A Mais Pura Verdade por Dan Gemeinhart.

19/04/2015

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788581636337
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 224
Classificação: Ótimo
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços.
Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.

Desde que li a prévia de A Mais Pura Verdade, percebi que a simples história de um garotinho e seu cão iria me emocionar muito. Por esse motivo adiei o máximo que pude a leitura, com a esperança que quando chegasse o momento de ler o livro até o final, meu coração estivesse mais preparado. O que se mostrou um grande engano, pois mesmo que eu esperasse mil anos para ler esse livro, meu coração de forma alguma estaria suficientemente preparado(...).

A sinopse entrega bem do que se trata a história, e claro que quando a lemos vários livros no mesmo estilo nos vêm à cabeça. Mas, embora tudo a principio pareça muito igual, há algo que tornar A Mais Pura Verdade diferente e especial. Talvez seja o fato da narrativa ser focada em uma criança cujo único objetivo é realizar um sonho. Ou pode ser que a combinação de criança doente e cãozinho fofo seja a “receita infalível” para partir corações. Só que a verdade, é que esse livro não fala de perdas e das coisas que elas nos fazem deixar para trás.  Essa história acima de tudo nos fala de fé, de persistência e de amizade.

Dan Gemeinhart usou os elementos certos para criar um enredo angustiante e emocionante. Por que sim, em muitos momentos sofri por Mark e Beau e desejei que fosse possível ajudá-los de alguma maneira. Porém, apesar do “clichê certo”, esse é um livro que surpreende por mostrar que por mais grave que seja o problema ou a situação nunca devemos desistir de nossos sonhos. Gemeinhart através de uma narrativa despretensiosa e sincera nos ensina que esperar o pior só torna tudo mais difícil. E principalmente que a vida seria mais simples se enxergássemos o mundo com a mesma coragem e inocência que as crianças enxergam.  Por que se pararmos para pensar, vamos perceber que conforme vamos envelhecendo, perdemos a coragem de explorar o mundo e de viver de forma plena.

Conforme envelhecemos passamos a nos esconder de tudo de nós mesmo. Vemos o mundo com um lugar sombrio e perigoso e com isso deixamos passar momentos que poderiam ser únicos. Claro que nem todos os dias serão bons, e assim como Mark e Beau enfrentaram inúmeros desafios para realizar um sonho, nós também precisamos correr riscos. Não importa se ao final da jornada sairemos vitoriosos ou não. Pois o importante é que tentamos, e chegar ao topo é um mero detalhe quando toda a aventura está na subida.

Mark e Beau são personagens que conquistam um lugar especial em nossos corações logo nas primeiras páginas. E lá ficaram por um bom tempo, por que assim como sua história são inesquecíveis. Chorei sim e muito, mas não de tristeza.  Seria até uma “falta” de consideração da minha parte para com o Mark e Beau ficar triste quando eles me ensinaram tanto. Quando eles me fizeram recordar de todos os meus sonhos que por julgar impossíveis deixei para trás. E principalmente por eles mostrarem que nada em nossa vida é mais valioso do que o amor. O amor que damos e recebemos.  O amor que nos dá coragem e nos mantém vivos. O amor que nós faz ter fé e acreditar.

Por que fé não remove montanhas, e sim nos mantém firme e incentiva a seguir em frente sempre. Essa é a mais pura verdade.

“ Eu não disse nada. De vez em quando, mesmo as respostas certas parecem erradas, se você não gosta da pergunta.”

Essa não é a simples história de um menino doente que um dia fugiu de casa com o seu cão para escalar uma montanha. E sim história de um muito menino especial e de seu melhor amigo, que mesmo quando tudo parecia dar errado não desistiu de seu objetivo, - viver.

Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Oi Ane! Eu adorei o livro, o autor não ficou preso no drama da doença, claro que o assunto está ali e nós sabemos que cedo ou tarde cobrará seu preço, mas eu me encantei por o foco maior ser na amizade e na busca por um sonho, embora triste, é um livro muito inspirador, não acredito que seja sobre morte, e sim sobre vida e muito bem vivida. Fico feliz que tenha gostado.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Sam e Beau me conquistaram! é tão bacana a editora ter trazido este livro, é de encantar e emocionar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ane!
    Eu também curti muito essa leitura. Foi uma das melhores deste ano, sem dúvidas. Eu não me emocionei, mas fiquei mega aflito nos momentos finais. E o autor possui uma narrativa despretensiosa e gostosa de verdade.
    Adorei saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ane!
    Esse livro está na fila para eu lê-lo. Amei sua resenha só me deu mais vontade de ler logo <3

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ariane!
    Pelo jeito, todo mundo se emocionou muito com esse livro. Lembro que quando as Primeiras Impressões de vários blogueiros, me perguntei se não viria decepção pela frente, mas pelo jeito o livro ficou muito longe disso. Que bom.
    Não li o livro, mas concordo com você que a história parece ter alguns clichês, mas isso vai de como o autor manipula os elementos, não é porque é clichê que não funciona. Pelas reflexões que o livro levou você a fazer, Dan deve ter manipulado tudo muito bem.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Esse livro parece ser uma história encantadora, estou super a fim de lê-lo, acho que vou adorar :)

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  7. Oi! Sempre vejo apenas comentários positivos sobre este livro, deve ser muito bonito e encantador. Adorei sua resenha. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Foi uma das resenhas mais lindas que eu já li. ♥
    Li a prévia e fiquei bastante angustiada, mas com vontade de ler a continuação. Amo livros que me ensinam desse jeito. No momento, acho que estou preferindo livros mais leves. Só para distrair mesmo, sabe? Mas esse está na minha listinha! E amei essa parte do post: "Por que fé não remove montanhas, e sim nos mantém firme e incentiva a seguir em frente sempre. Essa é a mais pura verdade." Perfeito! :')

    Beijos,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Ari!
    Esse é um livro que está na minha lista, vejo muitos elogios dele.
    Amei sua resenha e me fez ficar com mais curiosidade para ler.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii!
    Olha já li muitas resenhas desse livro e a cada uma que passa a vontade de ler vai aumentando.
    Por enquanto estou "presa" em Harry Potter e determinada a ler a saga toda.
    Mas esse livro está na minha lista de desejados há algum tempo!

    Beijo, amei a resenha!

    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  11. Oi Ariane,
    Esse livro estar recebendo bons comentários e por sua resenha deu para perceber que a trama e cativante. Espero poder lê-lo no futuro.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Estou louca por esse livro, vejo muitos blog falando dele. Me parece ser ótimo pelas críticas tão positivas.

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane!
    Adorei a sua resenha, até me fez pensar diferente sobre esse estilo de livro (onde desde o início você já sabe que o protagonista morre e já sabe que vai chorar). A Culpa é das Estrelas me traumatizou um pouco porque, inicialmente eu adorei mas, depois, me senti "feita pra chorar" pelo enredo, e isso me incomodou. :(
    Parece que A Mais Pura Verdade tem outros ensinamentos além desse. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    PS: vi que você tá lendo Persépolis! Espero que esteja gostando!

    ResponderExcluir
  14. Awww que linda ficou sua resenha! Cheia de emoção, conseguiu transmitir bem o significado da história, e a intenção do autor foi maravilhosa, demonstrar o quão longe a fé, perserverança e pensamento positivos podem te levar. Deve ser uma história de arrancar o coração mesmo <33

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Só tenho olhos para você", vem conferir!

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei muito da premissa desse livro; fala de um garoto doente mas não foca na doença, foca mais no objetivo dele. Adorei a narrativa do autor, me prendeu bastante e devorei a prévia em poucas horinhas!
    beijos,
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Ane =)
    Só vejo resenhas positivas desse livro e estou super curiosa querendo ler, mas sei que vou chorar, livros que envolvem animais são muito emotivos e ainda mais um garotinho que luta até o fim para realizar seus sonhos, gostei de saber que não é igual a muitos que conhecemos, por mais que seja clichê a história, acredito que esse livro tenha algo especial, e espero em breve descobrir.

    BeijOs!!!
    @jannagranado
    @lpdiversao
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Ane

    Acho que estou meio durona, porque esse livro quase não mexeu comigo como aconteceu com tantos outros leitores assim como aconteceu com você.
    Vi o quanto a história é tocante e tudo mais, mas ele não me tocou, não chegou até me coração Faltou algo.
    Achei a história bastante irreal e absurda em alguns momentos e talvez esse tenha sido um dos Fatores que me fizeram desgostar.
    Sua resenha ficou linda.

    Beijos
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. É, pelo jeito esse livro conquistou muita gente! Ainda não li, mas está na wishlist, estou super curiosa! Beijos, Jú
    docurailusoria.blogspot.com

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por