A Soma de Todos os Beijos por Julia Quinn.

20/07/2017

| Arquivado em: RESENHAS.

ISBN: 9788580416664
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 272
Classificação: Muito Bom
Sinopse: Quarteto Smythe-Smith – Livro 03.
Lorde Hugh Prentice é um gênio da matemática e teve sua perna (e sua vida) arruinada por causa de um duelo com seu amigo, Daniel Smythe-Smith. Nesse livro, conheceremos um pouco da história de Hugh, antes e depois do acontecido. Sua família, o desespero de seu pai para conseguir que um de seus filhos lhe desse um herdeiro, visto que um não é chegado à mulheres e o outro, provavelmente terá dificuldades em encontrar uma esposa, e principalmente em ter filhos. E, claro, sua relação de amor e ódio com Sarah Pleinsworth, prima mais velha de Daniel, que mesmo antes de conhecê-lo, já odiava Hugh por ter arruinado sua família através desse duelo. Mas, as coisas começam a mudar quando Honoria, sua prima, pede para Hugh substituir seu padrinho no casamento e para Sarah ser sua acompanhante durante sua estadia, para que ele ficasse mais confortável diante dos familiares de Daniel. E esse tempo se prolonga, já que Daniel se casará duas semanas depois da irmã e resolve torná-los uma única festa... É claro que eles não se dão no início, mas com o tempo, ainda mais depois do primeiro casamento, quando ela fica impossibilitada de andar, eles deixam as diferenças de lado e começam a se conhecer realmente, e, o que era ódio, acaba se tornando uma paixão avassaladora. Mas as limitações de Hugh vão ser apenas um dos problemas que o casal enfrentará pelo caminho...

Após minha pequena "decepção" com a leitura de Uma Noite como Essa, achei prudente de minha parte dar um “tempo” nos romances de época. Tipo, não sei quanto a vocês, mas se fico lendo um mesmo estilo com muito frequência acabo com a sensação que estou lendo a mesma história só que com personagens diferentes.  Porém A Soma de Todos os Beijos ficava “flertando” comigo na minha estante e bem, como eu ainda estava precisando de uma boa dose de açúcar pensei: “Por que não?”.

Lady Sarah Pleinsworth é conhecida por ser a mais eloquente e dramática das damas de sua família. Tanto que ela fez questão de deixar bem claro a Lorde Hugh Prentice quando se conheceram, que ele era a causa da ruína dela e de toda sua família.  Hugh Prentice pode até ser um gênio da matemática, porém nem mesmo ele conseguiu entender como a mente de uma jovem tão expressiva como Sarah funcionava. Só que de uma coisa Hugh sabia muito bem, que se teve alguém que pagou caro pela ridícula ideia de desafiar Daniel Smythe-Smith para um duelo, esse alguém é ele próprio.

Sarah não faz a menor questão de esconder a sua antipatia por Hugh, a verdade é que ela não entende como o primo e o restante de seus familiares conseguiu perdoa-lo depois de tudo. Mas quando é forçada por seu amor a família a tolera-lo e ser seu par durante as festividades do casamento de Honoria, Sarah acaba percebendo que o Lorde Prentice pode ser uma companhia bastante agradável. Logo os dois passam a compartilhar uma amizade que até então era improvável para ambos. E não demora muito para que essa amizade se transforme em algo mais. Algo que deixa Sarah sem palavras e que nem mesmo o raciocino rápido de Hugh é capaz entender.

A Soma de Todos os Beijos, terceiro livro da série Quarteto Smythe-Smith, possui todos os elementos que adoro nas narrativas da Julia Quinn. A mistura perfeita de romance, com momentos leves, divertidos e aquela pequena dose de drama para deixar tudo ainda melhor.  Gostei da forma como a autora construiu a história apesar de, achar que em determinado momento ela “forçou” um pouco a barra, mas nem tudo é perfeito (...).

Sarah mesmo sendo a "rainha do drama" é uma personagem espirituosa.  Ela pode até passar a imagem de mocinha fútil e egoísta no começo, mas logo vamos percebendo que por baixo de toda a sua pose se esconde uma pessoa que está sempre disposta a ajudar sua família e se redimir dos seus erros. Já Hugh () usa do bom e velho sarcasmo para esconder o quanto é amoroso e protetor. Sofri muito com ele ao descobrir o quando sua infância foi complicada e especialmente ao ver o quando Hugh não achava que merecia ser feliz ao lado de Sarah por conta de sua deficiência e pelo que fez a família dela no passado.

Fiquei extremamente feliz em ver que ao contrário do livro anterior em que a paixão entre os personagens foi algo fast, aqui é perceptível como Sarah e Hugh vão se apaixonando pouco a pouco. Além disso, a narrativa repleta de situações engraçadas e diálogos inteligentes em que os personagens secundários, em especial as irmãs de Sarah conseguem desempenhar um papel de destaque na história. Simplesmente adorei reencontrar o trio Pleinsworth. Harriet, Elizabeth e Frances novamente roubaram a cena deixando tudo ainda mais especial. Como também adorei me reencontrar com a diva da Lady Dandury.

A minha única ressalva é em relação ao final que em minha opinião tem uma situação extremamente "exagerada" e "desnecessária". Ok! Que em algum momento da trama o pai do Hugh ia ter que aparecer. Mas tipo, apesar dele ser complemente desprezível fiquei com a sensação que a participação dele foi mal “aproveitada”, como se a Julia não soubesse como resolver uma questão e escreveu a primeira coisa que veio a mente.  Foi aquela “forçada de barra” que comentei alguns parágrafos acima. Não que isso atrapalhe ou tire o brilho da história como todo, só me deixou um pouco incomodada durante a leitura.

Acredito que tomei a decisão certa ao esperar um pouco para ler A Soma de Todos os Beijos.  O problema nem é a história em si, mas sim o fato que inconscientemente me pego esperando encontrar na série Quarteto Smythe-Smith o mesmo encantamento que tive ao ler a série Os Bridgertons. E acho que até é “normal” esperar que uma autora que adoro como é o caso da Julia Quinn, mantenha sempre o mesmo nível em suas histórias. Só que a verdade é que quando comparo às duas séries, fico com aquela terrível sensação que falta alguma coisa aqui.

“– Uma pessoa muito sábia certa vez me disse que não são os erros que cometemos que revelam nosso caráter, mas o que fazemos para corrigi-los.“

Com personagens fortes e carismáticos, A Soma de Todos os Beijos possui uma narrativa leve que nos cativa logo nas primeiras páginas com um romance clichê e  encantador. O primeiro livro da série, Simplesmente o Paraíso continua sendo o meu favorito até o momento, mas não nego que a história de Sarah e Hugh conquistou um lugar especial em meu coração.

Veja Também:

Comentários via Facebook

36 comentários:

  1. Ane, esse é o meu preferido da série (ainda não li o quarto, Hugh me conquistou pelos livros passados e Sarah apesar de meia dramática também é uma das queridinhas! achei que eles combinaram
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ane! Acredita que não comecei esta série ainda? Fico feliz em saber que temos histórias encantadoras. Acho que a Julia nunca vai me decepcionar.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Oi Ane! Uma pena vc não ter curtido o segundo volume da série, mas eu entendo, acontece. E tb entendo que é bom mudar um pouco do gênero, pra não ficar enjoativo rs eu particularmente gosto de todos dessa série, esse final novelão mexicano foi bem divertido hehehehhe e adorei a personalidade dos protagonista rsrsrsrs fico feliz que tenha gostado do livro <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane,
    Ah, me identifico com a parte de precisar de um descanso de um determinado estilo. Na verdade, acho que vou voltar um pouco aos romances porque esse ano estou lendo bastante investigativo.

    Essa série sempre leio opiniões divergente e acho esse bom, me instiga mais a ler. Acho engraçado o sobrenome Smythe-Smith. Prefiro o amor pouco a pouco também, a gente sente melhor a química.

    P.S.: Comecei Jardim de Bronze, ta me lembrando O Segredo dos Seus Olhos...muito triste pela quantidade de tempo que passou =/

    tenha um ótimo final de semana =D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Não sou muito chegada em romances de época, mas admito que essa história parece mesmo agradável, apesar do clichê de sempre né. Gostei bastante da sua resenha, muito bem escrita!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane, tudo bem?
    Eu li o primeiro livro da série e gostei bastante. Me divertir muito, mas te entendo. Geralmente eu dou uma variada nos estilo pra não entrar em ums ressaca.
    Espero gostar muito da leitura quando ler, pois gostei muito da personagem da Sarah.
    Abraços
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ane!
    Ainda não li essa série da Julia. Eu também acho melhor quando o amor é desenvolvido e não aquela coisa miojo instantânea.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha Ane. Tenho o primeiro livro dessa série, mas ainda não consegui ler. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Essa série da Julia parece ser muito boa, quero lê-la em breve. Adorei sua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  10. Eu gostei muito do casal do livro. Adoro casais que se odeiam e passam a se amar kkkkk A historia é engraçada e cativante!
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu amo romances de época e já li a primeira série da Julia, tenho os quatro dessa série mas ainda não comecei a ler. Gostei do que ressaltou na resenha, o fato de os protagonistas não se apaixonarem tão rapidamente.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Não posso dar opinião alguma sobre Julia Quin porque ainda não li nada dela,mas me sinto atraida pelas capas do Quartetos Smith..

    Gostei desse detalhe , rainha do drama,isso é tão eu...Hahaha.

    Entendo essa sua decepção comparando uma serie com a outra.
    Existe alguns escritores que eu também senti isso.
    Principalmente a Carina Rissi.

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  13. Oi!

    Nunca li nada da Julia Quinn, romances de época não é muito meu forte. Adorei a resenha, no entanto <3

    Beijão,
    Querida Cretina

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane!
    Eu parei no livro 1 dessa série.
    Preciso dar continuidade, mas estou tão receosa. Estou em uma fase onde os romances de época não fluem, sabe? Acho que preciso mudar um pouco o gênero antes de me aventurar nas páginas da Julia Quinn, rainha desse tipo de livro, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ane.
    Esse livro é o melhor dos quatro na minha opinião. O Hugh fez valer a pena. Eu também passei pelo mesmo problema que você, eu fiquei querendo algo no mesmo nível de Os Bridgertons e infelizmente não aconteceu.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li nenhum livro da série. Tenho lido resenhas e muitos comentários positivos sobre os livros e sobre esse também. Todos que leram gostaram muito. Tudo isso sem contar que as capas são lindas e eu pretendo ler a série toda. Gosto demais de romances de época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maristela =)

      Eu confesso que gosto mais da série anterior da Julia, mas para quem está buscando histórias leves com certeza o Quarteto Smythe-Smith cumpre bem o papel.

      Beijos;***
      Ane Reis | Blog My Dear Library.

      Excluir
  17. Ai eu também se leio muito do mesmo gênero enjoo total HAHAH Mas que bom que conseguiu gostar desse apesar da sua decepção com o último. Faz muito tempo que não leio romance de época, acho que é por ter lido Orgulho e Preconceito e não gostado (sem julgamentos ok?) um que gostei foi Liberte meu coração - Mia Thermopolis/ Meg Cabot, preciso realmente me atualizar em leituras desse tipo rs

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  18. De todos os livros do quarteto, meu favorito também foi "Simplesmente o Paraíso" que AMEI. Mas enfim, todos os livros dessa série tem o seu toque especial.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Ane, tudo bem?
    Saudades de você lá no blog! <3
    O foda das expectativas é isso, né? Ficamos esperando que o autor mantenha sempre a excelência em tudo que escreve, e nem sempre acontece.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem??
    Que lindinha essa capa! Não conhecia o livro e amei a resenha, ainda mais por saber que é encantador!
    Te indiquei pra uma premiação lá no blog, depois dá uma olhadinha lá, por favor e se quiser!!
    Beijosss <3
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi
    que bom que gostou desse, entendo isso do livro ficar chamando o leitor, a história parece ser bem envolvente e eu quero ler essa série, pois já vi sitarem essa família nos outros livros da autora.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Ooi adorei a resenha, eu quero muito ler esse quarteto, amo romance de época, e a escrita da Julia .
    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi, Ane!
    Ainda só li o primeiro, mas estou doida para continuar a série logo.
    Mas nem acabei os Bridgertons ainda, hahahaha.
    Mas é porque como você, se eu fico lendo só o mesmo gênero, enjoo, então como eu sei que os livros da Julia Quinn sempre são muito bons, vou dando um tempo entre eles e de outras autoras que eu amo.
    O livro 2 todo mundo fala meio mal, mas estou curiosa e é a primeira vez que li resenha sobre o 3.
    Achei fofo! <3
    E quando li o 1 achei a Sarah engraçada e um terrorzinho, hahaha. Sinto que vou adorar ela e o Hugh!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Ane,
    Acredita que ainda não li nada da Julia Quinn, preciso ler urgente!!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  25. Oi, Ane

    Sabe que eu não tenho isso de ter que dar um tempo no gênero? Sempre consigo encontrar algo novo em cada história.
    Que bom que essa leitura foi melhor que a anterior apesar das pequeninas ressalvas. Acho que ninguém curte instalove,né? E pior que justamente o segundo volume será uma das minhas próximas leituras. Hehehe

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  26. Tenho a mesma impressão que você quanto a ler o mesmo gênero por um longo tempo, dá uma enjoada né. Li só o primeiro volume dessa nova série da Julia, e preciso ler logo os seguintes! Fiquei mais ansiosa ainda ao ler a sua resenha. Não sei se os dramas da Sarah vai me irritar, mas esperamos que não hahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi, Ane!
    Esses livros estão na minha lista de leitura.
    Eu amo a série Os Bridgertons e a sua resenha me deixou com sentimentos controversos kkk Ao mesmo tempo que me deu vontade de ler logo, também me deixou com um pé atrás em relação as expectativas, porque eu nutria bastante por causa da série anterior rs.

    Beijos.
    Jéssica|Blog Reviewing

    ResponderExcluir
  28. Oláá! tudo bem?
    Eu preciso urgente ler algo da Julia! Fico me sentindo tão por fora..
    Mas vou começar pela outra série dela, apesar de eu adorar personagens que são essa definição de rainha do drama hehehe
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Ane,
    Gosto da escrita de JQ, por suas tramas, serem sempre leves e descontraídas. Espero ter uma oportunidade de ler essa série no futuro.

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Acho que eu sou a única pessoa da terra que ainda não leu Júlia Quinn
    eu também tenho essa sensação quando fico lendo as histórias do mesmo escritor
    parece que to lendo a mesma coisa só que com nomes e lugares diferentes
    Gostei da frase do livro sobre o caráter
    bju
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  31. Amei a resenha, acho que o único livro de época mesmo que li foi ' a intuitiva', tinha visto esse livro no amazon e tinha colocado na lista mental de dar uma chance.
    Vou procurar os outros :)
    Beijos
    Lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Oi, Ane, ainda não li essa série, mas depois da tua resenha decidi que vou começar por esse título. Adoro tuas resenhas, sempre tão bem escritas. Você consegue extrair e explorar coisas dos livros que passam despercebidas pelos outros blogueiros. É por isso que gosto tanto do teu blog e do teu trabalho, um forte abraço, dieison, do Rio Grande do Sul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Dieison =)

      Obrigada pelo carinho! Espero que você curta bastante a história ^^

      Beijos;***
      Ane Reis | Blog My Dear Library.

      Excluir
  33. Ola Ane,

    Gostei muito da sua resenha e das sua ressalvas, essa série faz sucesso e vejo sempre resenhas positivas.....bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por