Resenha - A Invenção das Asas por Sue Monk Kidd.

08/05/2014

ISBN: 9788565530484
Editora: Paralela
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 328
• Classificação: Ótimo
Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços.


Sinopse: Em sua terceira obra, Sue Monk Kidd, cujo primeiro livro ficou por mais de cem semanas na lista de mais vendidos do New York Times, conta a história de duas mulheres do século XIX que enfrentam preconceitos da sociedade em busca da liberdade. Sue Monk Kidd apresenta uma obra-prima de esperança, ousadia e busca pela liberdade. Inspirado pela figura histórica de Sarah Grimke, o romance começa no 11º aniversário da menina, quando é presenteada com uma escrava: Hetty “Encrenca” Grimke, que tem apenas dez anos. Acompanhamos a jornada das duas ao longo dos 35 anos seguintes. Ambas desejam uma vida própria e juntas questionam as regras da sociedade em que vivem.

Alguns livros tem o dom de se tornarem especiais justamente por causa de sua simplicidade. A Invenção das Asas possui aquela típica narrativa despretensiosa, que aos poucos vai conquistando o seu coração. Quando me dei conta disso, deixe de ser uma “mera leitora” para se sentir parte da história.

Nascida da alta aristocracia norte-americana do início do século XIX, Sarah Grimke descende de uma família escravocrata, mas ela desde criança demonstrava possuir uma personalidade um tanto peculiar para época. Isso ficou evidente quando em seu 11º aniversário, ela ganha de presente de sua mãe uma escrava, a pequena Hetty "Encrenca" Grimke. Para Sarah a ideia de ter uma escrava era inconcebível, porém todas as suas tentativas de “devolver” Encrenca para sua mãe, a senhora Grimke acabam sendo frustradas.

Conforme as duas meninas vão crescendo, um laço de amizade e respeito vão se formando entre Sarah e Encrenca.  Sarah que sempre se mostrou ser uma menina inteligente e madura para sua idade, começa a ter ideais fortemente contra a escravidão, enquanto Encrenca aprende desde cedo com a sua mãe, Charlotte a burlar as regras e a sonhar com a liberdade. Esses ideais vão moldando a vida de ambas protagonistas, incluindo a jovem Angelina, irmã mais nova de Sarah que quando a chega a vida adulta abraça a luta da irmã e juntas elas dão os primeiros passos para mudar a história.

Ao acompanhar a história de Sarah e Encrenca, fui presenteada com uma narrativa suave e emocionante. Sarah possui uma força admirável, e mesmo com todas as circunstâncias sendo contrárias a ela e sua causa, Sarah não desistiu de lutar pelo que acreditava ser certo.  O mesmo posso dizer da Encrenca que apesar de todo o sofrimento presente em sua vida, nunca deixou de ser destemida e principalmente de lutar para ser livre.

A Invenção das Asas me fez refletir em diversos momentos, sobre os conceitos sobre quais a nossa sociedade foi moldada. Conceitos esses que infelizmente até hoje ainda persistem.  A maneira com a autora Sue Monk Kidd elaborou a história, fez como que a cada capitulo eu me sentisse ainda mais próxima da Sarah, Encrenca e da luta de ambas. Sofri por Encrenca e por Sarah e desejei assim como elas mudar as coisas e fazer do mundo um lugar mais justo.

Acredito que essa seja a principal lição que A Invenção das Asas deixa para quem o lê. Que sempre vale a pena lutar para fazer do mundo um lugar melhor. Sem sombra de dúvida, esse é um dos melhores livros que li em minha vida.

“Se você precisa errar, erre pela audácia.”

Baseado em fatos e personagens reais, A Invenção das Asas foi uma leitura agradável com uma  escrita delicada, envolvente e surpreendente que ao final de deixou com lágrimas nos olhos. Um livro belíssimo que tocará fundo no coração de todos que o lerem.  Recomendo!

Comentários via Facebook

20 comentários:

  1. Oi Ane, sou suspeita para falar desse livro, assim como você eu li e me emocionei, a história é muito bem contada e não tem como não se encantar com as meninas Sarah, Encrenca e também a Nina...também foi um dos melhores livros que li esse ano e ouso dizer, um dos melhores livros que já li na vida.
    Ótima resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa!Que história perfeita! Só pela sua descrição,eu já fiquei com lágrimas nos olhos.E assim que encontrar este livro,com toda a certeza,irei comprá-lo.Ele já está na minha lista de leitura.
    Sua resenha foi muito bem elaborada e indicou pontos bem fortes do livro.Nos mostrando que também foi atingida pela grande vontade de poder mudar a sociedade.E isso é muito bom:saber que os livros despertam sentimentos tão bons nas pessoas.
    A-mei o conteúdo do seu blog!Muito fofo!

    http://milimetrosegundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. confesso que fiquei apaixonada pelo livro à primeira vista!
    parece tão singelo e ao mesmo tempo traz importantes considerações sobre a vida em geral!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ane.
    Adorei a sua resenha. Eu gosto muito de livros que nos fazem refletir, e esse parece ser um belo exemplo disso. Infelizmente, sabemos que hoje em dia as coisas estão longe de ser igualitárias e justas como deveriam. Isso é um estímulo para que continuemos lutando por um mundo melhor, e um livro como esse parece nos lembrar dessa importância. Dica anotada. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Oie Ane
    esse é um livro que venho relutando em ler, pois sei que irei me deparar com um enredo emocionante, e de certo modo desconcertante. Só de saber que foi sua melhor leitura da vida, já fico aqui me coçando para ler, mas vou esperar um pouco mais, até estar em um bom momento.
    BJos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler adorei a resenha e junto com a sinopse deu mais vontade de ler e a capa ta linda.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Já tinha ouvido falar em A invenção das Asas, mas nunca parado para ler uma resenha, gostei de seu ponto de vista. Também gosto de leituras que começam de forma forma simples e vai nos surpreendendo.
    Quero muito ler! Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros assim, mais profundos e tocantes, estou buscando por leitoras assim no momento.
    A capa desse livro é linda e a editora que lançou nunca me decepciona!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha Ane. Fiquei interessada neste livro desde que o seu lançamento foi anunciado aqui no Brasil. Parece ser um livro bem tocante e emocionante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha lido uma resenha sobre esse livro.
    Parece ser bem legal e envolvente.
    Bom final de semana.
    Bruna Marie - WTF.

    ResponderExcluir
  11. Livros assim muitas vezes não chamam a minha atenção, mas eu leio resenhas e fica aquela vontade de ler. Como faço pra começar e não abandonar? rsrs

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Já tinha lido uma outra resenha tão bonita quanto a sua e já adicionei o livro como desejado no skoob. As vezes não damos nada por um livro por causa da capa e do nome e ele acaba se tornando um favorito.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Esses livros que nos ensinam sobre a vida, sempre são uma boa leitura né? São os melhores tipos delivro, na minha opinião.
    Não conhecia, fiquei bastante curiosa com a resenha :D
    Beijos,
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  14. Acho que essa é a primeira resenha que li, gostei ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Gosto do gênero.
    Pareceu-me muito interessante.
    Estórias que crescem ao longo das linhas realmente se tornam especiais.

    Histórias, estórias e outras polêmicas
    Fan Page H. E. e O. P.

    ResponderExcluir
  16. A luta das duas? Eu fiquei mais interessada na Encrenca. Gostaria de saber se tem luta abolicionista no meio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Emilie =)

      O livro fala não apenas sobre a luta abolicionista como também pelo direito de igualdade das mulheres.

      Beijos;***

      Ane Reis.
      mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
      @mydearlibrary

      Excluir
  17. Oi Ane =)

    Flor, este livro está na pilha de leitura, e eu me pergunto porque ainda não li ><
    Sei que assim como você vou me emocionar com o livro. Tenho certeza disso!
    Eu amo livros do gênero e com certeza tenho que ler logo este.
    Obrigada pela resenha e indicação.

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  18. Oi Ane, tudo bom?
    Depois da sua resenha já quero correr e ler o livro. Gosto de ler sobre esse assunto e essa história me pareceu extremamente emocionante e inspiradora. Com certeza entra para a lista de desejados.
    A escravidão é algo vergonhoso para o ser humano.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ótimo texto de resenha. Meus parabéns! Amei a maneira que vc usou para se expressar, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=78725243

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por