O Melhor de Mim por Nicholas Sparks.

08/04/2012

O Melhor de Mim por Nicholas Sparks.                                                                            


Ficha Técnica.

Editora: Arqueiro
Autor: Nicholas Sparks
ISBN: 9788580410495
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 272
Classificação: 4 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, SubmarinoCompare os Preços.


Sinopse:                                                                                              

O Primeiro Amor Deixa Marcas Para a Vida Inteira.

Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

Resenha:                                                                                                                                                  

Mais um livro do autor Nicholas Sparks sendo resenhado aqui no blog. Desta vez vou compartilhar com vocês a minha opinião sobre o último lançamento do autor no Brasil, o livro O Melhor de Mim.  O livro me surpreendeu bastante não por ser uma linda história de amor, mas sim por todo o conjunto da obra.

O fato de o livro ter como plano de fundo a bela história de Amanda e Dawson conquista logo de cara os leitores que adoram livros românticos como eu. Mas durante a leitura fui percebendo que o autor procurava passar muito mais do que a história de duas pessoas que nunca conseguiram esquecer o seu primeiro amor. Fui percebendo que através das entre linhas que a mensagem final que Sparks pretendia passar ia muito além dos clichês. Aliás, embora não seja o tipo de livro com grandes surpresas, O Melhor de Mim não tem nenhum clichê. Ele consegue ser sensível e delicado sem ser enjoativo durante toda a narrativa. De todos os livros que li do autor até hoje, diria que este foi o mais “humano” deles.

Dawson é um homem com 42 anos, que vive solitário e carrega nas costas e na alma o que parece ser o peso de todo mundo. Dawson nunca se casou, passou a vida toda se culpando e tentando remediar os danos que ele acreditava ter feito no passado. O fato de ter nascido em uma família de criminosos, nunca o impediu em sua juventude de tentar ser uma pessoa melhor, mas por um acaso de destino tudo pelo que ele sempre lutou foi por água abaixo mudando para sempre a sua vida.

Amanda também aos seus 42 anos é casada em tem três filhos. Amanda e o seu marido Frank nunca se recuperam do baque de perder uma filha ainda bebê para o câncer. A morte da pequena Bea afastou o casal, transformando Frank em um alcoólatra e Amanda em uma mulher triste e sofrida. O relacionamento de Amanda com sua mãe Evelyn nunca foi um dos melhores, fato que vez com que ela procurasse meio que sem querer Tuck, um velho amigo do seu primeiro namorado Dawson para desabafar e encontrar um pouco de conforto para o seu coração.

Após o falecimento de Tuck, Amanda e Dawson se reencontram para prestar a sua última homenagem ao amigo e descobrem que o amor que sentiam um pelo outro na adolescência nunca morreu. Em um final de semana muitas das certezas que ambos tinham são confrontadas e suas vidas acabam transformadas para sempre.

Durante a leitura somos levados a vivenciar situações e escolhas difíceis.O livro em si não é romântico, mesmo que a primeira vista passe isso a sensação que tive enquanto lia, era de aprendizado. O Melhor de Mim me levou a refletir sobre o poder das escolhas que fazemos na vida. Certas ou erradas são decisões que não podemos voltar atrás, e que direta ou indiretamente nossas escolhas interferem na vida das pessoas que nos amam.

Confesso que no capítulo 18 já percebi com o livro terminaria, na verdade do meio para o fim o livro se encaminha para um final não emocionante propriamente dito, mas tocante. Você durante a leitura fica tão envolvido com a história que acaba sentindo uma mistura de tristeza, descrença e ao mesmo tempo de conformismo.  Sim conformismo, por que você sente e sabe, e por mais que queira mudar, que o final não poderia ser diferente.

Uma narrativa simples e delicada com personagens tão reais e complexos nos leva a analisar a próprias marcas que carregamos na vida, e a pensar assim com Amanda e Dawson se não está na hora de deixar alguns “fardos” e culpas que carregamos para traz. Palavras com libertação, perdão e esperança resumem bem o que Nicholas Sparks tenta passar com mais este livro.

 Uma leitura que vale apena do começo ao fim!



Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Todos os livros do Nicholas Sparks tem os mesmos tipos de personagens pelo que já percebi...
    Ainda não li esse livro e também não é prioridade, mas eu gosto do Nicholas hahahah
    Adorei a resenha =]

    Beijos,
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ane!

    Meu livro está esperando que eu arrume um tempinho pra ele! rs

    Eu adorei a sua resenha.
    A história parece ser linda - como já espero que seja!

    Bjos e boa semana pra você!

    ResponderExcluir
  3. Eba!! Primeira resenha desse livro que leio e amei!!! Ai que legal, fiquei feliz em saber que o livro não tem clichês, apesar de o Nicholas seguir uma linha de estória que sempre me deixa impressionada. Acho que ele vai me surpreender mais ainda com o toque "humano" do livro! *-*
    Nossa, o personagem ter nascido em um lar de criminosos, a mulher ter perdido o bebê, são situações que deixa a gente com um nó na garganta e mais comovidos e sensíveis à vida né?

    Parabéns pela resenha! =*

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane!
    Parece um livro muito bom, bem tocante mesmo! Ainda não li nada do Sparks, mas curto muito as adaptações de obras dele para o cinema! Vou querer ler este!!
    Bjus
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  5. Desde aquele ultimo livro do Nicholas que foi lançado: Um Homem de Sorte, eu tenho ficado receosa sobre os livros dele, pois aquel teve muitas resenhas negativas, mas este, pela sua resenha, parece ser muito bom.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  6. Nossa Ane, uma das melhores resenhas sobre o livro que eu já li. Você viu mais que o simples romance, tão abordado por todos, e tocou em questões normalmente complicadas, como o conformismo. É fácil dizer que precisa mudar quando as coisas não acontecem conosco, né?
    Amei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha Ariane! Já li O Melhor de Mim e amei! Chorei litros com esse livro! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu não sabia o que esperar desse livro, mesmo já lendo a sinopse. Mas me interessei pela minha curiosidade em ler algo do Nicholas. Mas lendo sua resenha, vejo que o livro é realmente bom, só em ler os trechos que você fala sobre Amanda e Dawson dá pra perceber que são dois personagens complexos e que a história tem suas problemáticas. Se o livro traz reflexões sobre a vida, com certeza quero ler, ainda mais agora né.

    Amei a resenha.
    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha! Até agora li umas 3 ou 4 sobre esse livro e tenho estado bem empolgada com ele. Tenho um pé atrás com o Nicholas, mas Um Homem de Sorte me conquistou e acho que essa história também vai me agradar, justamente por ser mais voltada a um crescimento, uma lição de vida do que um romance meloso, entende?

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, Ane!!
    Adorei a sua resenha!!
    Eu só li um livro do Nicholas até agora e como a leitura não foi muito prazerosa, acabei dando um tempo. Espero conseguir ler mais livros dele e também me envolver tanto quanto você, pois sei que os livros sempre passam uma mensagem de superação e emocionam qualquer um. Espero ter a oportunidade de conferir esse lançamento também.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  11. ei Ane,
    esse não é um livro para mim, rsrs.
    Só pela resenha já tenho vontade de chorar, hauhaua.
    Acho os livros do Nicholas muito tristes e sempre evito ler. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ah, confesso que quando fiquei sabendo do lançamento desse livro fiquei com um pé atrás, não sou fã do Nicholas Sparks e particularmente não gosto muito dos livros dele, mas o fato de esse em especial não ter nenhum clichê chamou a minha atenção, quem sabe eu leia um dia 'Haha. Enfim, ótima resenha flor.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  13. eu gostaria de saber se é certo associar o nome do Sparks com livros de romance.... parece que ele só faz coisas do estilo.não que isso seja ruim.
    Emilie Escreve

    ResponderExcluir
  14. Acho que nunca falei, mas seu blog é um dos mais agradáveis de visitar. Parabéns por tudo. Apesar de nem sempre comentar vira e meche passo aqui.

    O livro deve ser muito bom mesmo. O primeiro amor, nunca esquecemos e quando acaba, com tempo perde a importância, mas se foi forte de verdade ao reencontrar a pessoa, sem dúvida é possível reviver o sentimento.

    A medida que vamos crescendo pegamos outros elementos e inserimos no que chamamos de amor, coisas como segurança. Não é algo ruim, é justo, afinal ninguém quer se entregar e se frustar. E concordo com o autor, o amor é a unica coisa forte no mundo capaz de fazer tudo, e passei acreditar que amor é uma palavra que encontramos para juntar tudo aquilo que forma esse sentimento sublime.

    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  15. Hey Ane (:
    Adorei a resenha. Eu to com vontadezinha de ler esse livro, já vi resenhas muito boas. Tomara que eu goste deste também do Nicholas :D

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  16. Estou lendo o primeiro livro desse autor: "Querido John". Sabe, estou adorando... Parece uma conversa super agradável de uma história de amor. Pretendo ler mais livros dele, e esse que você citou está na minha lista.
    Outra, coisa que preciso comentar é a riqueza dos detalhes e a maravilha que é sua resenha. Simplesmente adorei seu ponto de vista e tudo mais. Vou ficar mais por aqui. *-*

    Um beijo, seguindo.
    http://www.eppifania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Bah Nicholas me conquistou no primeiro livro dele, eu morro pra ler os outros. Vou ver se leio esse e gosto né??

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. eu li esse livro em doi dias eu me senti presa a ele eu chorei muitoo mesmo com o final.... recomendo a todos

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por