10/01/2018

Estou me acostumando a esquecer ...

Arquivado em: DIVAGANDO.

imagem: Shutterstock
Estou me acostumando a esquecer...

Essa é a frase que venho repetindo todas as manhãs quando acordo e todas as noites antes de dormir; Estou me acostumando a esquecer.

A cada dia vou guardando dentro das caixas das coisas para serem esquecidas, o nós que nem sequer chegou a existir realmente. A situação é um clichê tão bobo, que seria trágico se não fosse cômico, ou cômico se não fosse trágico. De um lado alguém que cansou de esperar por uma chance. Do outro alguém que só percebeu a chance que tinha quando perdeu. Mas que diferença faz? É somente mais um capítulo dramático nesse drama todo em que às vezes transformamos a vida.

Estou me acostumando a esquecer...

E todos os dias vou tentado esquecer as longas conversas  que não vamos ter. Os passeios de mãos dadas, os abraços, os beijos e a cumplicidade que teríamos. Todos os momentos, planos e sonhos. Aos poucos eu estou me acostumando a esquecer tudo isso. Esquecer dos momentos que não vamos mais viver juntos.

Talvez no futuro quando por um acaso eu revirar essas caixas, as lembranças do que não vivemos não me doa mais. Talvez eu até consiga sorrir e entender do porque nossa história parou tão abruptamente, quando a melhor parte estava para começar.

Talvez eu nos perdoe pela imensa sucessão de encontros e desencontros, dos nossos pequenos erros e medos, mas principalmente de desistir tão facilmente de nós. Talvez de tanto repetir que não me importo e que já esqueci, isso se torne uma verdade de fato. Uma amarga verdade, mas ainda sim uma verdade. E apelando para o pior dos clichês, posso dizer que o nosso fim prematuro é um novo começo. Porém, cada um vai escrever um capítulo diferente da história a partir de agora. Uma história separada de muitas maneiras e a mesma história de muitas formas.

Estou nos guardando na caixa de coisas para serem esquecidas. E por mais que em alguns dias ao fazer isso uma lágrima caia, continuo repetindo, - Estou me acostumando a esquecer...

Comentários via Facebook

16 comentários:

  1. ai Ane, eu ainda não consigo esquecer e nem me acostumar kkkk
    muito louco como os sentimentos nos reviram!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Adorei a reflexão, mas sabe que é interessante os sentimentos, pq quanto mais queremos esquecer, mais lembramos.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Realmente, às vezes esquecer é se libertar e reconhecer que merecemos novos ares, novos recomeços. Só não é fácil, mas vale muito à pena sim. Vamos renovar a mente!
    Adorei o post! Beijoo!!


    Clube - N

    ResponderExcluir
  4. Oi Ari, que texto lindo e gostoso de ler! esquecer não é fácil, mas às vezes eu acho que é preciso!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ane!

    Lindo o texto, ao mesmo que triste. Esquecer é uma das atitudes mais difíceis a se tomar, decidir deixar as lembranças no passado, mas o pior mesmo é tirar do coração, mesmo que as vezes seja necessário.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ane, tudo bem?
    Que texto lindo, mas ao mesmo tempo cheio de nostalgia e até mesmo um pouco de tristeza. Mas eu acredito, que quando estamos em uma situação assim, depois que passa, vemos com mais clareza e entendemos melhor o porquê das coisas. No fim, ficam as boas lembranças, e em consequência o coração foca no que está por vir, e não mais no passado.
    bjus
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ane!
    Que texto maravilhoso!
    Quando meu último relacionamento terminou, também demorei um pouquinho a esquecer algumas coisas, mas no fim deu tudo certo...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Eu entrei nessa em relação à amizades sabe? Estou me acostumando a esquecer real.


    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane! Lembrei de uma fase que tive que me obrigar a esquecer para seguir em frente, no começo foi complicado demais, mas me acostumei já que me faria bem. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Olá, Ane.
    Que texto mais lindo. Eu sou uma pessoa que demoro para esquecer. Mas hoje em dia estou até me acostumando a isso. Acho que com a idade a gente começa a mudar e dar valor para outras coisas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. O texto está muito bonito, gostei muito e todos nós habituamo-nos a esquecer, acho que é bom quando finalmente conseguimos.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ane

    Mulher, que porrada que eu tomei agora. Eu tava chorando na metade do seu texto, e olha que ele não é grande. Continuo aqui chorando porque de alguma forma isso me resume. Estou passando por um momento muito complicado, muito mesmo, é uma desesperança que você não faz ideia, e fico me perguntando se algum dia eu vou me acostumar a esquecer...

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  13. Que coisa linda!
    Eu também preciso me acostumar a esquecer, porque eu só lembro, lembro, lembro...
    E nem é em relação a relacionamentos, é em tudo na minha vida. Acho que penso demais, sabe? rs
    Amei demais esse texto, parabéns!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane,

    Adorei o texto.
    Muitas coisas fui repetindo essa frase até chegar um ponto onde não precisei mais dela.
    É difícil, mas superamos.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  15. Oi Ane...
    Texto belo e profundo...
    Me levou para reflexão....
    Beijos!

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir

Publicidade

Instagram

© 2010 - 2018 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in