#naplaylist – Descobrimento do Brasil 2016.

18/04/2016

| Arquivado em: MÚSICAS.

Olá leitores,

Sim o #naplaylist – Descobrimento do Brasil está de volta =D. Afinal essa que vos escreve adora aproveitar as “deixas” do calendário para fazer playlists temáticas. Além disso, quero usar o post de hoje, na semana em que o nosso país completa 516 anos para fazer um pequeno desabafo (...).
Creative Market
Sou espírita e minha fé em Deus é o que em muitos momentos me mantém em pé. E nunca vi o nome dele ser usado tantas vezes em vão como ontem dia 17 de abril de 2016.

Sou feminista e a cada “Tchau Querida” que ouvi durante a votação, aumentava em mim o sentimento de tristeza e o medo de ser mulher em um país onde os governantes são visivelmente sexistas.

Sou a favor dos programas sociais, por que não cabe a mim julgar quem precisa ou não de Bolsa Família. E se hoje tenho um diploma universitário, foi graças ao PROUNI.

Apoio a descriminalização das drogas, por que como uma filha que perdeu o pai para o alcoolismo não vejo nenhuma diferença entre a cachaça que é vendida livremente e a maconha.

Apoio a legalização do aborto, por que em minha opinião é mais cruel uma criança nascer e passar a vida toda jogada em um orfanato ou sofrendo abusos e maus tratos dentro de casa por que nunca foi desejada.

Sou a favor do estado laico, por que os livros de História estão ai para nos ensinar que Política e Religião não se misturam. É só estudar um pouco sobre a Idade Média, quando o Reis e Rainhas governavam apenas de fachada, pois que detinha todo o poder era o Papa.

Sou a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, por que sou a favor do amor e ele pelo menos no meu ponto de vista não faz distinção de sexo. Por que independente da forma como uma família é composta, o importante é que nela haja amor e respeito.

Sou contra a diminuição da maioridade penal, por que cadeia ainda mais aqui no Brasil não reabilita ninguém, muito pelo contrario.

Sou contra a pena de morte, por que só Deus tem o poder de julgar uma pessoa plenamente.

Sou contra o porte de armas, por que nas mãos erradas elas são ainda mais perigosas.

Ontem quando vi aquele circo ser transmitido ao vivo, pela primeira vez em minha vida senti um tipo diferente de vergonha. Vergonha de ser brasileira. Por que enquanto nossa frágil Democracia morria, as pessoas estavam soltando rojões e fazendo festa.

Por que ver um deputado que se diz a favor da família, homenageando um dos maiores torturadores de nossa História me deu nojo e medo. Ver que muitos dos que votaram SIM, não fizeram por argumentos próprios, mas por medo de represálias do partido ou por estarem com o rabo preso, me deixou ainda mais indignada. Ver a tranquilidade com que um bandido como Eduardo Cunha comandava tudo e principalmente saber que cada um dos deputados que estavam ali, ganham 33 mil reais por mês para não fazerem NADA, absolutamente NADA pelo Brasil só comprovou uma teoria antiga que tenho.

O problema do Brasil nunca foi só a Dilma e o PT, mas um povo que não sabe votar. Um povo que encara política como clássico de futebol e escolhe seus representantes pela sigla do partido e não por que ele de fato fez algo pelo bem do povo.  Na verdade dos 513 deputados que temos apenas 36 se elegeram com seus próprios votos, os outros 477 eleitos foram “puxados” por votos dados à legenda ou a outros candidatos de seu partido ou coligação.

Sou apartidária e nunca tolerei ou vou tolerar racistas, homofóbicos, machistas e pessoas que usam Deus para disfarçar o ódio, a falta de respeito e sua ignorância. Sou contra o golpe e sempre vou ser. Sou a favor de uma reforma política urgente. Sou a favor da democracia e de uma pátria igualitária com direitos e oportunidades iguais para todos.

E vou lutar por isso sempre!

Apertem o play e confiram o #naplaylist desse mês!

#naplaylist

Peço perdão pelo textão, sei que esse #naplaylist que ficou mais parecido com o Café Literário, porém as vezes precisamos colocar “para fora” tudo o que está pesando dentro de nós. Espero que vocês tenham gostado da play desse mês e até o próximo post!

Beijos;***

Comentários via Facebook

11 comentários:

  1. Olha, são tempos difíceis..
    Nunca a ficção imitou tanto a realidade.
    Tudo o que eu li em Jogos Vorazes ou em Divergente parece estar acontecendo no nosso país. Só que ao contrário da ficção, nenhum tordo vai nos salvar. Só nós podemos fazer isso, unidos.
    Mas a nossa população trata tudo como carnaval ou futebol. Então infelizmente não vislumbro um futuro brilhante pra nós.

    Que a sorte esteja sempre a nosso favor.

    Beiju

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ane seu post foi super sincero e critico!
      eu me assustei com a imbecilidade do circo formado ontem,acho que em meio a todo aquele carnaval era o roto falando do esfarrapado, me senti ofendida por voto de deputados que fazem uma ode sobre como representam a população e vão contra tudo o que acredito
      me assusta ver como as pessoas proclamam inverdades com tanta veemência, como encaram fatos cruciais como banais.
      nossa democracia que engatinhava simplesmente estagnou
      http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Oi Ane! Faço das suas palavras as minhas, que texto excelente. Nosso país está vivendo um momento crítico e as pessoas fazendo brincadeira com tudo, hoje mesmo não aguentei olhar minha timeline do twitter com tanta piadas sem graça. Parabéns pela sinceridade.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Gostei do post Ane. Assim como você, acredito que religião e política são como água e óleo; não se misturam. Acredito também que quando alguém erra, deva ser punido por isso, desde que se tenha argumentos válidos para isso, o que não aconteceu com o impeachment do último domingo. E outra, mesmo que precisamos de uma reforma política urgente há muito tempo, acredito que as pessoas tenham que pesar os prós e contras. Ok, é bem provável que a Dilma Roussef saia, mas ter Michel Temer e Eduardo Cunha como seus substitutos é algo no mínimo insano e repugnante. Voltando a playlist, amei as músicas que você escolheu. Principalmente Legião Urbana, do qual as canções se encaixam como uma luva para os dias atuais. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane!
    Na atual fase do Brasil, achei seu post super válido.
    Ver músicas como Legião Urbana nessa lista foi muito bom.
    Concordo muito com sua opinião.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ane,
    Concordo com você, muitas coisas são intoleráveis.
    Nosso país está ficando cada vez pior infezlimente.
    Adorei a playlist foi muito bem escolhida.
    Bjs
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ane.
    É sofrível ver o que aconteceu no domingo. Não sou a favor do PT, e nem votei na Dilma, mas respeito a maioria dos eleitores que votaram nela. Protesto se faz nas urnas. Achei uma palhaçada aquele monte de homens lembrarem que tinham filhos e mulheres e que Deus existia na hora da votação. Se é daquele jeito que eles trabalham, agora vi porque nosso país está nessa situação. Minha opinião é diferente da sua em vários aspectos, mas respeito ela. Quanto as músicas já sabe que sou meio por fora hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Sil o protesto tem que ser feito das urnas, mas quando chega a hora parece que o povo tem memória curta e acaba sempre votando nos mesmo =/

      E acho lindo que cada um tenha sua opinião formada sobre um determinado assim. Imagina que chato o mundo seria se todo mundo pensa-se igual. O problema é que as pessoas perderam o respeito uma pelas outras.

      Excluir
  7. Gostei muito de saber um pouco mais sobre você!
    Jura que gosta de Cassia? Eu amo MPB desde criança quando minha mãe era fã dela.
    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. AMEI sua playlist! Saudades nxzero hahahaha
    Falar de política é sempre complicado né? Ultimamente nosso país está uma confusão que só... Dá um medo muito grande de tudo o que está acontecendo!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ane, não gostei desse seu textão aí, não...

    eu AMEI!
    De verdade, me identifiquei demais com tudo o que você disse. Essa questão do aborto ainda é um tabu TÃO grande. Há algumas semanas quase fui ameaçada de morte por apoiar o aborto em um grupo de gestantes. Mas gente!? Eu sou mãe de um pedacinho do céu e ele é minha vida, mas quem sou eu pra dizer se uma mulher deve ou não continuar carregando um ser que ela não deseja, que não tem estabilidade emocional e financeira para manter?

    Quando eu disse que os homens abortam sempre ao abandonar seus filhos e mulheres grávidas, fiquei imensamente triste e decepcionada (e até com raiva) ao ver as mulheres DEFENDENDO ESSE ATO, dizendo que os homens realmente não são obrigados a ficar com a mulher, que às vezes a mulher fez pra prender mesmo e o cara não tem obrigação de ficar com ela, que isso não é aborto, que se a mulher não queria engravidar devia ter se prevenido etc etc etc
    Isso vindo de MULHERES, Ane. Que desgosto.

    Enfim, se eu ficar falando disso não paro mais rs
    Ótima playlist! Legião, CBJR, NX Zero, Titãs, Cássia Eller, Marjorie Estiano ♥ Ahhh, nossos nacionais ♥

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por