28/04/2019

Querida Ansiedade.

| Arquivado em: DIVAGANDO.

imagem: Freepik
Querida Ansiedade,

Quero que você vá embora. Que saia nesse exato momento de minha vida e nunca mais retorne. Sei que para você somos grandes amigas, mas conviver com você ao menos do meu ponto de vista é exaustivo e em alguns dias um verdadeiro pesadelo.

Você bagunça meus sentimentos. Me tira o ânimo de fazer coisas que até ontem me deixavam feliz. Faz com que eu veja o mundo como um campo de batalha, uma verdadeira zona de guerra em que estou ferida, sangrando e lutando contra os fantasmas que só existem em minha mente.

Você consegue calar minha voz a tal ponto que o meu silêncio se torna ensurdecedor. Têm dias que me olho no espelho e não sei quem sou, porque não me reconheço daquela pessoa triste, esquecida e sozinha que você insiste em dizer que sou.

Sei que sou muito mais que do que esse ser frágil e medroso que você me torna. Suas garras tentam incansavelmente manipular minha mente e meus sentimentos, fazendo com que eu sempre acabe esperando pelo pior.

Você me sufoca tanto que às vezes me esqueço de respirar, dormir, comer... viver. Por você já cancelei compromissos que queria ir. Deixei de ir a lugares que queria conhecer. Escondi meus sentimentos e omiti minhas opiniões. E muitas vezes disse não querendo dizer sim, e sim querendo dizer não.

Menti para mim mesma por tanto tempo, que cheguei a esquecer quem eu era. Me tornei uma marionete em suas mãos, me escondendo pelo cantos. Tentando ser invisível.

Querida Ansiedade vai embora, por favor. A chave da minha vida não pertence e nunca pertenceu a você.

Vai embora Ansiedade e leve com você toda essa angústia, auto sabotagens e as suas mentiras que um algum momento do meu dia, semana, mês, eu acreditei que fossem verdade. Leve todas as limitações nas quais você insiste em tentar me prender. Vou ficar bem sem você. Sem sua suposta amizade me sufocando a todo instante.

Querida Ansiedade saia nem que seja para ficar sentada do outro lado do corredor. Vai embora e me deixe aqui, tentando arrumar a bagunça que você criou. Essa bagunça de sentimentos que por sua causa eu me tornei.

Depois de anos Ansiedade você ainda não aprendeu e não entendeu. Você pode até tentar apagar minhas chamas, mas eu sou como a fênix e renasço das cinzas.

texto escrito por: Ariane Reis.  ©  Todos os Direitos Reservados.

Comentários via Facebook

16 comentários:

  1. Oi Ane
    Que texto lindo. Eu sofro com ansiedade e é exatamente assim: nos sentimos outra pessoa, sentimos que nada vale a pena. Um completo saco e desperdício da nossa curta vida.
    Um beijo grande.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ane

    Que lindo desabafo em forma de carta! <3 Ainda me dói que em pleno 2019 ainda haja pessoas que acham que ansiedade é frescura.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ane.
    Esse texto poderia ter sido escrito por mim. faz tempo que convivo com ela e sei exatamente o que é cada palavra que você colocou no texto. Mas acredito que um dia ela vai embora sim.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto. Lidar com ansiedade/depressão não é algo fácil, você se limita a fazer coisas que queira, e se perde sem nem ter como lutar contra.
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ane!
    Adorei seu texto! Eu também sofro de ansiedade, mas ainda bem que não ando tendo muita crise. Porém, ano passado foi terrível.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Amei seu texto, sempre tive ansiedade e era muito difícil sentir algumas coisas e não saber que é por conta dessa doença, achava que tinha alguma coisa muito errada comigo, rs. Hoje ainda tenho e ela me limita muito, mas só por saber que ela existe, é mais fácil conviver com ela, e saber o que fazer quando algo acontece.

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Ane,

    Que lindo texto. Me senti totalmente conectada a ele, já que ano passado sofri bastante com a ansiedade e tive que superar obstáculos para poder evoluir e melhorar.
    Mas eu acredito que ela pode ir embora sim, mesmo sendo difícil, é possível.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ane!

    Tenho amigos próximos que sofrem com a ansiedade e por conta disso sei que é algo que atrapalha diretamente e que é bem difícil de se lidar. Muito profundo o seu texto, espero que as coisas com você estejam bem, desejo muita paz no seu coração hoje e sempre!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane,
    Mais um texto maravilhoso e que super me identifico por aqui.
    Quando penso na minha ansiedade, eu volto a época da minha vida que eu idealizava tanto a fase dos 20, e daí depois que perdi meu primeiro emprego ela chegou e ficou, foi como um véu tivesse caído. É terrível como muitos são mal informados sobre e acho que é besteira.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto e achei que refletiu bem o sentimento de ansiedade que certamente todos já passaram ou ainda passam.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Hey Ane! Tudo bem?
    Infelizmente a ansiedade é o mal do século, também sofro com isso e assim como a maioria sei o quão angustiante é conviver com esse fardo que não pedimos pra carregar. Espero que fique bem, e se sentir que não é possível lutar sozinha, não se envergonhe em pedir ajuda. Estarei por aqui se precisar conversar. Meu e-mail pessoal é thammy_chan@msn.com
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    | Blog Misto Quente | Siga no Instagram | Curta no Facebook |

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane, tudo bem?
    Rolou muita identificação com o seu texto.
    A ansiedade se tornou uma companheira cada vez mais frequente na minha vida, e tô trabalhando intensamente na terapia pra melhorar/controlar da melhor forma possível.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  13. Lindo e ansiedade não é fácil eu sofro com isso e cada vez que ataca é diferente, me prejudica muitas vezes.

    Bom final de semana.

    Beijos
    Pâmela Sensato

    ResponderExcluir
  14. Ane. Eu fiquei emocionada.
    Eu iria falar que me identifico com cada palavra, mas o fato da maioria nesse post dizer o mesmo me assusta.
    Como tantas pessoas se sentem da mesma maneira e mesmo assim é como se estivessemos sozinhas no mundo? Porque muitas vezes, é o como a ansiedade me faz sentir.
    Vou deixar nos favoritos e visitar o texto como uma forma de guia para renascer.
    Obrigada!
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Ane tudo bem?
    Eu sofro com Ansiedade principalmente com doenças, tenho hipocondriasmo e constantemente tenho que me convencer que não estou doente kkkk
    Adorei o texto. Me senti parte dele.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  16. Olá Ane,

    Ansiedade não é fácil e muitas pessoas são ansiosas, não é fácil lidar com ela, ótimo texto....bjs.

    Olá Prih,

    Essa graphic novel está na minha lista de desejados e pela sua resenha sei que vou adorar...bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© 2010 - 2019 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in