Sponsor

Mostrando postagens com marcador O Guia do Mochileiro das Galáxias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador O Guia do Mochileiro das Galáxias. Mostrar todas as postagens
março 03, 2013

O Guia do Mochileiro das Galáxias por Douglas Adams

O Guia do Mochileiro das Galáxias por Douglas Adams.

ISBN: 9788599296578
Editora: Arqueiro / Sextante
Ano: 2009
Número de páginas: 156
Classificação: 3/5 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino - Compare os Preços


Sinopse: Não entre em pânico - Vol. 1

Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse. Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, este livro vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado.





O Guia do Mochileiro das Galáxias foi o primeiro livro lido da minha lista dos 12 livros para ler em 2013. A escolha dele foi meio aleatória já que eu estava em busca de uma leitura que fosse leve, rápida e divertida, algo que sempre ouvi falar sobre livro. Confesso que me surpreendi bastante com a história. Sabe quando você se faz aquela pergunta “irritante” - por que eu não li esse livro antes? Foi bem assim que eu me senti.  Bem como o livro é bem curtinho e para não correr o risco de acabar dando algum spoiler por aqui, vou fazer um resumo rápido dos acontecimentos principais.

O destino achou que a vida do inglês Artur Dent andava um pouco parada aqui pela na nossa querida Via Láctea. Então para o Artur não morrer de tédio, o senhor destino resolveu colocar um pouco de ação em sua pacata existência. No dia que ele descobre que seu grande amigo Ford Perfect é um ET disfarçado, que estava exilado em nosso planeta, a Terra é destruída por uma raça de alienígenas conhecidos como Vogons. Os dois até conseguem sobreviver à extinção do planeta, porém as confusões pelo universo de infinitas probabilidades da dupla estavam apenas começando. Mal eles sabiam que estavam prestes a encontrar com Trillian e Zaphod Beeblebrox para viver uma aventura realmente inesquecível.

No Hiperespaço que Douglas Adams criou no começo tudo parece muito sem nexo e confuso, mas a partir do momento em que a narrativa do autor ganha ritmo, algumas perguntas surgem automaticamente como: Quem somos? Para Onde Vamos? Será que realmente existe vida fora do nosso lindo planeta azul? Estariam esses outros seres, planejando algo sinistro e perturbador para o futuro do Universo?  Teorias a parte, é muito visível para o leitor que por de traz de toda essa “bagunça” o autor busca debater questões mais profundas tanto do ponto de vista filosófico com religioso.

Esse foi um ponto que achei bem interessante em todo o livro. A forma com que o autor reuniu dentro do mesmo universo, personagens que aparentemente não tinham nada em comum e os uniu em prol de um único objetivo maior, nesse caso a sobrevivência deu a narrativa um toque bem realista.  Acredito que justamente por esse motivo O Guia do Mochileiro das Galáxias é livro tão comentado, pois é difícil você abordar determinados assuntos sem ser maçante.  E pode-se falar tudo desse livro, menos que ele chato.

A linguagem usada pelo autor é cheia de termos “estranhos” bem ficção cientifica mesmo, o que para quem não gosta muito do estilo ou não está acostumado pode acabar dificultando um pouco o entendimento no inicio da história. Depois de um tempo você acaba se acostumando com as “viagens” do autor e deduzindo o que ele está querendo dizer com aquilo. Não é um livro “fácil” de ler, porém garanto que é bem divertido. Principalmente se você está procurando uma leitura rápida para passar o tempo.

Apesar da história de Adams ter sido publica no final dos anos setenta ela é muito atual. O autor usa de forma magistral analogias para criticar o sistema de vida levado pela sociedade da época, e por que não dizer a de hoje também. E ele faz isso de uma forma tão descontraída que você só perceber o quanto está envolvido na leitura quando o livro acaba.

Pretendo ler os outros livros da série, até por que eu estou curiosa para descobrir quais serão as próximas confusões que essa turma vai ser meter pelo Universo a fora. Destaque para o Marvin, um robô super fofo e simpático que tem mais questões existenciais mal resolvidas do que todos os habitantes da Terra juntos.

Minha dica é: Não entre em pânico e embarque nessa aventura pelo Hiperespaço. A diversão é garantida!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in