Liberte meu Coração por Meg Cabot.

01/04/2012


Liberte meu Coração por Meg Cabot.                                                                                                

Ficha Técnica.

Editora: Galera Record
Autor: Meg Cabot
ISBN: 9788501086686
Ano: 2011
Edição: 1
Número de páginas: 404
Classificação: 4 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, SubmarinoCompare os Preços.

Sinopse:                                                                                           

Sua Alteza Real, a princesa Mia Thermopolis da Genovia, cujos diários se tornaram sucessos de venda, agora mostra ao mundo inteiro seu primeiro romance — cheio de perigo, desejo e um amor que vencerá todos os obstáculos... com a ajuda da incrivelmente talentosa Meg Cabot! Finnula é a caçula de seis irmãs e um irmão na Inglaterra do século XIII. Enquanto suas irmãs se contentam em fofocar sobre maridos, crianças e afazeres domésticos, Finnula é alvo de comentários maldosos de toda a vila por caçar nos terrenos do conde e por andar por aí em calças de couro justas! Mas de repente Finnula se vê envolvida numa complicação sem tamanho... Uma de suas irmãs acabou com o seu dote comprando vestidos e bugigangas, e a única forma em que as duas conseguem pensar para recuperar esse dinheiro é muito pouco usual... Sequestrar um lorde ou um cavaleiro rico que possa pagar um resgate! O que ela não esperava é que esse sequestro fosse criar mais problemas do que soluções: o cavaleiro recém-chegado das Cruzadas que é escolhido por Finnula vai acabar se mostrando alguém muito diferente do esperado, e a moça pode acabar tendo que abrir mão do resgate... e de seu coração.

Resenha:                                                                                                                                                 

Liberte meu Coração era um dos livros que mais ansiava em ler desde seu lançamento e, o fato do livro ser um romance histórico “escrito” pela princesa Mia despertaram ainda mais a minha curiosidade. Infelizmente as altas expectativas que tinha em relação ao livro, me levaram a ter uma pequena ponta de decepção com a história. Os primeiros capítulos são um pouco cansativos e realmente se não fosse à força de vontade e a esperança que a história ia melhorar, teria abandonado o livro. 

Finnula Crais, a mocinha da vez é uma pessoa totalmente fora dos padrões femininos do século XIII. Com um temperamento forte e uma grande habilidade para caça ela procura ajudar os mais fracos. Ela é uma espécie de Robin Hood de “saias” por assim dizer. Finn tem a grande missão de sequestrar um homem rico o bastante para pagar um resgate, e assim ajudar a sua irmã Mellana que está grávida a recuperar o dinheiro do seu dote.

Em sua busca pelo alvo certo Finn encontra Hugh Fitzwilliam um jovem e belo cavaleiro que acaba de regressar das Cruzadas e que na verdade é nada mais nada mesmo, do que o Lorde Hugo Fitzstephen o sétimo conde de Stephensgate. Claro que a relação dos dois começa com o tradicional cão e gato até que por fim, depois de três dias de convivência os dois percebem que estão perdidamente apaixonados.

Tudo bem, até está parte o livro é bem clichê e bonitinho, mas o que realmente começou a dar nos nervos foi o excesso de detalhes que não acrescentavam em nada à narrativa. Chegou uma hora que já tinha perdido as contas de quantas vezes a beleza dos cabelos ruivos de Finnula e o corpo másculo de Hugo eram descritos no livro. Outra coisa que me incomodou um pouco foi o fato de que em algumas partes a história soava um pouco óbvia e até rápida demais. Em certos momentos as atitudes dos personagens pareciam um tanto forçadas e até ridículas.

Claro que o livro tem momentos engraçados, e a narrativa consegue prender e manter a atenção do leitor depois que a história ganha mais ritmo. Não ouso dizer que a protagonista Finn é totalmente imprevisível, já que do meu ponto de vista algumas atitudes dela eram bem previsíveis e isso a tornava uma pessoa um pouco irritante.

Meg Cabot conhece a fórmula para conquistar o leitor a cada capítulo. Liberte meu Coração foi o primeiro livro mais “adulto” que li da autora e embora tenha esperado uma grande história, e tenha me decepcionado um pouco, no todo Liberte meu Coração é um bom livro.  Em minha opinião, ele funciona bem com um livro de aventura com uma pitada de romance, e não como romance propriamente dito.

Para quem gosta de livros/ romances históricos com eu, Liberte meu Coração é uma leitura agradável, com todos os ingredientes que mais gostamos; uma mocinha rebelde, um mocinho valente, um vilão odioso e personagens engraçados. Pena que faltou mais romance mesmo.

Se eu gostei do livro? Claro que sim! Queria ter gostado mais, já que sou fã da autora, mas sempre que criamos muitas expectativas em relação a algo acabamos nos decepcionando um pouco.  A minha dica então é; Leiam o livro sim! Afinal o que ele não tem de romântico tem de engraçado e isso conta muito em uma leitura. Posso não ter encantado com a história enquanto lia, mas dei boas risadas.



Comentários via Facebook

13 comentários:

  1. Oi Ane!!
    Quando estamos com muita expectativa ao ler um livro, a decepção muitas vezes ocorre. Mas, quando o livro é realmente muito bom, ele consegue corresponder às nossas expectativas sim. :) Pelo visto, não foi o caso desse que você leu...
    Faz tempo que estou com Liberte Meu Coração aqui. Eu estava doidaaa pelo livro. Então eu o comprei e a vontade de lê-lo passou... Vá entender! hehehe
    Mas todo mundo fala que é uma leitura gostosa coisa e tal... Quando a fila diminuir por aqui, vou lê-lo para a gente poder fofocar um pouco mais a respeito. ;)
    Beijoooo!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Ariane! Estou ansiosa para ler Liberte Meu Coração! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Que pena que você não gostou desse livro, porque eu adorei (tirando o final que achei desnecessário). Eu não tinha espectativa nenhum com relação a esse livro porque eu não gosto da Meg, apesar de adorar os livros que ela escreveu a um tempo atrás e assina como Patricia.
    Adorei seu blog e estou seguindo.

    Beijos.
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  4. Puxa, eu não sabia que esse livro foi "escrito" pela Mia ! Adoro essa personagem! =)
    Acho que pra quem, como eu, não é lá muito fã de romances, esse livro deve ser legal... fiquei curiosa pra ler!
    Bjus!!

    ResponderExcluir
  5. Ei Ane, já li vários comentários sobre as pessoas se decepcionarem um pouco sobre os romances mais adultos da Meg, eu mesma sou uma. Li Aprendendo a Seduzir e achei meio tolinho, apesar de ser divertido e tudo o mais.

    Acho que vale a leitura como distração, mas não é aqueles livros que realmente marcam a gente, né?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane.... olha a sumida aqui!!! \o

    Hmmm antes eu tinha uma queda enorme pela Meg, mas depois que fui crescendo isso diminuiu haha, mas eu tenho uma certa curiosidade em ler o livro já que li quase toda a coleção da princesa.

    adorei a resenha!

    Beijocaaas!

    ResponderExcluir
  7. Também acho que não é muito bom criar super expectativas para os livros, pois podemos nos decepcionar em vez de apenas nos deliciarmos com a leitura. Quero ler Meg Cabot depois que ler os mais famosos dela, porque infelizmente ainda não li nada da autora.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane,
    Você não foi a única a achar o primeiros capitulos cansativos. Eu penso da seguinte forma: como era pra ser um livro escrito pela Mia, a Meg quis mudar um pouco a escrita. (mas ficou chato demais), e depois voltou ao ser normal. rsrs

    Acho que nem pra ela estava funcionando.Da pra perceber que aos poucos o livro vai melhorando, e muito. Quando a historia engrenou, eu devorei o livro.

    O livro , no geral, é bom.


    bjinhuxxx

    Jeh Polato - Eu li e Divulgo

    ResponderExcluir
  9. Romance histórico + Meg Cabot com certeza me interessa, já tinha lido outra resenha do livro,mas a opinião dele era diferente da sua. Mas enfim, quero muito ler esse livro *O*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  10. Oi Ane! Já li esse livro e ADOREI além de dar boas risadas, afinal é da querida Meg Cabot! s2
    Bem fofo o blog, já seguindo!!!!

    Se puder a convindo para seguir: eternamente-princesa.blogspot.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Ane!

    Nossa estou surpresa por não você não ter gostado tanto do livro. Eu tunha quase certeza que você iria adorar.

    Eu amei o livro do começo ao fim, devorei rapidamente. Eu gostei muito dos detalhes, falas e costumes da época citados. Deu para perceber que a Meg dedicou muito tempo em pesquisa.

    O romance tem seus clichês, mas como eu ri com esse livro. Em alguns momentos, saia até lágrimas dos meus olhos.

    Apesar de não ter romance histórico, talvez você goste de Insaciável. Foi lançado na mesma época que Liberte Meu Coração. Meg dá umas alfinetas boas nos livros de sobrenatural hehehe.

    Parabéns pela resenha.

    Beijinhos
    Rê ^_~

    ResponderExcluir
  12. Amei a resenha. Também sou super crítica. É bom saber os defeitinhos do livro antes de começar a ler. Quero lê-lo o mais breve possível. Quem sabe eu não me surpreendo?...

    ResponderExcluir
  13. Confesso que apesar de ser apaixonada pela capa desse livro não tenho a minima vontade de lê-lo. Acho tão cansativo quando há excesso de detalhes que não acrescentam nada a história:( Enfim, adorei a sinceridade.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por