Mostrando postagens com marcador À Primeira Vista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador À Primeira Vista. Mostrar todas as postagens
14/08/2017

À Primeira Vista por David Levithan e Nina LaCour

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788501109347
Editora: Galera Record
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 294
Classificação: Bom
Sinopse: Esqueça amor “à primeira vista”. Esta é uma história de amizade “à primeira vista”... ou quase Mark e Kate são da mesma turma de cálculo, mas nunca trocaram uma única palavra. Fora da escola, seus caminhos nunca se cruzaram... Até uma noite, em meio à semana do orgulho gay de São Francisco. Mark, apaixonado pelo melhor amigo — que pode ou não se sentir do mesmo jeito —, aceita o desafio que mudará sua vida. E sobe no balcão do bar em um concurso de dança um pouco diferente... Na plateia, Kate, fugindo da garota que ela ama a distância por meses e confusa por não se sentir mais em sintonia com as próprias amigas, se encanta pela coragem e entrega do rapaz. E decide: eles vão ser amigos. Em meio a festas exclusivas, fotógrafos famosos, exposições em galerias hypadas, essa ligação se torna cada vez mais forte. E Mark e Kate logo descobrem que, em muito pouco tempo, conhecem um ao outro melhor que qualquer pessoa. Uma história comovente sobre navegar as alegrias e tristezas do primeiro amor... uma verdade de cada vez.

Existem autores que são praticamente uma unanimidade dentro do gênero que escrevem e o autor, David Levithan sempre me passou a impressão de ser um desses casos. À Primeira Vista escrito em coautoria com a autora Nina LaCour foi meu primeiro contado com a escrita de ambos. E apesar de pequenos detalhes que em minha opinião podiam ter sido mais trabalhados, no geral gostei bastante do que encontrei aqui.

Mark está completamente apaixonado pelo melhor amigo Ryan. E embora a relação dos dois esteja mais para uma típica “amizade colorida”, Mark não tem certeza de Ryan sente o mesmo por ele.  Durante a festa de abertura da Semana do Orgulho Gay, Mark aceita o desafio de participar de um concurso de dança um pouco diferente. Porém o garoto não faz a menor ideia que Kate, sua colega a turma de calculo está na plateia.

Kate por sua vez, foi parar na boate Happy Happy por que não se sente pronta para conhecer Violet, a garota que ela só conhece por fotos e há meses está apaixonada.  Porém a coragem de Mark a incentiva, Kate decide que os dois precisam ser amigos. E bastam apenas algumas palavras para que Mark perceba que também quer ser amigo e Kate. E essa amizade que antes parecia improvável, os leva para o mundo glamoroso de fotógrafos famosos e exposições em galerias conceituadas. Mark e Kate descobrem que entre as alegrias e desilusões do primeiro amor, a verdadeira amizade é aquele porto seguro que sempre podemos contar para iluminar nossos dias.

À Primeira Vista possui uma narrativa fluida em que logo nos primeiros capítulos nos afeiçoamos aos personagens e ficamos na torcida por um final feliz. Mas, o que torna a narrativa tão fácil de acompanhar é ao mesmo tempo o que deixa tudo um pouco “superficial”.  Dividida entre o ponto de vista de Mark e Kate o livro aborda uma semana na vida dos jovens, e o fato de tudo ser “instantâneo” demais é algo que me incomoda bastante em qualquer história que eu leia.

Gostei dos protagonistas, porém confesso que senti uma empatia maior pelo Mark, pois a sensação que pelo menos eu tive foi que o Ryan “brincou” com os sentimentos dele. A Kate embora seja uma boa personagem em muitos momentos passou a impressão de ser uma pessoa volúvel. E sinceramente, não sei se eu teria a paciência que a Violet teve com ela, principalmente levando em conta todos os encontros e desencontros que elas têm na história.

David Levithan e Nina LaCour escreveram uma história simples e gostosa de se acompanhar, só que senti falta de um aprofundamento maior em questões importantes como por exemplo, o relacionamento de Mark e Kate com os pais. No caso da Kate isso ainda acontece, mas assim como tudo na narrativa em geral, acabou sendo um pouco superficial. Além disso, em diversas situações tive a impressão que os autores se perdiam em detalhes que não agregavam muito na narrativa e com isso deixavam de explorar outros pontos que eram relevantes.

Porém o que mais me marcou na leitura de À Primeira Vista, foi à reflexão e percepção maravilhosa que os autores trazem sobre a comunidade LGBT. Em pleno 2017 (quase 2018), ainda fico assustada em perceber o quanto o preconceito ainda está fortemente presente em nossa sociedade, e encontrar em um livro voltado para o público jovem uma reflexão tão verdadeira e bonita, fez com que a leitura valesse a pena e principalmente, com que meu coração ficasse preenchido e amor e esperança.

“Se olharmos embaixo das superficialidades, o que vamos encontrar é amor.”

Com uma narrativa leve e personagens carismáticos, À Primeira Vista é um livro perfeito para uma tarde preguiçosa de domingo, ou para quando estamos precisando ler algo para deixar o nosso coração mais quentinho. David Levithan e Nina LaCour nos presenteiam aqui com uma história que fala sobre a importância da amizade que e principalmente nos mostra que conhecer e amar a si mesmo,  é a única forma de amar o próximo e encontrar a felicidade.

Instagram

© 2010 - 2020 Ariane Reis | My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in