Sponsor

Mostrando postagens com marcador A Cidade Murada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A Cidade Murada. Mostrar todas as postagens
abril 27, 2015

A Cidade Murada por Ryan Graudin

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788565765633
Editora: Seguinte
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 400
Classificação: Ótimo
Sinopse: A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, um garoto com um passado que o assombra. Para alcançar sua liberdade, ele terá de se envolver com a principal gangue e formar uma dupla com alguém que consiga fazer entregas de drogas muito rápido. Alguém como Jin, uma garota ágil e esperta que finge ser um menino para permanecer em segurança e procurar sua irmã. Mei Yee está mais perto do que ela imagina: presa num bordel, sonhando em fugir… até que Dai cruza seu caminho.

Desde que li a sinopse de A Cidade Murada, fiquei curiosíssima para saber mais sobre a história que o livro guardava. Talvez um dos fatores que contribuiriam para isso, foi o leve contorno distópico que a premissa nos apresenta. Algo que com conforme nos aventuramos em suas páginas não se confirma, mas que mesmo assim surpreende por possuir uma narrativa ágil e marcada por inúmeras reviravoltas.

Hak Nam é uma cidade esquecida por todos.  As diferenças entre ela e a cidade vizinha Seng Ngoi são impossíveis de ignorar. Enquanto uma esbanja o luxo e sofisticação, a outra é o retrato cruel da miséria. Hak Nam, a Cidade Murada é dominada pela sujeira, tráfico e, sobretudo pelo medo. Dai está preso nessa cidade, e a única forma dele conseguir a sua liberdade é arriscando a sua vida se envolvendo com a Irmandade, a principal e mais perigosa gangue de Hak Nam. Porém, para que seu objetivo seja alcançado ele vai precisar encontrar alguém rápido o bastante para entregar drogas, alguém com Jin.

Para muitos da Cidade Murada, Jin é apenas mais um entre tantos garotos de rua que rouba para ter o que comer em meio ao caos de Hak Nam. Mas, embora seja realmente um dos corredores mais rápidos que Dai poderia encontrar, Jin tem seus próprios motivos para estar nos corredores pobres e imundos da cidade. Ela está em busca da sua irmã mais velha Mei Yee, que foi vendida pelo próprio pai para um bordel. Quando os caminhos de Dai, Mei Yee e Jin se encontram uma corrida contra o tempo começa. E a vida de todos vai depender de quão ágeis e corajosos eles conseguem ser.

Inspirada na cidade murada de Kowloon (China), a narrativa da autora Ryan Graudin nos traz personagens fortes tentando sobreviver em um cenário caótico. E mesmo que A Cidade Murada seja uma obra de ficção é impossível não pensar que uma cidade verdadeira realmente existiu. A autora criou uma trama que até o final me levou a questionar quem era o Dai, e qual foi erro que ele cometeu para acabar em Hak Nam. Do mesmo modo, corri pelas ruas sujas da cidade com a Jin. Não somente por que ser rápida a mantinha viva e sim por que um dia a mais naquele lugar, significava um dia a mais longe da sua irmã. Longe de Mei Yee, que foi corajosa e determinada mesmo quando tinha inúmeras razões para desistir.

Com uma narrativa que intercala o ponto de vista dos três protagonistas, A Cidade Murada apresenta uma história atual que me deixou com o coração na mão em diversos momentos, e me fez torcer por Dai, Jin e Mei Yee até o fim. A escrita de Ryan Graudin é fluida e tão envolvente que transporta o leitor para dentro da história. A cada novo capitulo a autora reserva uma surpresa, uma “peça nova do destino” tornando tudo ainda mais angustiante e eletrizante.

Acredito que o único ponto “negativo” do livro, ao menos em minha opinião foi que, achei o final um pouco corrido. Senti falta da autora ter explorado alguns pontos que a meu ver teriam deixado a narrativa mais rica. Não é nada que atrapalhe o ritmo da história ou interfira de fato em sua conclusão. Ok! Talvez eu só esteja sendo apenas chata e detalhista. Porém por mais que tenha gostado muito do livro, infelizmente não consigo deixar de lado aquela sensação de que ficou faltando alguma coisa (...).

“Mas algumas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer. Por mais forte e ardente que seja o pedido.”

A Cidade Murada é um livro perfeito para leitores que buscam histórias com uma boa dose de ação e suspense. Mesmo com todos os avisos de “mantenha a distancia”, você também se sentirá tentado a vagar pelos corredores de Hak Nam para viver essa perigosa e inesquecível aventura. Recomendo!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in