Mostrando postagens com marcador Allan Pitz. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Allan Pitz. Mostrar todas as postagens
11/03/2012

Um peixe de calça jeans e outras histórias para unir por Allan Pitz

Um peixe de calça jeans e outras histórias para unir por Allan Pitz.                                                   

Ficha Técnica.

• Editora: Livro Novo
• Autor: Allan Pitz
• ISBN: 9788562426780
• Ano: 2010
• Edição: 1
• Número de páginas: 26
• Classificação: 3 estrelas

Sinopse:                                                                                            

As crianças precisam aprender o sentido de união, igualdade e respeito desde o início da jornada. Atuando nesse pensamento, Um peixe de calças jeans e outras histórias para unir traz em sua linguagem simples e acessível histórias curtas e assimiláveis que visam eliminar os preconceitos sutilmente. Agindo no subconsciente formador das crianças. Enriquecendo-as moralmente. A ideia desse livro brotou pelas inspiradoras teorias de Dr. Joseph Murphy (1898 – 1981), autor do livro O Poder do Subconsciente (título original em inglês: The Power of your Subconscious Mind, onde defende a tese de que a mente subconsciente (responsável pelo sono, memória, batimentos cardíacos e outras muitas funções do corpo) ao aceitar uma idéia, começa imediatamente a pô-la em prática. Segundo Murphy, a mente subconsciente aceita tudo que lhe é sugestionado de forma vigorosa e constante; assim, podemos adicionar as informações boas e benéficas sobre o que quisermos. Em Um Peixe de Calças Jeans, a teoria subconsciente é usada para o bem mais pacífico e precioso de todos: o amor fraterno de nossas crianças. A paz. E a união incondicional entre as pessoas. A proposta maior deste livro é ajudar na diminuição da ocorrência de bullying (repetidas agressões psicológicas e/ou físicas) não só nas escolas, preparando o futuro cidadão de bem para as diferenças que o mundo oferece, construindo uma nova geração mais fraterna, livre dos bloqueios preconceituosos gradativamente impostos.


Resenha:                                                                                                                                                    

A resenha de hoje será um pouco diferente já que o livro que chegou até mim pelo Booktour Selo Brasileiro é voltado para o público infantil e tem como enredo a formação social das crianças. Como vocês puderam ver ele é um livro super curtinho, divido em cinco histórias que abordam assuntos como as formas de preconceito social que enfrentamos diariamente.

O autor usou de toda a sutileza e artifícios que estimulam a imaginação das crianças com pequenos contos em que os temas principais eram; amizade, união e o mais importante respeito para com todos.

Um peixe de calças jeans e outras histórias para unir é um ótimo meio de comunicação entre adultos e crianças, pois mostra que qualquer tipo de preconceito é um erro e, que as diferenças jamais devem ser usadas como forma de desunião entre as pessoas.

Acredito que cada um de vocês já devem ter sofrido algum tipo de preconceito na escola. Uns por ser quietos demais, outros por serem magros, altos, baixos ou gordinhos (meu caso) demais. As pessoas como eu que freqüentaram a escola na década de 90, época em que o termo Bullying não era tão conhecido, vão ter aquela sensação que se na sua época certas palavras fossem encaradas como “agressões verbais” e não simples brincadeiras de crianças sua vida escolar teria sido mais fácil.

Os desfechos de cada história são objetivos e de um simplicidade que faz com que as crianças assimilem com facilidade a mensagem do livro e desta forma se tornem no futuro cidadãos melhores e mais conscientes de seus atos.

Amor ao próximo, respeito, compaixão, amizade e união. Palavras tão comuns, mas que quando valorizadas e principalmente aplicadas no dia a dia são capazes sim, de transformar o mundo em um lugar melhor. Parabéns ao autor pela iniciativa de mostrar com uma obra tão simples e criativa isso aos leitores de todas as idades!



31/08/2011

A Morte do Cozinheiro por Allan Pitz

A Morte do Cozinheiro por Allan Pitz.                                                                                                   

Ficha Técnica:

Editora: Above Publicações
Autor: Allan Pitz.
ISBN: 8563080059
Ano: 2010
Edição: 1
Páginas: 80
Classificação: 3 estrelas

Sinopse:                                                                                                  

É verdade, eu matei o cozinheiro. Em momento algum deste livro negarei que matei o sórdido cozinheiro com minhas próprias mãos de escrever versos. Havia motivo claro em saciar-se com a sua morte, morte de quem por carne e gozo objetou-se ao incomensurável amor que me tornava tão puro. Eu estripei-o com suas facas imundas de trabalho banal, e escalpelei por mimo infantil, de criança brincalhona, ao ver os índios e escalpes na TV. Matei o demônio com noventa facadas, cultivando um novo demônio sanguinário em mim, portanto não negarei ter feito a coisa mais maravilhosa que eu poderia fazer por minha inconsequência gloriosa naquele momento: Eu matei o cozinheiro. A morte do cozinheiro já deve ser considerada uma das obras literárias mais intensas e atuais sobre a dor de cotovelo e o ciúme.

Resenha:                                                                                                                                                  

A Morte do Cozinheiro
é o quinto livro que recebi do booktour Selo Brasileiro. Ele é bem curtinho 80 páginas que li em menos de uma hora. O livro é para quem gosta do velho e bom humor negro, ou para quem não liga muito para histórias em que o tema principal é dor de cotovelo.

Os personagens centrais da trama são Luiz o escritor, Carmem a perfeita e Lucas o cozinheiro. Nada como um bom triangulo amoroso não é mesmo?

Luiz e Carmem se conhecem em um evento literário, e tudo parece perfeito. Parece afinal por que, Carmem podia ser um anjo, mas a mãe é uma megera.  E como em todo bom drama romântico a mãe  da mocinha não permite namoro. Ela enfrenta a mãe e vai morar com ele em uma casinha pequena e simples. Tudo lindo até aqui.

Com o tempo Carmem engravida, mas acaba perdendo o bebê. A tristeza é tanta que ela joga tudo para o alto e volta para a casa da sua mãe.

Luiz acaba entrando em depressão profunda, nada mais na sua vida faz sentido sem sua amada Carmem.  Porém ela se recupera rápido e para surpresa de Luiz, não demora muito ela está com um novo namorado Lucas o cozinheiro. Acho que se contar mais algumas coisa deste ponto em diante, vou acabar contando toda história, então melhor parar por aqui rs...

O livro é narrado na primeira pessoa, e muitas vezes a narração se torna tensa e violenta. Confesso que em alguns momentos o livro me deu certa repugnância, (violência excessiva não faz muito meu estilo) o que alivia um pouco a tensão é que me meio a paranóia e dor de cotovelo de Luiz a história tem seus momentos engraçados. O que é claro, ajudou em muito há descontrair um pouco o livro não deixando a leitura tão pesada.

O autor só pecou no fato de não ter explorado mais o suspense durante a história. O livro é intrigante, mas principalmente no final achei que ficou faltando alguma coisa. Allan Pitz conseguiu unir em poucas páginas; humor, amor, ironia e ódio o que faz do livro a leitura perfeita para os amantes do humor inteligente.

Se você se encaixa neste gênero fica ai a dica!





Bjinhos!!

Instagram

© 2010 - 2020 Ariane Gisele Reis | My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in