Wishliterária - Maio.

30/04/2017

| Arquivado em: LANÇAMENTOS.


Bom dia leitores =)

O que estão lendo de bom esse final de semana? Eu estou lendo O Sol Também é uma Estrela *-* Mas como nessa nossa vida literária, mal acabamos de nos apaixonar por um livro surge outro para conquistar nosso coração, segue a wishliterária de Maio.

Ou vocês realmente achavam que essa que vos escreve ia ficar sofrendo sozinha aqui. Confira os próximos lançamentos ;)






Sinopse: Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos - ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.






Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...






Sinopse: Outlander – Livro 05 parte 02.
Uma história sobre lealdade.

Não há mais como escapar: a guerra está diante de Jamie, Claire e sua família. Quando as tensões entre o governo e os rebeldes se acirram, a milícia é convocada mais uma vez e o conflito chega ao clímax na Batalha de Alamance. De volta ao vilarejo onde moram, os Frasers e os MacKenzies ainda terão que enfrentar diversas tribulações, que acabarão aproximando Jamie e seu genro, Roger. Os dois tramam um plano para acabar com Stephen Bonnet, o sórdido capitão que violentara Brianna, pondo em dúvida a paternidade de seu filho, Jemmy. Em meio a várias revelações, o mais surpreendente é o retorno inesperado de um conhecido, que traz uma pista capaz de desvendar os mistérios que cercam os viajantes do tempo. Grandiosa, envolvente e inesquecível, a segunda parte de A Cruz de Fogo é uma vibrante mistura de fatos históricos e dramas humanos.


+ Lançamentos


Ai gente, vou confessar que esse mês estou meia libriana e não sei nem por qual livro começo a sofrer. Tipo, mal terminei de ler O Jogo (resenha em breve), A Conquista, último livro da série Amores Improváveis está sendo lançado. Sério não estou preparada para dizer adeus a esses boys magia ainda. 

Outras séries que chegam com as suas continuações são Os Números do Amor, Belo Desastre e As Provações de Apolo.  Maio está chegando com romance, suspense e aventura, ou seja tem livro para tudo que é gosto. A questão é só decidir por qual começar a viagem.

Beijos e até o próximo post!

Promoção - Aniversário do Blog Conjunto da Obra.

| Arquivado em: PROMOÇÕES

O blog Conjunto da Obra completa 6 anos neste mês de maio e, como em todos os anos, não poderia deixar a data passar em branco. Para comemorar, o blog convidou alguns blogs amigos e editoras parceiras para fazer uma festa, cheia de prêmios para os leitores que nos acompanham há tanto tempo - e para os que estão aqui há menos tempo também. E claro que o My Dear Library, não poderia ficar fora dessa festa.

Assim, serão cinco sorteios, um para cada kit cedido pelos parceiros. O primeiro será o dos blogs amigos, com dez livros para um único vencedor, mais ao fim dessa postagem. Os sorteios dos demais kits, cedidos pelas editoras parceiras, vão ao ar de hora em hora neste domingo (30 de abril) no blog Conjunto da Obra.

Blogs Participantes:
Além da Contracapa - Do jeito que me olha | Amores e Livros - Tudo e todas as coisas | Canto Cultzineo - Não posso me apaixonar | Conjunto da Obra - Enders |Diário de Incentivo à Leitura - Ninfeias Negras | Gettub - Filha da Tempestade | Ler é Literário - Ladrões de Elite | My Dear Library - Darkmouth | Roendo Livros - Livro Surpresa | The House of Stories - Um lugar no coração

Prêmios:


Regulamento:
- É preciso ter endereço de entrega em território nacional;
- O período de inscrição será do dia 30/04/2014 ao dia 24/05/2017;
- São dez livros para um único ganhador, que deverá ter cumprido o regulamento da promoção;
- O resultado será liberado em até sete dias;
- O sorteado será contatado por e-mail, tendo o prazo de 48h para fornecer seus - dados. Caso não envie resposta no prazo, será realizado novo sorteio.
- O contato com o vencedor será feito por e-mail, apenas. Então, é muito importante que ele esteja correto ao preencher o formulário;
- Cada blog tem o prazo de 40 dias úteis para enviar os prêmios cedidos, após o recebimento dos dados dos ganhadores;
- Os livros chegarão separados, pois o envio será de responsabilidade dos blogs que os cederam;
- Os blogs participantes não se responsabilizam por extravio ou atraso na entrega dos Correios. Assim como não se responsabiliza por entrega não efetuada por motivos de endereço incorreto, fornecido pelo próprio ganhador e os livros não serão enviado novamente
- Este sorteio é de caráter recreativo/cultural, conforme item II do artigo 3º da Lei 5.768 de 20/12/71 e dispensa autorização do Ministério da Fazenda e da Justiça, não está vinculada à compra e/ou aquisição de produtos e serviços e a participação é gratuita;
- A Equipe do Conjunto da Obra se reserva ao direito de dirimir questões não previstas neste regulamento.

Onde está escrito 'Visit on Facebook:' O participante deverá curtir a página solicitada.
a Rafflecopter giveaway

Boa sorte!

A Traidora do Trono por Alwyn Hamilton.

27/04/2017

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788555340291
Editora: Seguinte
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 440
Classificação: Ótimo
Sinopse: A Rebelde do Deserto – Livro 02.
Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade- a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam.

A Rebelde do Deserto da autora Alwyn Hamilton foi aquele livro que a princípio vi com pouco desconfiança, mas que no decorrer da leitura foi me conquistando a cada capitulo. Por esse motivo, seria hipocrisia da minha parte dizer que eu não estava cheia de expectativas e ansiosa para me aventurar pelas lendas árabes e o deserto novamente. E só posso adiantar uma coisa para vocês, - foi incrível.

Pode conter spoilers do livro anterior, por isso quem não quiser se arriscar pule três parágrafos agora.

Depois de finalmente conseguir escapar da Vila da Poeira montada em um cavalo mágico e ter atravessado o deserto inteiro ao lado do misterioso Jin, a vida de Amani nunca mais foi à mesma. Entre perigosas aventuras nas impiedosas areias do deserto e um oásis perdido, ela descobriu partes mais sombrias de seu passado, encontrou o amor  e algo por que lutar.

A famosa e temida Bandida de Olhos Azuis se juntou a rebelião, e seus recém-descobertos poderes mágicos aliados a uma mira perfeita, fazem dela umas das peças mais importantes no plano para derrotar o Sultão e tira-lo do poder. Só que as coisas  acabam se complicando um pouco no caminho. Traída e capturada pelo inimigo, Amani vai parar no palácio.

Agora ela precisa correr contra o tempo para avisar os rebeldes sobre seu paradeiro e os planos terríveis que o Sultão está tramando. Mas antes ela precisará sobreviver ao Harém e principalmente aos fantasmas do passado que voltaram para assombra-la. Os inimigos estão por todas as partes e um passo em falso de Amani pode colocar tudo a perder. O futuro da rebelião e a sobrevivência dos rebeldes estão em suas mãos. E logo ela aprenderá da forma mais difícil, que na dúvida a única opção segura é confiar em si mesma.

Em A Traidora do Trono, Alwyn Hamilton nos apresenta uma narrativa ágil bem amarrada, cheia de intrigas e conspirações, algo que eu particularmente adoro. Esse foi um livro que me deixou com o coração na mão em vários momentos, pois um dos grandes diferenciais da escrita da Hamilton é o fato dela ser totalmente imprevisível. E isso ficou muito claro nesse segundo livro da série A Rebelde do Deserto.Como as areias do deserto, aqui tudo pode mudar em segundos.

Outro ponto que merece destaque é a evolução da Amani como protagonista. Eu já tinha gostado muito da personagem no primeiro livro, pois a Amani não é aquela mocinha chata e sem graça que fica a espera do príncipe encantado para salva-la. Ela é o completo oposto disso. Amani é forte, corajosa e está disposta a fazer o que for preciso para tirar o sultão do poder, só que sem aquele “altruísmo” clichê do: “Eu me sacrifico pelo bem maior”. O fato de a personagem demonstrar suas fraquezas, ao ponto de muitas vezes parecer até um pouco "egoísta" faz dela humana.E isso me aproximou ainda mais dela.

A inserção de novos personagens trouxe um dinamismo maior para história, ao mesmo tempo em que deixou tudo ainda mais surpreendente. O único ponto negativo que A Traidora do Trono tem em minha opinião, é aquele velho problema da história ficar centralizada em um único personagem. Acredito que se a autora tivesse intercalado a narrativa com os pontos de vista da Amani com os pontos de vista do Jin(), por exemplo, o enredo ficaria mais rico e a história mais “completa”.

Confesso que Alwyn Hamilton me surpreendeu da forma mais positiva possível. Acho que nunca disse isso em uma resenha aqui no blog, porém de todas as séries que já li ou que acompanho, A Traidora do Trono é a melhor sequência com qual me deparei até hoje. Simplesmente não conseguia parar de ler e admito que quando percebi que a aventura estava chegando ao fim, dei uma “leve” enrolada para ela durar mais. E mal posso esperar para me juntar as rebeldes do deserto novamente.

“Se tinha aprendido alguma coisa como a Bandida dos Olhos Azuis, era que histórias e a verdade raramente coincidiam.”

Se você está em busca de uma nova série para amar, A Rebelde do Deserto é pra você. Pegue seu cantil de água e se prepare para se aventurar pelo deserto inclemente de Miraji. Uma vez envolvido pelas areias dele dificilmente você vai querer sair.

Veja Também: 

Wishlist de Aniversário.

24/04/2017

| Arquivado em: OUTROS.

Oie pessoas, tudo bem?

Não costumo fazer esse tipo de post aqui no blog, mas como no Maio além de ser aniversário do blog é também o aniversário dessa blogueira que vos escreve há quase sete anos.  Nossa! Vocês estão me aguentando há bastante tempo por aqui viu. Acho que na verdade quem merece ganhar presentes são vocês =D
imagem: Shutterstock
Então como meu aniversário está chegando (é dia 06 #ficaadica) resolvi fazer um post diferente de wishlist, com sugestões de presentes.  Não é uma lista muito grande, mas são coisinhas que eu ficaria imensamente feliz em ganhar. Principalmente por que eu nem gosto de Harry Potter ().

Wishlist


Tem mais algum taurino lindu que vai soprar as velhinhas nos próximos dias por aqui? Vamos nos reunir e festejar juntos ()!

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje. E se tem algum item da minha wishlist que vocês desejam também, deixem aqui nos comentários.

Beijos;***

Recadinho: Fiquem de olho no Instagram do blog que vai ter uma surpresinha da Loja Geek10  para vocês por lá ;)

Uma Noite Como Esta por Julia Quinn.

20/04/2017

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788580416640
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 272
Classificação: Bom
Sinopse: Quarteto Smythe-Smith - Livro 02.
Anne Wynter pode não ser quem diz que é. Mas está se saindo muito bem como governanta de três jovenzinhas bem-nascidas. Seu trabalho é bastante desafiador: em uma única semana ela precisa se esconder em um depósito de instrumentos musicais, interpretar uma rainha má em uma peça que pode ser uma tragédia ou, talvez, uma comédia – ninguém sabe ao certo – e cuidar dos ferimentos do irresistível conde de Winstead. Após anos se esquivando de avanços masculinos indesejados, ele é o primeiro homem que a deixa verdadeiramente tentada, e está cada vez mais difícil para ela lembrar que uma governanta não tem o direito de flertar com um nobre. Daniel Smythe-Smith pode estar em perigo. Mas isso não impede o jovem conde de se apaixonar. Quando ele vê uma misteriosa mulher no concerto anual na casa de sua família, promete fazer de tudo para conhecê-la melhor, mesmo que isso signifique passar os dias na companhia de uma menina de 10 anos que pensa que é um unicórnio. O problema é que Daniel tem um inimigo que prometeu matá-lo. Mesmo assim, no momento em que vê Anne ser ameaçada, ele não mede esforços para salvá-la e garantir seu final feliz com ela.

Não costumo “emendar” a leitura de livros de série. Gosto de dar um intervalo entre eles para sentir aquela saudade gostosa da história e de seus personagens. Só que dessa vez resolvi mudar um pouco as coisas, e assim que terminei de ler Simplesmente o Paraíso, comecei imediatamente à leitura de Uma Noite Como Esta. Porém confesso que talvez as minhas expectativas estivessem um pouco elevadas, pois infelizmente o segundo livro do Quarteto Smythe-Smith, acabou se tornando uma leve decepção.

Depois de três anos exilado Daniel Smythe-Smith, o Conde de Winstead finalmente está de volta ao lar. E apesar de não ter planejado a sua volta para uma data festiva, Daniel retorna a Londres no dia que a sua família escolheu, para realizar o tradicional concerto das Smythe-Smith. Daniel não quer chamar a atenção para si em um dia tão especial para irmã Honoria e suas primas e por isso assisti ao concerto escondido em um canto escuro. Porém mesmo nas sombras, Daniel não deixa de reparar na misteriosa pianista.

Anne Wynter
é governanta na casa dos Pleinsworth, por esse motivo quando Lady Sarah Pleinsworth sofre uma terrível indisposição que a impede de participar do concerto anual das Smythe-Smith, Anne é “convidada” a substituí-la. Mas Anne não podia imaginar que ao tentar não chamar a atenção dos nobres ingleses acaba chamando atenção do recém chegado Conde de Winstead.

Ao descobrir que a bela jovem trabalha para sua tia, Daniel começa há passar muito tempo na companhia das primas e com isso aos poucos o flerte inocente que se iniciou na noite do concerto se transformar em um sentimento mais profundo. Só que Anne sabe que é um erro se apaixonar por Daniel e não somente pelo fato dela ser uma governanta. Ela não deve se apaixonar pelo conde, por que não é quem diz ser, e se alguém descobrir o seu segredo Anne perderá tudo.

Bem, não é que essa blogueira que vos escreve não tenha gostado de Uma Noite Como Esta (...). Gostei da história do que encontrei aqui, porém não nego que achei a narrativa em determinados momentos repetitiva. E por mais que eu ame de paixão a escrita da Julia Quinn, ela é humana e como todos nós, e às vezes comete pequenos “deslizes”.

Para começar o grande segredo da protagonista é revelado cedo demais. E me perdoem a sinceridade, mas em minha opinião ele não chega a ser assim tão aterrador. Na verdade eu tive meio que uma relação de amor e ódio pela Anne. Tipo em alguns momentos até me compadecia dos problemas dela, só que em outros não conseguia deixar de pensar que ela só estava naquela situação por que foi ingênua (tonta), um pouco “convencida” e até mesmo prepotente demais.

Daniel é o típico mocinho perfeito dos livros do gênero, mas me incomodou muito o fato ele passar metade do livro correndo atrás da Anne, quando fazia três anos que ele estava longe da mãe e das irmãs. Sério gente! Imagine como a dona Virginia, Lady Winstead deve ter se sentido, após três anos sem ver o filho e ele ser um desnaturado que fica correndo atrás do primeiro rabo de saia que encontra ao invés de ficar com a família? Eu no lugar dela e da Honoria ficaria bastante desapontada.

E tudo bem que a história dos dois é super bonitinha e que mesmo eu achando algumas coisas demasiadamente “exageradas”, torci pelo final feliz deles. Mas não nego que esperava um romance com uma construção mais “sólida”. Tudo aqui foi muito fast, e por mais que eu adore o bom e velho clichê, ando cada vez com menos paciência para esses romances avassaladores de uma semana.

Os pontos altos da história ficam por conta do encantador trio Pleinsworth formado por Harriet, Elizabeth e Frances. Juntas as irmãs protagonizam os momentos divertidos e mais doces da narrativa, em especial a pequena Frances.  Gostei do modo como a Julia deu mesmo que pequeno, um destaque maior aos personagens secundários aqui. A presença das irmãs Pleinsworth  deixou a trama com um toque especial.

E se em Simplesmente o Paraíso, a autora resolveu atropelar o final, aqui senti que aconteceu o contrário. A sensação que tive foi que a Julia quis aumentar a carga dramática da história, dando a ela um toque de ação no final. Em partes isso até funciona, mas infelizmente não nego que fiquei com a impressão que a autora deu uma “enrolada” desnecessária. Só acho (...).

É como comentei acima, não é que eu não tenha gostado de Uma Noite Como Esta. Porém independente das minhas expectativas ao iniciar a leitura estarem altas demais, ou dessa vez a autora ter “pecado” em alguns detalhes, senti que de certa modo a história não me cativou tanto como o livro anterior. No contexto geral ele se mostrou uma leitura agradável, mas que infelizmente não conseguiu me encantar.

“Não havia nada como um sorriso inesperado para tirar alguém do prumo.”

Uma Noite Como Esta possui uma narrativa morna, mas que consegue ser uma leitura leve e fluida. Pode não ter sido o melhor livro que li da Julia Quinn até aqui, porém sem sombra de dúvidas ele me deixou ainda mais curiosa para ler A Soma de Todos os Beijos, terceiro livro da série. Vêm Hugh Prentice ().

Veja Também:  

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por