Resenha: Mago: Espinho de Prata por Raymond E. Feist.

10/07/2014


ISBN: 9788567296173
Editora: Saída de Emergência.
Ano de Lançamento: 2014.
Número de páginas: 416
Classificação:
Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.







Sinopse: O Mago – Livro 3.
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, a Mão - o mais jovem larápio do Zombadores, a Guilda dos Ladrões - surpreende um sinistro Falcão Noturno prestes a assassiná-lo. Que poder maléfico fez com que os mortos se levantassem para combater em nome da Guilda da Morte? E que magia poderosa poderá derrotá-los? Mas primeiro o Príncipe Arutha, na companhia de um mercenário, um bardo e um jovem ladrão, terá que fazer a viagem mais perigosa da sua vida, em busca de um antídoto para o veneno que está prestes a matar a bela Princesa no dia do seu próprio casamento.

Acredito que não é segredo para ninguém que a saga do Mago é uma das minhas séries favoritas. Porém, eu mesma não podia imaginar que nessa brilhante continuação o autor Raymond E. Feist me surpreenderia mais uma vez. O Mago: Espinho de Prata é repleto de ação e magia com um toque de mistério que deixou à narrativa ainda mais envolvente e apaixonante. O melhor livro da série até aqui em minha opinião.

Não vou entrar em muitos detalhes sobre certos pontos da história, por que a própria sinopse já entrega algumas coisas.  Mas, para quem não quiser correr o risco de algum spoiler, pode pular um parágrafo.

Um ano se passou desde que aquela que ficou conhecida como a Guerra do Portal acabou. Durante esse período os irmãos Lyam, o Rei dos Reinos das Ilhas, Arutha, o Príncipe de Krondor e Martin, o Duque de Crydee viajaram pelo reino todo, se apresentando ao povo como os novos governantes de Midkemia. Só Arutha, o mais novo dos três era o mais ansioso para que a viagem chegasse logo ao seu destino final. Pois, em Rillanon capital do reino a sua espera está princesa Anita. Porém enquanto a população celebra a felicidade de seus governantes e a paz alcançada, uma nova e perversa ameaça começa a surgir pelas sombras colocando tudo em risco mais uma vez.

O Mago: Espinho de Prata é um livro sombrio, o que levou o enredo para um lado mais místico que timidamente já vinha aparecendo nos livros anteriores que tinham a narrativa focada na guerra. Agora temos um inimigo que além de desconhecido e perigoso é assustador. O mais interessante é que a partir daqui, a história toma um novo caminho tendo não apenas príncipe Arutha () como protagonista, mas com a participação maior de personagens conhecidos, e a inserção de novos personagens e elementos que se tornam decisivos no decorrer da história.

Conforme a narrativa avançava o autor ia revelando aos poucos os muitos mistérios que cercam a origem de Midkemia, instigando em mim um desejo de descobrir quem era o ser maligno dono de uma magia tão poderosa capaz de superar a morte. Não vou negar que em alguns momentos fiquei com “medinho”, mas a maneira como Raymond E. Feist construiu a história é tão fantástica, que a minha curiosidade era infinitamente maior que meu medo, fazendo com que fosse impossível eu desgrudar do livro.

Gostei bastante dessa troca de protagonistas, mas não somente por que o Arutha é meu personagem favorito (que isso fique bem claro). Em meu ponto de vista, não apenas a narrativa se desenvolveu de uma forma mais rápida e dinâmica, como também ficou mais visível a real importância que o Mago Pug em toda a trama. Afinal, por mais que desde o principio o Pug seja o personagem central da história, ainda não estava muito claro o papel dele e de outros personagens em todo o contexto geral da saga, e com essa mudança o autor conseguiu mostrar um pouco dessa amplitude total da história.

Sei que pode soar um tanto repetitivo e que com certeza eu já citei isso nas resenhas anteriores. Porém é impossível não me encantar com a riqueza de detalhes e a beleza com que o autor descreve o reino de Midkemia.  Minha imaginação vai a mil durante a leitura, sempre fazendo como que eu me sinta mais uma personagem da história. Sofro, luto, comemoro e vivo cada instante narrado, como a mesmo intensidade dos personagens. É simplesmente fantástico!

“Desde que parti, pouco mais fiz além de pensar em você. (...) Você é minha alegria. É o meu coração.”

O Mago: Espinho de Prata foi uma leitura deliciosa, com as doses certas de ação, aventura, magia, suspense e romance.  O autor brilhantemente deixou várias pontas soltas, que prometem um final épico e eletrizante para a saga. Mal posso esperar!Eu já estou aguardando ansiosamente por Mago: As Trevas de Sethanon.


Veja também:

Comentários via Facebook

17 comentários:

  1. Oi Ane,
    Eu pensei que fosse uma trilogia...então tem mais um livro...e que bom que você vem gostando bastante da história, isso nos anima a conhecer um pouco mais dessa série que parece ser fantástica. Hehe mesmo com "medinho" você continuou, sinal que a história é muito boa mesmo...afinal estou pra conhecer leitora mais medrosa que você rsrs.
    Parabéns por nos trazer mais uma bela resenha.

    Beijos!!!
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Confesso que ao ler a sinopse não me chamou muito atenção, mas parece uma saga bem bacana. Ao menos foi a ideia que eu tive ao ler sua opinião sobre esse terceiro livro. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Anne

    Confesso que esse tipo de livro não chama minha atenção e passa longe das minhas leituras comuns. É importante sair da zona de conforto de vez em quando, mas mesmo com sua resenha empolgada e cheia de elogios não há nada que tenha conseguido despertar meu interesse.
    Vou anotar a dica porque sua resenha incrível me fez pensar duas vezes.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane,
    Pela sua resenha dar para perceber que o livro possui ingredientes capazes de envolver o leitor do inicio ao fim, porém no momento não tenho interesse de lê-lo, quem sabe no futuro eu mude de ideia.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ane! Eu li o primeiro da saga e gostei muito, mas acabei deixando de lado no momento por conta das outras séries da editora que venho resenhando, espero retomar em breve a leitura e me encantar assim como você a cada novo livro.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane!
    Quero muito ler essa serie, as sinopses e as resenhas que li me chamaram bastante atenção, espero gostar tanto quanto voce.
    Beijos
    Guilherme - http://leituraforadeserie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii Ane!!

    Eu não li essa saga ainda, mas é um tema que eu gosto muito!!

    Vou adicionar na listinha pra ler mais pra frente. Vou ler suas duas outras resenhas sobre os primeiros livros *-*

    Beijinhos,
    Blog EC&M | entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. não conhecia, mas também não me animei muito!
    não sou ligada a livros que explorem a magia desse jeito!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane!
    É perceptível como você ama essa série.
    Particularmente, eu não tenho pretensão de lê-la no momento. Estou evitando iniciar outras séries e mesmo sabendo que esta é boa e possivelmente me agradará, deixarei para iniciá-la em outro momento.
    Mas sua resenha me deixou bastante empolgado. Espero não me decepcionar.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  10. Tenho os dois primeiros livros aqui na minha estante, mas ainda não peguei para ler. Que bom que a serie está melhor a cada livro. Espero me apaixonar por ela assim como você se apaixonou.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha Ane. Aprecio muito livros que envolvam magia e essa saga parece ser bem interessante. Dica anotada. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  12. Já escutei falar desse livro e ele me chamou a atenção, pela sua resenha fiquei mais curiosa ainda para ler ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane.
    Pensei que já acabava nesse, não sei porque UAHSUA Adorei sua resenha. Tenho muita vontade de ler essa série, parece ser bem interessante.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Gostei da resenha
    Mas esse livro não faz muito meu estilo
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie! Estou de olho nessa coleção em breve a solicito para a editora!
    Bjs, se puder comentar nessa resenha ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/07/poseidon.html
    Bjs, Nay =D

    ResponderExcluir
  16. Oi Ane, tudo bom?
    Apesar das qualidades dessa série eu não curto muito esse gênero. Acho que uma história detalhista demais acaba me deixando confusa durante a leitura.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adorei sua resenha, mas não conheço essa série. Curti bastante o tema, e pelo que você falou do equilíbrio de ação com suspense, e por ser bom em descrever os cenários do reino, acho que iria me agradar bastante. Resta saber se e quando eu vou ler ele =/

    Beijos,
    Thiago - Blog GentleGeek

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por