29/08/2018

SoSeLit #08 – Autores Nacionais x Blogueiros Literários.

| Arquivado em: CAFÉ LITERÁRIO.

Olá pessoas!

Alguém mais achou que esse mês passou voando? Sinceramente eu nunca vi um Agosto passar tão rápido. E apesar desse mês as atualizações do blog terem ficado um pouco “bagunçadas”, essa blogueira que vos escreve não poderia deixar de compartilhar com vocês esse tema por assim dizer “polêmico”, levantado pela Sociedade Secreta Literária. A relação de muitas rosas e espinhos entre autores nacionais e blogueiros literários.

imagem: Shutterstock
Eu, Ariane acredito que um dos grandes problemas da humanidade em geral é o ego. Infelizmente nós estamos vivendo em uma época quem que a grande maioria das pessoas estão egocêntricas e não conseguindo lidar direito com a opinião do outro.  E com isso surgem os textões nas redes sociais, as indiretas que são diretas e todo o blá,blá,blá que a gente já conhece. Mas quem está errado nessa história, o autor (a) que não soube aceitar uma crítica ou o blogueiro que não conseguiu fazer ela de forma “construtiva”?

Escrever resenhas é algo complicado, afinal você está tentando transmitir através do seu texto todos os sentimentos que o livro despertou durante a leitura. E às vezes realmente esses sentimentos não são positivos. Às vezes você pode acabar discordando da ideia do autor (a), ou da forma como ele desenvolveu a narrativa e os personagens, algo que é super normal e saudável até. Afinal, pensem como o mundo seria um porre se todo mundo gostasse das mesmas coisas?

O problema está em como esses comentários “negativos” vão soar na resenha. Pois, da mesma forma que você pode não ter gostado de ponto x e y, outra pessoa pode ler o livro e adorar justamente esses pontos. Adoro quando leio resenhas, que mesmo sendo perceptível que a leitura não foi tão envolvente como o esperado, o blogueiro consegue apontar as partes positivas da história. Ou seja, eu não gostei mas você pode gostar.  Além disso, eu como leitora acredito que há “momentos certos” para você ler um livro e que se você ficar forçando a ler algo que não está afim o resultado será um leitura não tão proveitosa.

Não tenho mais parceira com autores nacionais e esse ano decidi que não teria mais parcerias fixas com editoras, justamente por que comecei a perceber que estava lendo por “obrigação” e não pelo prazer de ler. E sinceramente, está sendo ótimo ler quando eu quero e se quero ler.

Por que eu estou falando tudo isso? Porque eu já tive problemas com autores nacionais. Problemas desde de me pedirem para mudar minha resenha, até e-mails nada educados sugerindo que eu não tinha “entendido direito” a história. Tanto que eu confesso que por um bom tempo eu sentia medo de resenhar livros nacionais aqui no blog e o autor (a) ficar chateado alguma crítica que eu pudesse fazer.

Entendo que o autor possa ficar com medo que por causa de uma resenha não tão positiva, alguns leitores vão desistir de conhecer a história. Mas, também acho que ao invés de bater boca com o blogueiro, ou ficar reclamando da crítica, ele (a) pode ver essa resenha não tão positiva como uma forma de melhorar sua escrita para o próximo livro.

E é aqui que volto a falar novamente de um dos grandes problemas de hoje, o ego. Ego por parte do autor que acha que escreveu o livro do século e ego do blogueiro que acha que só por que ele não gostou o mundo inteiro precisa não gostar também. Tipo, eu não gosto de Belo Desastre, mas há quem goste. Eu amo O Clã dos Magos, mas há quem nem terminou o primeiro livro da trilogia.

O blogueiro não é obrigado a gostar de um livro só porque recebeu ele de cortesia para resenha, porém esperasse que ele tenha o mínimo de bom senso e de educação para apontar os pontos negativos da resenha sem desmerecer o trabalho do autor.  Do mesmo modo que o autor tem sim, o direito de ficar chateado com uma avaliação não tão boa, mas isso não dá direito a ele de ofender o blogueiro.

É uma questão simples de diplomacia em que cada lado cede um pouco para manter nossa linda blogosfera harmonizada ().

Beijos e até o próximo post!

A Sociedade Secreta Literária é formada pelos blogs: Barba Literária , Diário de uma Leitora CompulsivaEu Insisto, La Oliphant, LivrosLab, Macchiato, Pétalas de Liberdade, Um metro e meio de Livros e o My Dear Library. A nossa intenção ao criar o grupo é falar de assuntos bons e “ruins”, e que normalmente as pessoas não falam abertamente na blogosfera. 

Comentários via Facebook

21 comentários:

  1. Olá Ariane,

    Esse é um problema enorme que acontece no meio, já tive muitas negativas, mas não vou falar bem só porque um livro é de parceria....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Ari,
    nossa não tenho como concordar mais com o que tu disse. As pessoas precisam entender que um blogueiro que aceita parceria não é um publi editorial, onde o autor pode influenciar no que vai ser escrito, e se fosse deveria ser pago e identificado como tal. Publicar um livro é se colocar a disposição do outro para ser criticado, seja para o bem ou para o mal. O ser humano é crítico por natureza, nós vivemos comentando e criticando tudo ao nosso redor, como esperar que um blogueiro - que tem isso como função - seja diferente?
    Já peguei muito mais leve nas minhas resenhas do que pego hoje em dia, também. Porque acredito que quem acessa o blog para ler minha resenha quer a minha opinião sobre aquilo, e eu não alivio mais ela. Porque não sou a única pessoa do mundo resenhando aquele livro, e se o leitor não gostou ou discordou da minha opinião, basta ir ler outra resenha que se adeque melhor ao que ele pensa. Opinião é algo muito pessoal pro povo ficar achando que se resolve assim.

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  3. Compreendo muito do que você escreveu, não tanto a nível de autores nacionais, porque resenho muito pouco, mas em relação a editoras já senti esse "mau-estar" por ter feito uma resenha um pouco menos positiva, não somos obrigados a gostar de uma leitura e a opinião é algo muito pessoal, nem todos vão gostar do mesmo e ainda bem.
    Este ano tenho pedido cada vez menos livros a editoras, peço só mesmo aqueles que quero muito ler, exactamente para não sentir essa "obrigação" em ler e em fazer uma resenha mais simpática.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane,
    Ah, esse é um tópico que todo mês ou até semana, surge como pauta. Anos e Anos e parece que pessoal ainda não aceita que crítica negativa, não é uma coisa ruim. Na verdade, está aqui pra ajudar a manter nosso pé no chão e, dependendo dos pontos, a evoluir na profissão.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Gostei do texto Ane. Esse é um assunto que já gerou e ainda gera muito pano pra manga. Opinião é algo muito pessoal e deve ser respeitada, desde que ela seja articulada com respeito e também zelo acerca do seu ponto de vista. Eu já tive muitos e muitos problemas com autores nacionais e não vou enumerá-los aqui para não soar repetitiva, mas saliento que mesmo sendo uma parceria, o blogueiro tem o livre arbítrio para manifestar a sua opinião, seja ela tanto negativa quanto positiva. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ariane!
    Não gosto há um tempo de fazer parcerias com autores nacionais, exatamente por causa desses pontos que você citou.
    Continuo fazendo resenhas, mas porque eu quis ler e falo livremente o que achei.
    Ano passado sem querer entrei numa treta literária. Li um livro que me indicaram e ele era PÉSSIMO. Falei mal do livro, mas com "propriedade", não foi simplesmente "não gostei", expliquei cada um dos pontos problemáticos da obra, e isso no meu Facebook pessoal, nem foi no blog (apesar de que depois fiz a resenha lá também). Meniiiiiiiiiiiina, foi um bafafá. Uma pessoa que não conheço deu print, mostrou para a autora, falou que eu era uma desumana, que a autora tinha depressão e as pessoas falarem mal do livro dela piorava o quadro, que eu era cruel, maléfica, por que eu atacava pessoas indefesas assim e várias outras coisas lisonjeiras do tipo. Me expôs no Facebook dela, expôs meus amigos que tinha comentado o post e mais várias coisas. Até fiz um vídeo depois falando que eu sou sincera nas resenha SIM, que é meu papel falar a verdade sobre os livros que eu leio, e que apesar de eu não ter gostado, você pode gostar. Paciência. Achei péssimo e não vou fingir que gostei. Porque algumas pessoas inclusive me disseram que por causa de pessoas como eu a literatura brasileira não ia para a frente. Que se é livro brasileiro eu preciso amar e divulgar bem. Oi?
    Enfim, egos literários são um saco.
    Eu sou escritora, tenho resenhas negativas, uma amiga minha me esculhambou no blog dela, haha, mas, vida que segue, você não consegue agradar todo mundo e as pessoas precisam entender isso.
    Adorei ver seu ponto de vista e concordo muito com você.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Ane, tudo bem?
    Agradeço aos céus por nenhum autor parceiro jamais ter questionado minhas resenhas (mesmo as negativas). Teve uma autora que até usou minhas críticas pra melhorar a obra, e fiquei super honrada. Mas se a experiência tava sendo ruim desse modo, você tá mais do que certa em não firmar mais parcerias mesmo. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oi Ari
    É uma relação complicada mesmo entre blogueiro e autor. Tem que ter companheirismo, tem que entender o lado um do outro. O blogueiro tem que ter sensibilidade ao dar sua opinião, o autor tem que entender que nem todo mundo vai gostar de seu livro... É complicado, mas quando o equilíbrio é encontrado, essa relação pode ser incrível.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ane!
    Eu acho que essa briga entre autores nacionais e blogueiros nunca vai acabar. O problema é que muita gente não sabe ouvir críticas e creio que alguns autores nacionais acham que nós devemos sempre elogiar seus trabalhos por serem nacionais, saca?
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a um exemplar autografado de O que eu tô fazendo da minha vida
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderExcluir
  10. Hi, Ariane? Tudo numa nice?!
    Ah, eu não leio nacional e não faço parceria há um bom tempo. Li alguns nacionais por aí e não curti muito as obras. Apenas em um dos livros fiz uma resenha muito negativa e a autora não gostou. Mas foi uma questão de opinião, eu recomendei depois apesar de não ter curtido. Por isso decidi ler nacionais quando queria e que não fosse apontado porque assim não haveria pressão de leitura. Posso observar os dois lados dessa questão sobre o que pontuou no post porque sou os dois. Recebi diversas críticas negativas sobre alguns livros meus e pude crescer com a perspectiva dos leitores para amadurecer minha escrita. Acho importante essa questão. Cada um tem realmente sua perspectiva diferente sobre obras e é importante saber a maneira adequada de opinar. Sobre seu exemplo, como deve saber, não consegui terminar de ler o Clã dos Magos, apesar de ter tentado muito e ter lido outras resenhas para me motivar.
    Post muito importante que leva a boas discussões. :)
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Falou tudo, menina! Concordo com cada palavra que vc escreveu. Eu sempre posto resenhas sinceras e quando não gosto, deixo isso claro. Hoje mesmo postei uma resenha assim (tb de livro nacional). É complicado quando o autor não aceita bem que o seu livro não agradou a determinado leitor e parte para ofensas. Graças a Deus nunca passei por isso (por enquanto), mas conheço várias pessoas que, assim como vc, tiveram esse desagrado aí. Bola pra frente, porque como eu comentava ontem com um amigo, no dia que eu não puder fazer uma resenha sincera no meu blog, eu fecho o bichinho. Acredito que a gente pode sim falar que não gostou de um livro, sem desmerecer o autor, como vc mesma disse. Eu tento fazer isso nas minhas resenhas.

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  12. Oi Ari, sempre lamentável quando a pessoa não consegue ouvir críticas construtivas, mas tem gente também que não sabe fazer. gosta de criar polêmica e desmerecer os outros. Infelizmente, tem muita gente que faz bastante coisa pela audiência. Enfim, nunca tive problemas com autores nacionais, mas passei a escolher bem quem eu leio.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane! Esta briga é eterna e cansativa, as pessoas têm que entender que gostos são diferentes e nem sempre todos vão ser unanimes sobre uma obra (eu amo Belo Desastre), mas o importante é ser respeitoso quando falar e quando ouvir. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane, como vai?
    Esta é uma questão complicada e bem cansativa. Eu não faço mais parcerias com autores nacionais já fazem uns três anos. Só tive problemas uma vez e nem foi pela resenha, foi porque o autor achou que eu tinha que ler e resenhar no prazo dele e não no meu. Por isso tô fora! Só mantenho alguns que começaram comigo e nunca tive problemas. Quanto as editoras estou fazendo o mesmo. A cada ano diminuo mais e ano que vem pretendo ficar somente com umas cinco. Ando muito sobrecarregada e ler por prazer é o que há de melhor para os leitores. Acho que meus leitores são a minha maior prioridade, por isso sempre procuro passar o que senti com a leitura. Quando não gosto eu falo que não gostei mas pontuando o que me desagradou. Sempre de forma educada e respeitosa. Mas aceitar críticas mesmo construtivas é complicado para alguns autores.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ane.
    Esse ano decidi que só vou manter alguns seletos parceiros nacionais. Já passei muita dor de cabeça com isso. Acho que todo mundo tem direito de gostar ou não do que quiser. Até porque já comprei livro de resenhas negativas e acabei mando. Resenha negativa não é o fim do mundo e não sou obrigada a gostar só porque é nacional.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ane

    Mulher, ainda bem que eu nunca tive que ler um "você não entendeu a história"... não ia prestar. Hahahah
    Graças aos deuses da blogosfera, nunca tive problemas com autores. E sempre fui muito honesta, tem livro de parceria que recebeu duas estrelas, por exemplo. Mesma coisa com as parcerias com editoras, eu mantenho aquelas que me respeitam sabe.
    Adorei a postagem.

    Beijos e bom final de semana. :)
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Realmente é aquilo: pessoas diferentes possuem interpretações diferentes do mesmo livro. E lógico sempre temos que manter a educação, seja um autor ou blogueiro, assim não há grandes problemas né.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  18. Oi Ane,

    Acho que a palavra Ego se resume muito a esse assunto.
    Já recebi propostas de parceiras em que nem tinha finalizado e por uma dúvida minha o autor acabou sendo super mal educado, isso se nem ler o livro nem nada. Já em outros casos vi blogueiros acabando com um livro sem nem mesmo pensar em explorar o lado bom da história, já que algum ponto positivo deve ter tido, é algo complicado, mas eu acho que a educação e o bom senso tem se priorizar.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  19. Oi, Ane!

    Primeiramente, o mês até que passou rápido mesmo, primeiro agosto da vida que foi ligeiro hahaha adorei o nome da sociedade, e concordo com tudo o que você disse no texto. Felizmente, não tive problemas com os autores que já me cederam seus livros para resenhar, mas tenho visto que essas parcerias tem gerado muito atrito. Ninguém é mesmo obrigado a apreciar a história escrita pelo autor, mas concordo que há formas de se dizer isso, com críticas construtivas, além de apontar as partes que poderiam ser consideradas boas por outro leitor. É preciso ter educação e respeito, afinal de contas. Mas realmente, o ego anda lá em cima na cabeça das pessoas.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi Ane,
    Felizmente, não tive grandes problemas com autores nacionais. Só fiz parcerias que nunca deram sinal de vida e autoras que não respondem resenhas ou não divulgam nossos trabalhos.
    Sei que em resenhas negativas é complicado, mas até em resenhas positivas fico sem retorno. Não é apenas dar o livro/ebook para a resenha, queremos troca, queremos comentários, discussão sobre as obras!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. oi Ane, entendo bem seu ponto de vista, inclusive também ja sofri uma invasiva por conta de uma resenha hahaha eu só acho que além de blogueira sou uma leitora e tenho direito a expressar a opinião que tenho sobre determinada história, não sou desrespeitosa nunca, mas seria bom ter essa reciproca

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Instagram

© 2010 - 2018 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in