Sponsor

Mostrando postagens com marcador Encruzilhada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Encruzilhada. Mostrar todas as postagens
setembro 11, 2015

Encruzilhada por Kasie West

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788565765718
Editora: Seguinte
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 304
Classificação: Muito Bom
Onde Comprar: Submarino.
Sinopse: Pivot Point - Livro 01.
A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?

Confesso que a primeira impressão que tive quando li a sinopse de Encruzilhada foi que ele se travada de mais um desses livros na “modinha”, com seu bendito triangulo amoroso que você logo no começo já sabe com que a mocinha chata vai ficar no final. Porém algo a mais me chamou a atenção na sinopse dele. Fiquei me perguntando como seria esse mundo dividido entre normais e paranormais que a autora Kasie West de propôs a criar. E para minha felicidade, mesmo com os clichês clássicos Encruzilhada foi uma leitura bem surpreendente.

Addison Coleman, a Addie possui uma habilidade rara mesmo entre os paranormais. Ela é capaz de investigar o futuro e descobrir qual é a sua melhor opção sempre que precisa fazer uma escolha na vida. Ela mora com os pais no Complexo Paranormal, um lugar escondido dos mapas oficias que apenas pessoas do alto escalão do governo “normal” conhecem. Quando seus pais anunciam o divorcio e colocam nas mãos de Addie escolher se fica com a mãe no complexo, ou parte com o pai para viver no mundo entre os normais, a única coisa que lhe resta fazer é investigar o futuro.

As duas alternativas a principio se mostram boas. Se ela continua no Complexo era conquistará o coração de Duke, o garoto mais popular da escola. Se ela for embora com o pai ela conhecerá Trevor, um garoto normal por qual irá de apaixonar. Addie investiga seis semanas da sua vida na tentativa de tomar a melhor decisão. Porém, quando ambos os caminhos parecem se cruzar trazendo com eles acontecimentos catastróficos, Addie percebe finalmente que não importa o caminho que escolher, ela vai acabar se machucando e perdendo algo ou alguém que ama.

Encruzilhada possui uma narrativa rápida em que os capítulos são intercalados pelos futuros distintos da Addie. Isso poderia até tornar a história confusa se não fosse à maestria com que a autora conduziu o enredo. Pense em um livro que te deixa aflita não somente para saber qual será a escolha da protagonista, mas para descobrir como tudo termina.

Por que em Encruzilhada, apesar de todo o drama adolescente presente, existe uma grande carga de mistério e ação também. E esses dois ingredientes tornam a leitura tensa, mas de um jeito bom, se é que vocês me entendem. A escrita da Kasie West é fluida do tipo que não se apega em detalhes desnecessários, mas que ao mesmo tempo é envolvente, dando a sensação que estamos literalmente dentro da história.

Os personagens também foram muito bem construídos, mesmo a Addie sendo um pouco chatinha e mimada.  Já a Laila sua melhor, foi uma das personagens que mais gostei por que ao contrário da protagonista, apesar de ter vários problemas em casa ela não reclama não se faz de “vitima”. Ok! As duas têm atitudes bastante infantis durante a história, mas a maneira como a autora trabalhou a relação das suas em ambas as realidades torna todo “drama” natural. Admito que aqui é bem difícil você escapar de entrar para a torcida do Duke ou do Trevor, pois os dois mocinhos possuem em suas personalidades algo doce e encantador. E antes que vocês se perguntem, - sou team Trevor ().

O único ponto que considero “negativo” é a necessidade de ter mais um livro para finalizar a história. Sim, Encruzilhada é uma duologia. Tipo se o livro tivesse mais cento e cinquenta páginas ou até mesmo um pouco mais, seria ótimo. Primeiro por que a narrativa estava seguindo um bom ritmo que foi cortado por “final” abrupto. E segundo por que não é nada legal ficar esperando uma continuação, principalmente quando você é uma pessoa curiosa como eu.

“- Quando leio sinto minhas próprias emoções. Emoções que nenhuma outra pessoal me obriga a sentir. (...) Gosto de lembrar que posso ter sentimentos sem ninguém me manipular.”

Encruzilhada possui uma narrativa que nos prende em suas paginas e personagens que nos fazem ama-los e odiá-los ao mesmo tempo. Tudo isso com doses certas de romance, ação e mistério. Mal posso esperar por Split Second.

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in