Resenha - Extraordinário por R.J Palacio.

07/11/2013



ISBN: 9788580573015
Editora: Intrínseca
Ano de Lançamento: 2012
Número de páginas: 320
Classificação:
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços.






Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Passei longos minutos olhando para a tela do computador sem saber como começar essa resenha. Embora escrever seja algo tão natural como respirar para mim, alguns livros conseguem a façanha de me deixar sem saber como usar as palavras, e Extraordinário é uma dessas raras e maravilhosas exceções. Ao começar a leitura, jamais imaginei que ao final ficaria tão encantada com a história como fiquei.

Por não se tratar de um “livro novo”, acredito que a maioria de vocês já leram várias resenhas descrevendo toda a história de Extraordinário, por esse motivo nessa minha resenha vou apenas comentar um pouco como foi a minha experiência com ele durante a leitura.

Pode até soar muito clichê, mas só posso definir Extraordinário como “um livro realmente extraordinário”. Confesso que nos primeiros capítulos eu várias vezes me perguntei, o que esse livro tinha de tão especial que fez com que tantas pessoas se encantassem por ele.  O que descobri conforme minha leitura avançava é que o livro em si, não tem nada demais. Porém, ele é escrito de forma tão primorosa e com uma delicadeza incrível, que ao decorrer dos capítulos a narrativa não foi apenas me deixando apaixonada por Auggie, mas também me fez refletir sobre muitos aspectos de minha vida também.

Sempre acho incrível como coisas simples e tão corriqueiras como ler um livro, conseguem me emocionar.  Talvez isso aconteça pelo fato de que alguns problemas passados pelos personagens se aproximem um pouco na nossa não “tão bela” realidade diária, mas a verdade é que livros como esse nos fazem ter esperança. Auggie apesar de ser uma criança que passou por tantas dificuldades no decorrer da vida, nos ensina com uma sutiliza enorme que não existe um problema grande o bastante que você não pode superar.

Auggie é um personagem especial não por causa das suas deficiências, mas por toda a sua determinação em vencer cada uma delas. Se não bastasse essa lição de superação que ele nos dá durante a narrativa, Auggie ainda consegue tocar e mudar de forma indireta a vida de outras pessoas também. Embora sua aparência pudesse incomodar algumas pessoas como o mimado e egoísta do Julian, ela era simplesmente um pequeno detalhe para Summer. Até mesmo o Jack que a principio se deixou influenciar pelas atitudes negativas de alguns alunos, ao final percebeu que quando a amizade é verdadeira, o que menos importa é a aparência e sim os bons momentos compartilhados.

Percebemos no decorrer da história também a importância da família em nossas vidas, por que não é apenas Auggie que sofre com o preconceito ridículo das pessoas, e sim sua família inteira. A que passa por isso de uma forma mais evidente é a Olívia, irmã mais velha de Auggie. Por um lado ela se sente na “obrigação” de defender o seu irmãzinho de todo o tipo cruel e discriminação, só que por outro lado ela acaba se sentindo deixada de lado pelos pais que sempre inconscientemente dão mais atenção para Auggie, do que para ela. O que pode parecer para alguns um comportamento infantil e até mesmo egoísta, na verdade foi à forma dela dizer aos pais que também “existia” e que assim como Auggie precisava de atenção e claro, carinho e amor.

Eu gostei muito da maneira como a autora R.J Palacio trabalhou com esse “pequeno drama familiar”. Do mesmo modo, R.J Palacio retratou situações do dia a dia de uma forma tão bela que até inclusive os momentos que tinham aquela certa tensão emocional a autora conseguiu deixa-los mais leves tornando a narrativa tão cativante que a cada obstáculo ultrapassado tanto por Auggie, como pelos demais personagens me fizeram sentir como se fosse eu que estivesse ultrapassando esses obstáculos também.

Extraordinário não é apenas um livro para ser lido, e sim um livro para ser vivenciado. Você tem que se entregar a história, e se imaginar no lugar de cada um dos personagens para conseguir entender e principalmente sentir toda a grandeza do livro. Ao final eu estava não apenas como os olhos cheios de lágrimas, mas me senti tão orgulhosa de Auggie que se fosse possível eu teria dado um forte abraço e dito a ele, o quanto eu o amava e estava orgulhosa dele. Bem, pelo menos sei que em meu coração eu fiz isso e me sinto imensamente feliz.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

Uma história linda e cativante que todos deveriam ao menos uma vez na vida ler, Extraordinário fala de amor, amizade, respeito e principalmente esperança. Recomendo!


Comentários via Facebook

12 comentários:

  1. Ainda não li, mas só vejo resenhas positivas ;)
    Ane, além de blogueira eu agora sou também escritora da Novo Conceito RSRR
    http://www.editoranovaspaginas.com.br/e-books/feitico/
    Espero que possa ler e que curtatem depoimento da Marina Carvalho uma fofa que leu.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Ane! Estou ansiosa para ler Extraordinário! Parece ser um livro emocionante! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Olha você me fazendo querer ainda mais esse livro!
    Eu estou doida por ele há um tempo já.
    E agora você me deixou com mais vontade ainda rs
    Sabe quando você tem certeza de que vai gamar em um livro? Acho que é isso que acontece entre a minha pessoa e essa belezura aí kkkkk

    bjs
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. eu nem tinha ligado antes pro livro, acho que porque não tinha lido nenhuma resenha mas o livro agora me faz repensar e acho que ia gostar de ler
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro, mas estou esperando alguma promoção para comprar. Você passou de um livro forte para outro né? A ultima resenha foi Passarinha que é bem denso também. hehehehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Ah, acho que nem tem como definir esse livro com outra palavra mesmo viu?!
    Eu fiquei completamente encantada com ele também, realmente extraordinário.
    Nem esperava muito do livro, pensava mais um livro teen que todo mundo ta lendo... Fui sem expectativa e puxa, que livro!
    Eu nem tinha lido resenhas dele, quando comecei o blog meio que tinha passado a "fase" então fui zerada!
    maravilhoso rs

    Beijos,
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  7. oie
    Esse livro é meu xodó. O mais interessante é a forma como a autora deu leveza a narrativa dos outros personagens, nos trazendo um olhar diferente para o Auggie.
    Amo amo.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Apesar de não ter amado o livro, gostei muito dele e acho que é o tipo de livro que todos devem ler, e o que mais gostei no livro é a relação do Auggie com a família. Adorei a resenha.

    Beijos
    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane, eu fiquei completamente apaixonada pelo livro e seus personagens maravilhosos. É uma história que te arrebata de tal forma que fica difícil esquecer depois que o livro termina. A história é tocante e uma verdadeira lição de vida.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Confesso que fico um pouco contrariada quando leio resenhas positivas demais sobre dado livro. Já fui desapontada uma vez. u____u

    ResponderExcluir
  11. Oi Ane...eu comprei esse livro mas ainda não li, lendo sua resenha percebo que devo ler o quanto antes, mas sei que será um livro onde eu irei me emocionar muito.
    Parabéns pela ótima resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Desenterrando uma resenha hahaha
    Fui atrás de mais informações devido a seu próprio comentário no FB, cujo achei bem interessante e pertinente. O trailer do filme realmente transpassa uma história difícil, mas aparentemente bela,como disse mais cedo pra ti, já adquiri meu exemplar e acho que começarei a ler semana que vem. Espero que os ninjas cortadores de cebola estejam atarefados quando for lê-lo hahahaa

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por