Sponsor

Mostrando postagens com marcador A Ascensão das Trevas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A Ascensão das Trevas. Mostrar todas as postagens
janeiro 26, 2015

A Ascensão das Trevas por Morgan Rhodes

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.

ISBN: 9788565765510
Editora: Seguinte
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 426
Classificação: Ótimo
Sinopse: A Queda dos Reinos – Livro 03.
Depois de conquistar Mítica inteira, o rei Gaius ainda não está satisfeito: sua nova missão é encontrar a Tétrade, quatro cristais mágicos perdidos, capazes de conferir poderes indescritíveis a quem os reunir. Para isso, ele conta com os conselhos de Melenia, uma imortal que o visita em seus sonhos e que o instruiu a criar uma estrada ligando todos os reinos. Gaius acredita que está no caminho certo e que Lucia, sua filha adotiva, será a chave para localizar e despertar os cristais. Para seu deleite, os poderes de Lucia estão cada vez mais fortes, e um vigilante exilado aparece para orientar a feiticeira. Mas o Rei Sanguinário não é o único que cobiça essa magia milenar: vindos de Kraeshia, um império vizinho muito influente, o príncipe Ashur e a princesa Amara conhecem as lendas de Mítica e desconfiam que a Tétrade não seja apenas um mito. Logo eles entram na disputa e buscam seus próprios aliados nessa corrida pelo poder. Um período de trevas se abate sobre Mítica, e nesses tempos sombrios Jonas, Cleo, Magnus e Lucia precisam descobrir o quanto antes em quem podem confiar.

Após um ano de espera pelo lançamento do terceiro livro da série A Queda dos Reinos, era de se espera que assim que ele finalmente chegasse a minhas mãos eu largaria tudo o que estivesse fazendo para lê-lo no mesmo instante. E o que dizer desse livro?  O que dizer sobre a forma imprevisível e maravilhosa como que a autora Morgan Rhodes guia a sua história?  A Ascensão das Trevas prova mais uma vez o talento dessa autora, de deixar seus leitores angustiados e eufóricos com uma narrativa que surpreende a cada capítulo.

Pode conter spoiler dos livros anteriores, por isso quem não quer se arriscar pode pular três parágrafos.

Jonas tenta desesperadamente descobrir o destino dos outros rebeldes após o resultado trágico do seu motim contra o terrível rei Gaius. Durante a sua fuga ele é salvo pelo misterioso Felix, que lhe oferece ajuda em sua luta para libertar Paelsia e seu povo das mãos do rei.  Ao mesmo tempo a princesa Cleo tenta se tornar amiga da jovem e poderosa princesa Lucia. Agora que ela descobriu a verdade por trás dos perversos planos do homem que destruiu a sua vida e roubou seu reino, Cleo sabe que a chave para ter Auranos de volta é conquistar a confiança da outra princesa.

Em meio a tudo isso Magnus, o príncipe herdeiro se sente cada vez mais dividido entre o desejo de provar ao seu pai que ambos nutrem os mesmos ideais e os seus sentimentos conflitantes em relação à mulher com quem foi obrigado a se casar. Magnus não confia na sanidade dos planos do pai, embora tenha que obedecer a suas ordens sem questionamentos. Quando estrangeiros de outro reino chegam a Mítica sua atenção fica redobrada, e talvez pela primeira vez em sua vida, ele o pai possuem um objetivo em comum.

Mas enquanto Lucia junto com Ioannes, um vigilante exilado aprende a confiar em seus poderes e se torna uma feiticeira cada vez mais forte, Jonas e Cleo se aliam em uma luta contra o tempo em busca dos lendários cristais do poder. Porém, uma nova ameaça surge e nunca as trevas estiveram tão próximas de devastar tudo aquilo que eles amam. A vida de todos e a própria Mítica estão correndo perigo. A hora de Magnus tomar uma decisão definitiva se aproxima, assim como é chegado o momento de todos assumirem os seus lugares para a maior batalha de todos os tempos.

O que mais me cativa na narrativa da Morgan Rhodes, é a forma como ela consegue criar uma trama envolvente que realmente transporta você para dentro da história. No decorrer dos três livros tanto o enredo como seus personagens foram amadurecendo, ao ponto que por mais que você ame uns mais que a outros, você acaba torcendo por todos eles.  Durante a leitura de A Ascensão das Trevas em muitos momentos eu senti raiva das atitudes ”infantis” da Lucia e fiquei com o coração na mão pelos riscos aos quais Jonas se colocava. O mesmo acontecia com o Magnus, em que desde o livro anterior venho nutrindo uma relação de amor e ódio na mesma intensidade.

Acredito que já comentei isso aqui, mas tem horas que essa personalidade fria em enigmática do Magnus me irrita profundamente. Porém, eu consigo “entender” os motivos de ser assim e agir de forma “estúpida” às vezes. Em relação à Cleo eu sinto praticamente a mesma coisa. Tipo eu torço por ela, mas tem horas que fico me perguntando por que ela tem que ser tão “imprudente”, mesmo que isso só reforce o fato de ela ser corajosa e determinada. E em minha opinião é justamente esse conjunto de elementos que torna a série A Queda dos Reinos tão fantástica.  Por mais que você tente prever os próximos passos da história a autora sempre vem com uma reviravolta que deixa você surpreso e querendo saber mais.

O que será desses quatro jovens tão diferentes entre si, mas ligados profundamente por um forte acaso do destino ainda é incerto. A única coisa concreta em tudo isso é que Morgan Rhodes deixou bem claro aqui, que os mistérios de Mítica estão longe de serem desvendados e que a aventura apenas começou.

“- Debaixo da sombra que meu pai sempre faz sobre mim, você é a única luz que consigo enxergar. E, custe o que custar me recuso a deixar essa luz a se apagar”.

Uma das minhas séries favoritas e perfeita para quem gosta de enredos imprevisíveis e aventuras mágicas cheias de mistério e ação. Só acho que se você ainda não começou a ler a série A Queda dos Reinos está marcando bobeira. Se eu fosse você mergulharia nessa fantástica história imediatamente.


Veja também:

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in