A Viajante do Tempo por Diana Gabaldon.

10/02/2015

| Arquivado Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788567296227
Editora: Saída de Emergência
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 800
Classificação: Muito Bom
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços.
Sinopse: Outlander - Livro 01. Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Após duas tentativas mal sucedidas há alguns anos atrás, finalmente consegui concluir a leitura de A Viajante do Tempo. A primeira vez admito que abandonei o livro (me condenem), já na segunda meus quinze dias tinham acabado e precisei devolver o livro para a biblioteca. Porém, agora uns bons anos depois essa que voz escreve além de finalizar a leitura (dancinha feliz), confessa para todos que lerem essa resenha, estar profundamente arrependida por não ter “insistindo” um pouco mais nas tentativas anteriores.

Quando a Segunda Grande Guerra acaba, Claire e Frank Randall decidem tirar férias e viajam para a pacata cidade de Inverness na Escócia. A viagem era para ser uma espécie de segunda lua de mel para o casal, e tudo estava saindo como o planejado. Porém, quando Claire retorna ao local onde há poucos dias ela tinha presenciado o que parecia um antigo ritual celta, sua vida vira de cabeça para baixo. Como que por magia Claire vai parar na Escócia de 1743, época em que a região ainda é dominada por clãs guerreiros.

Ao se deparar com um desses antigos clãs Claire conhece alguém que pode deixar a sua situação ainda mais complicada. Jaime Fraser é um jovem corajoso e carismático que aos poucos vai conquistando um lugar especial em sua vida e principalmente em seu coração. Mas, ela sabe que quanto mais tempo permanece no passado, o futuro como conheceu pode estar ameaçado. Para Claire Randall decidir entre ser fiel ao seu marido ou se entregar ao que sente por Jaime, pode ser um caminho sem volta.

Diana Gabaldon é uma autora fantástica, por mais que nem tudo no livro tenha me agradado. Sim sou chata e admito isso, só que não posso negar o fato dela ter escrito uma história completa em todos os sentidos.  A Viajante do Tempo possui um enredo cheio de ação, aventura, romance e fantasia, ao mesmo tempo em que funciona como fonte histórica. É perceptível a cada capitulo que a autora pesquisou muito para desenvolver uma trama riquíssima em detalhes como essa.

Se por um lado isso foi algo positivo já por outro acaba deixando o ritmo de leitura em determinadas passagens um pouco lento. O problema não é o fato de A Viajante do Tempo ser um livro extenso e sim dele possuir capítulos muito longos, em que alguns não acontecem absolutamente nada que interfira no contexto geral da história.  Confesso que foi a partir do capitulo vinte e cinco que me envolvi de verdade com a narrativa. Não que até então e leitura estivesse sendo “sofrível”, só que foi a partir desse ponto que finalmente consegui me conectar com o mundo criado por Diana Gabaldon.

Acredito que o me manteve firme e forte durante os capítulos anteriores foi os personagens. Claire possuir uma personalidade cativante e mesmo correndo todos os tipos de riscos estando em outra época, ela não perde a sua determinação.  E o Jaime apesar de em muitos momentos me deixar à beira de um ataque de nervos por ser tão teimoso, sempre acabava se redimindo com o seu jeito romântico e encantador. Mas, como vocês sabem nem tudo são flores e personagens fofos nessa vida literária.

Estou acostumada a chorar em livros. Sou mais mole que manteiga então, eu chorar em livros é quase tão clichê como o herói salvar a mocinha ao final da história e eles viverem felizes para sempre. Só que por mais que tente não me recordo de algum livro em que as minhas lágrimas foram de raiva. Jamais, senti tanta repulsa por um personagem como a que ainda estou sentido por Jonathan Wolverton Randall. Chorei sim e chorei muito, mas de raiva. De verdade não sei como vou reagir se me deparar com esse ser nos próximos livros da série. Respirando fundo (...).

Em suma, apesar dos pequenos detalhes que não me agradaram, A Viajante do Tempo foi uma leitura que acima de tudo me surpreendeu da forma mais positiva possível.  Meu único arrependimento como eu já disse no começo da resenha, é o de não ter lido o livro antes, quando tive oportunidade.

“– Como se, sabendo que tudo é possível de repente nada seja necessário.”

Mesmo com alguns altos e baixos, A Viajante do Tempo consegue ser um livro envolvente que conquista o leitor graças ao carisma de seus personagens. Sim, a história pode ter demorado um pouquinho para conquistar essa leitora ranzinza, mas que sem sombra de dúvidas foi um dos melhores romances que já li.

Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Oi Ane! Chorou de raiva? Menina, nunca passei por isso em nenhum livro, e agora estou até com medo de ler e olha que vai ser minha leitura do carnaval, já respirei fundo para não perder o controle. Faz tempo que quero conferir a série, mesmo sendo enorme eu espero gostar e poder ler cada livro.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Ane! Estou lendo A Viajante do Tempo e estou amando! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    nossa estou muito curiosa para ler este livro, muita gente falando bem rsrsr

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ooi,

    Eu tenho baaaastante curiosidade em ler, mas o numero de paginas me deixa meio com preguicinha HAHAHA. Preciso parar com isso porque a história parece incrível.
    Gosto do enredo, mas confesso que capítulos longos e sem muito conteúdo acaba me fazendo desistir da leitura, ainda bem que na terceira vez vc insistiu,
    Sempre me vejo chorando em livros, mas não lembro de ser de raiva então imagino como o cara deve ser horrivel.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ari
    Estou vendo muita coisa positiva a respeito desse livro, mas fiquei sabendo que é uma série bem grande e que nem todos foram publicados no Brasil ainda então estou esperando para poder comprar e ler tudo de uma vez. Sei que pra alguns parece loucura, mas não consigo ler uma série de forma pausada, tenho que ler tudo junto ou reler os volumes anteriores, mas como esses são volumes bem grossos, ficaria meio que com preguicinha de reler tudo não sei quantas vezes. Prefiro esperar kkkk.
    Sou uma chorona também. Ontem finalizei a leitura de Uma vida para sempre (leia. Tenho certeza que vai amar) e fiquei chorando até uma meia hora depois de ter fechado o livro. Foi tenso hehe.
    Um grande beijo querida

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane, tudo bom?
    A série Outlander está gerando um imenso burburinho na blogosfera e minha curiosidade com a história só cresce. O que mais desperta meu interesse é a viagem no tempo e a forma como isso acontece. Apesar dos capítulos longos, que realmente me incomodariam também, ele tem uma premissa muito interessante. Não sei quando vou ler, mas espero que seja ainda esse ano.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha, não conhecia, mas já me encantou, vou colocar na minha pequena lista, que na vdd é imensa!
    Seguindo seu blog, uma fofura aqui
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Aaaa adorei ler essa resenha, porque to pensando em assistir a série baseada no livro. É bem chato quando demora pra engajar a leitura né? Eu abandonei dois livros recentemente e até vou fazer um post sobre eles, mas acho que talvez um dia volte a ler.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  9. Ane, eu estava lindamente lendo sua resenha quando me deparo com seu ódio declado ao Randall. HAHAHAHA. Ri muito.

    Randall definitivamente me deu nojo por ser tão pirado, tão psicótico e doido de pedra!!! Mas assim, foi um livro que me tirou o sono, li porque queria saber o final e tudo mais, porém o livro me decepcionou e machucou, rasgou e triturou meu coração. Nunca sofri tanto com um personagem. E não é por crítica diretamente à autora e nem nada, mas unicamente por chorar e me desgastar emocionalmente com a história triste, eu abandonei a série. :(

    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  10. Tenho certeza que eu amaria esse livro, mas já vi spoilers do que vem nos próximos e é algo que eu, particularmente, não gosto quando acontece nos romances. Aí decidi não ler. Mas a série de TV eu quero conferir. Posso não conseguir ler determinada situação nos livros, mas assistir na TV eu consigo numa boa, Vai entender, né?! rsrsrs.....

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  11. Olá, Ane.
    Ainda não li esse livro, nem tão pouco vi a série.
    Mas acho que a história deve ser bem envolvente ao mesmo tempo que tenha a leve impressão que um pouco densa. Enfim, tenho um pouco de vontade de ler, mas ao mesmo tempo receio.
    Ótima resenha. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane

    Comigo aconteceu a mesma coisa que com você. Tentei uma vez e acabei abandonando. Ano passado com o relançamento me animei a ler de novo e foi uma experiência incrível. É um livro cheio de altos e baixos, mas é tão Maravilhoso que eu sempre queria mais. Claire e Jamie são personagens incríveis e apaixonantes.
    Aquele ser asqueroso que eu prefiro não citar o nome me causou tanta repulsa, tanto ódio que eu nem consigo descrever. Ele é pra mim o pior vilão que eu jáencontrei. Doente!
    Já estou me preparando para o próximo livro.

    Beijos
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane,
    Vou te dizer que assisti a série e já imaginei no pilot que em algum momento ia chorar de raiva, não sei a razão hahaha

    Eu quero muito ler, poucos livros vejo meus amigos do Facebook elogiando tanto, como esse.

    Jaime do livro deve ser tão apaixonante quanto da série

    bjs e que seu feriado carnavalesco seja maravilhoso *.*
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane, essa série de livros (e de TV também) é tão comentada que a gente não tem como não ficar curiosa, né? rsrs
    Diferente de você, nunca tive esse livro em mãos, então nunca nem tentei ler. Mas o enredo parece ser daqueles que faz o leitor ficar com o coração na mão, e exatamente por isso se envolver tanto no contexto. Uma pena que parece que tem um pouco de enrolação também. Mas quem sabe não seja importante para os próximos volumes?

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Talvez não fosse a hora certa de você ler antes e agora foi. Já aconteceu isso comigo. Mesmo você tendo elogiado bastante o livro, não sei se leria. Pelo menos por enquanto. Depois que descobri o tamanho deles e que é serie, fiquei meio desanimada heheh.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Ane, eu estou ficando bem curiosa para ler esta história, um romance com esse toque mistico de passado e presente que me agrada ao máximo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Quaaase comprei esse livro hoje, na internet! Estou MORRENDO de vontade de ler! Mas ele é enorme e eu sei que agora, voltando a faculdade, vai ser impossível ler (faço história e leio uma eternidade de textos! risos). Então comprei 2 menorezinhos (a HQ de V de Vingança e O Poder dos Quietos) para conciliar melhor com minhas leituras do curso. Mas com certeza é um dos primeiros na minha wishlist!
    Eu adoro livros cheios de detalhes e admiro principalmente pela pesquisa dos autores! Eu sei que, quando eu escrever um livro, vou ficar anos pesquisando! ^^
    ótima resenha!

    Se quiser visitar o espacinho que eu revivi esse ano com o objetivo de compartilhar dicas e ideias e inspirar as pessoas, é esse endereço aqui: www.fabiolaborges.com
    Beijo!

    ResponderExcluir
  18. Oi Ane =)
    Nossa eu ainda não cheguei no capítulo 25, ou seja minha leitura está sendo "sofrível", mas eu estou insistindo, minha maior dificuldade como você relatou na resenha é justamente os capítulos serem grandes demais e muito cheios de detalhes, mas os personagens realmente encantam, não vejo a hora de terminar... já assisti um episódio da série para tentar me conectar com a história, só não fui mais adiante por medo de pegar muitos spoilers do livro. Sua resenha me animou a dar continuidade nesse livro gigantesco.

    Beijos!!!
    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por