Sponsor

Mostrando postagens com marcador Stephen Chbosky. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Stephen Chbosky. Mostrar todas as postagens
junho 02, 2013

As Vantagens de Ser Invisível por Stephen Chbosky



ISBN: 9788532522337
Editora: Rocco
Ano de Lançamento: 2007
Número de páginas: 223
Classificação: Muito Bom
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços








Sinopse:  Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.






Uma das coisas mais positivas de você deixar para fazer resenha um tempo depois que terminou a leitura de um livro, é que você consegue realmente perceber o efeito que a história teve em sua vida.  É como se após esse tempo você começasse a ver o livro com outros olhos, - bem pelo menos é assim que me sinto em relação As Vantagens de Ser Invisível. Quando terminei a leitura estava completamente (...) encantada? Não, essa não é a palavra certa a ser usada aqui. Talvez impressionada, surpresa, ou algo do tipo, mas não encantada. Porém, agora ao escrever essa resenha percebo que apesar de ter gostado bastante do livro, ele não me cativou da maneira como eu esperava.

Não que ele não seja um bom livro, por que de verdade ele é um ótimo livro. O autor Stephen Chbosky conseguiu explorar temas como; homossexualidade, aborto, drogas e sexo de uma forma leve e até mesmo comovente.  Porém, foi justamente esse “excesso” de drama na história que me incomodou um pouco durante a leitura, pois apesar de todo o contexto se apresentar de uma forma muito emocionante, a única coisa que eu conseguia sentir enquanto tentava entender o mundo a qual Charlie pertencia, ou tentava pertencer, era à apatia e melancolia dele em relação a tudo aquilo.

Talvez o meu maior erro foi tentar “analisar” o personagem ao invés de aproveitar a leitura. Mas, Charlie é tão confuso e em algumas ocasiões parece estar tão perdido, que eu simplesmente não conseguia deixar de lado a sensação de que eu precisava fazer alguma coisa para tentar entende-lo e ajuda-lo. Era como se cada carta que Charlie escrevia fosse um pedido de ajuda endereçado a mim. É estranho eu sei, porém eu tenho tendência a querer “adotar” personagens dramáticos e um pouco desajustados, e como Charlie não foi diferente.

Charlie é aquele tipo de pessoa que tem um medo enorme de viver a vida. Ele é apenas um mero espectador que entra em cena quando precisam de um figurante. Ele observa tudo a sua volta e sofre muito por não conseguir participar e mudar as coisas.  E quem nunca passou por esse tipo de situação? Quem nunca se sentiu impotente diante de alguma circunstancia imposta pela vida? Quem não tem traumas e medos com os quais não sabe lidar? Quem nunca pensou que crescer dói? Quem nunca desejou viver em uma realidade alternativa e ser de fato invisível nem que seja por poucos minutos? O autor Stephen Chbosky conseguiu transmitir em cada parágrafo todas essas emoções contraditórias e tão humanas através da personalidade de Charlie.

Gostei muita da forma como o autor construiu toda a narrativa. As cartas de Charlie conseguiam me aproximar mais dele, ao mesmo tempo em que me faziam perceber que eu não sabia nada sobre ele de verdade. Gostei do Patrick e da Sam e da forma como eles sempre demonstraram sua amizade e seu amor por Charlie. O toque sutil de realidade presente em todo o livro tornam As Vantagens de Ser Invisível um livro leve, tocante e atemporal.

Só que por mais que tenha me afeiçoado a Charlie e me envolvido com a sua história, no final eu senti que faltou alguma coisa. Sabe aquela sensação falsa de profundidade? É mais ou menos assim que eu me sinto agora. Apesar de a narrativa muitas vezes ter me deixado angustiada existiu também, uma superficialidade que tornou toda a história um pouco rasa e vaga demais em determinados momentos. Faltou um pouco de objetividade e ação para que a história me emocionasse e me cativasse por completo. O que foi realmente uma pena (...).

“Então, eu acho que somos quem somos por várias razões. E talvez nunca conheçamos a maior parte delas. Mas mesmo que não tenhamos o poder de escolher quem vamos ser, ainda podemos escolher aonde iremos a partir daqui. Ainda podemos fazer coisas. E podemos tentar ficar bem com elas.”

Com personagens marcantes e um história que brinca com a monotonia e a aventura que é vida,  As Vantagens de Ser Invisível é um livro simples e complexo, que consegue fazer você se sentir nostálgico, melancólico e feliz ao mesmo tempo.

Vale apena conferir!



Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in