de fora.

Mas faço o que está ao meu alcance para que cada manhã seja o começo, de Um bom dia.


texto escrito por: Ariane Reis.  ©  Todos os Direitos Reservados.

Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Oii Ane!
    Bela reflexão que você compartilhou.
    Acredito que você irá se readaptar a normalidade quando ela retornar, mas não será da mesma maneira que era antes. Muita coisa já está mudando e você percebe isso. Ganhou esse olhar mais apurado das coisas ao seu redor. Aprendeu a conviver melhor com você mesma. Esse processo só irá trazer crescimento e novas possibilidades futuras.
    Belos dias pela frente!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Ane,

    Ótimo texto.
    Acho que muita gente acabou se ''desencaixando'' depois de tudo que vivemos esse ano. Mas também aprendemos diferentes lições ao longo dos dias.
    Vamos torcer para que tudo seja leve em 2021.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ariane, sua linda, tudo bem?
    Que texto mais lindo!!! Fiquei emocionada com suas palavras, estou muito sensível com tudo o que está acontecendo. As vezes tenho esse pensamento também, de como será depois a nossa adaptação, pois tudo mudou, ou deveria ter mudado, pelo menos nossa visão de vida.
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. É incrível como esse texto me descreveu todinha. Eu me sinto tão estranha, como se não me encaixasse mais nesse mundo que tem lá fora, e não é ruim, é como se eu tivesse me transformado em algo bem diferente do que imaginei, mas ainda assim é bom. Vamos ver como será 2021, com suas mudanças e novidades...
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ariane. Como vai? Que texto acolhedor! Realmente devemos seguir o fluxo da vida sem criar grandes expectativas em relação a ela, pois se o fizermos a probabilidade de quebrarmos a cara é altíssima. Parabéns o seu texto ficou maravilhoso. Fique bem. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ane.
    Nossa, você falou exatamente o que eu sinto. A impressão que tenho é que avida seguiu e eu parei no lugar. E fico pensando como será quando voltar ao normal, o que acredito que não será nem perto do que era antes disso tudo começar.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Ei, Ariane, tudo jóia? Eu me identifiquei com o seu post e acho que você conseguiu se expressar de uma maneira maravilhosa. Às coisas mudaram muito, mas ao mesmo tempo não mudaram nada. É essa impressão que eu tenho. O seu post ficou bem sentimental e deu para sentir o que você quis passar. Beijo!



    Books House

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane,
    Um dia de cada vez. Esse está sendo meu lema, principalmente agora na quarentena.
    Seu texto está maravilhosoooo. O trecho que você fala das redes sociais fez total sentido com o que estava falando ontem mesmo. Sua sensibilidade e honestidade são como um abraço, mesmo de longe.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane, tudo bem?
    Nossa, seu texto dialogou demais comigo. Imagino que você lembre do papo que tivemos na DM? Saiba que entendo você 100%. Vários amigos me decepcionaram e não sei como será voltar a vê-los quando tudo isso passar. Que ano doido...
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ane! Tudo bom?
    Principalmente nesse fim de ano que os nervos e o estresse parecem estar à flor da pele ainda mais, esse texto foi muito bem-vindo. "Continue a nadar", como diria a Dory.
    Adorei a sensibilidade.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ane!

    Lindo o texto!! Essa pandemia nos fez se distanciar de muitas pessoas, e ficar isolado em casa sem dúvidas às vezes pode ser um desafio, estamos enfrentando um ano bem atípico :(

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?

    Que post lindo! Esse ano foi muito difícil para todos... Na parte em que você fala que suas metas já não são as mesmas, eu me identifico bastante, porque tipo... Tudo o que eu tinha planejado, mudou completamente por causa desse ano atípico, então, as metas tiveram que mudar. Enfim, Deus no comando e que possamos enfrentar esses obstáculos que a vida nos impõe de cabeça erguida, apesar de ser difícil haha.

    Abraços!
    Jurista Geek

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane, tudo bem?
    Que texto maravilhoso, eu simplesmente amei cada palavra, são tantas incertezas e mudanças nas metas e dentro de nós. O mundo gira rápido e muitas vezes vai além do nosso tempo e sempre estamos precisando nos reconectar conosco e com a nossa essência e muitas vezes determinar uma nova rota.
    Beijos.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi
    um bom texto, bem reflexivo, estava pensando isso agora cedo que eu não sei mais o que quero da minha vida, antes tinha algumas metas e agora eu não sei o que fazer.
    Eu presto atenção nos detalhes, mas não é nem por ficar presa dentro de casa e que é uma mania minha mesmo.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Amei a reflexão. Tenho me sentida desconexa do que existe ao redor e é como se eu tivesse brecado enquanto todo mundo continuava andando
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Ariane,
    Realmente esse período de pandemia tem sido muito difícil. Estou de trabalho remoto desde março e não vejo a hora de poder voltar a pegar transporte público e sentar na minha mesa de trabalho... Claro, com segurança. Esse isolamento todo deixa a gente mais desanimando mesmo. Amei seu texto.
    Bjos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?

    Acho que nunca um texto conseguiu definir tanto o que estou sentindo nesse momento como o seu. Desde o início desse confinamento, essas questões sobre me encaixar novamente quando as coisas voltarem ao "normal" ficam indo e voltando na minha mente e bem, parece que nunca vou me encaixar de novo. Adorei demais seu texto. Obrigada por traduzir em palavras exatamente o que estou sentindo nesse período ♥

    Beijos
    Entre Livros E Personagens

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ane

    Esses dias a gente estava conversando aqui em casa e surgiu esse questionamento de "quando tudo voltar ao normal", mas aí conversando eu acabei fazendo uma reflexão e não acho que as coisas voltarão ao normal, acho que um novo normal será criado e todos terão que se adaptar a ele, sabe? Pelo menos é essa a sensação que eu tenho...

    Feliz Ano Novo!
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Por aqui não será muito diferente do que costumo viver há anos. Sempre comento com algumas pessoas que esse ano pareceu normal pra mim pq foi reprise dos anteriores após ficar desempregada. haha

    Feliz 2021!
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir

Instagram

© 2010 - 2021 Ariane Gisele Reis | My Dear Library • Divagações, Livros e Música. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in