Sponsor

Mostrando postagens com marcador Jandy Nelson. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jandy Nelson. Mostrar todas as postagens
agosto 26, 2015

Eu te Darei o Sol por Jandy Nelson

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788581636467
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 384
Classificação: Muito Bom
Onde Comprar: Submarino
Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia. Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém. Contado em perspectivas e tempos diferentes, Eu te Darei o Sol é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.

Confesso que assim que comecei a leitura de Eu te Darei o Sol da autora Jandy Nelson, pensei que ia me decepcionar.  Nem foi tanto o fato de “deduzir” praticamente toda a história logo nos primeiros capítulos, que me deixou apreensiva.  E sim por que fiquei com medo de não conseguir me envolver com os personagens e com todo o contexto que estava sendo apresentado ali. Porém, para minha imensa surpresa no decorrer da história, esse meu coração de leitora se viu completamente apaixonado por Noah e Jude.

Noah e Jude, passaram boa parte da vida fazendo tudo juntos. Como gêmeos eles possuem aquela famosa "ligação especial", que faz com que ambos sintam que dividem a mesma alma. Mas, conforme vão crescendo as diferenças de personalidade começam a aparecer. Enquanto Noah é introvertido e vive unicamente em seu mundo cheio de cor e arte, Jude é a menina da praia, extrovertida e cheia de amigos.  E o fato de ambos competirem pela a atenção dos pais só deixa a relação que antes parecia forte e inquebrável ainda mais estremecida.

Quando uma tragédia muda tudo por completo, eles se distanciam ainda mais.  E todos os mal-entendidos, mentiras e ciúmes começam a cobrar um preço alto demais. Agora Noah e Jude são como dois estranhos dividindo o mesmo espaço, vivendo em mundos diferentes por medo e vergonha dos erros que cometeram no passado. Mas, onde existe uma centelha de amor, o perdão pode administrar verdadeiros milagres.  E a vida vai provar para esses dois irmãos que tudo e todos estamos interligados, e que os caminhos que escolhemos para fugir de algumas verdades, são justamente aqueles que as revelam.

Como comentei no começo da resenha, logo nos primeiros capítulos fiquei com medo que a leitura de Eu te Darei o Sol fosse se mostrar frustrante. Afinal,  tanto história como os personagens demoram um pouco para me cativar, em especial a Jude. As atitudes que ela tomou antes de tudo mudar completamente entre ela e o Noah foram um tanto “mesquinhas” e me incomodaram bastante. Não que o Noah seja totalmente inocente, mas fica visível que ele é o mais “frágil” entre os irmãos, e por esse motivo àquele que mais precisava de apoio.

Porém, o que mais em encantou na história da Jandy Nelson foi à forma como ela interligou todos os personagens e todos os fatos na narrativa. Ela foi tecendo o enredo de uma maneira que mesmo algumas coisas sendo um pouco óbvias em terminados momentos, elas não deixavam de ser emocionante. Eu torci muito pela felicidade do Noah e da Jude. Gente como eu torci para eles voltaram a ter aquela ligação linda que eles tinham, para se perdoarem e principalmente perdoarem a si mesmo.

Por que Eu te Darei o Sol, fala acima de tudo sobre o perdão. De você não apenas perdoar as falhas de outra pessoa, mas de você tentar entender os motivos que a levaram agir do modo que acabou te magoando. Eu te Darei o Sol fala da importância de você ser fiel ao seu coração e perdoar a si mesmo. Por que todos nós falhamos, todos os dias inevitavelmente.  E nossas maiores falhas são exatamente com aqueles que mais amamos.

“- Às vezes você acha que sabe das coisas, sabe muito, só para descobri que não sabe porcaria nenhuma.”

Singelo, triste e tocante, Eu te Darei o Sol é uma daquelas leituras que ficam com a gente por muito tempo. Pois nos mostra o quanto somos frágeis e egoístas, e que sempre uma ação vai gerar uma reação em nossas vidas. E precisamos estar preparados para lidar com as consequências dela. Recomendo!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in