Sponsor

Mostrando postagens com marcador Uma Curva na Estrada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Uma Curva na Estrada. Mostrar todas as postagens
outubro 06, 2013

Uma Curva na Estrada por Nicholas Sparks


ISBN:
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2013
Número de páginas: 304
Classificação: Ótimo
Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.




Sinopse: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews(...).

Fazia um bom tempo que eu não lia nada do autor Nicholas Sparks, que embora não seja um dos meus autores favoritos sempre consegue me comover com suas histórias. Mesmo essas sendo as mais clichês possíveis. Porém, para minha surpresa embora Uma Curva na Estrada contenha os mesmo ingredientes presentes em todas as obras do autor, ele possui algumas características diferentes que fazem com que o leitor fique atento à história até o ultimo capitulo.

Miles Ryan nunca conseguiu superar a perda de sua amada esposa Miss. Em parte essa sua frustração se dá pelo fato de que ele como policial deveria ter encontrado, algum indicio ou prova de quem atropelou sua esposa. Porém, a verdade é que aparentemente o assassino desapareceu no ar e não deixou rastros. Em meio à dor da perda e a obsessão por encontrar respostas, Miles se vê obrigado a continuar a viver não por si só apenas, mas por seu pequeno filho Jonah.

Jonah ainda sente muita falta da mãe, e por mais que Miles após o longo período de luto tente suprir a ausência de Miss na vida do filho, nunca parece ser o bastante. Jonah é um menino que carrega a tristeza no olhar e por conta da tragédia que aconteceu, seus antigos professores acabavam sempre tendo pena dele, e por isso seus problemas com as notas nunca foram de fato um “grande problema”. Mas quando Sarah Andrews torna-se a sua professora, ela percebe que Jonah tem sérios problemas de aprendizagem, e ao agendar uma reunião com o pai do menino, o que ela não esperava era se deparar com a mesma tristeza presente nos olhos de Jonah, nos olhos do seu pai.

Miles e Sarah começam a se aproximar com a intenção de fazer com que Jonah melhore suas notas no colégio. Só a dedicação da jovem professora conquista o coração do pequeno Jonah, ao mesmo tempo em que o coração de Miles também é conquistado. Porém, um terrível segredo pode colocar a bela história de amor que ambos estão começando a viver em risco.  Quando fantasmas de um passado doloroso voltam a perturbar a paz de Miles, Sarah tem que tomar uma difícil decisão. Decisão essa que pode fazer com que o amor que Miles sente por ela se transforme em desprezo.

Nicholas Sparks criou aqui uma história com uma narrativa doce e muito delicada. Por mais que o personagem central tenha passado por uma grande perda, o amor e a dedicação que Miles tem com seu filho Jonah é tão terna que chega a ser comovente. Acredito que justamente a presença de Jonah na história, deu esse toque mais suave à narrativa.  O modo como a história evolui é tão simples que sem perceber me apeguei aos personagens, e o melhor fui surpreendendo a cada nova revelação que surgia no caminho.

Até mesmo o romance se mostrou algo mais maduro e real, o que de certa forma deixou a narrativa mesmo “açucarada” e mais profunda, o que me agradou bastante já que não sou muito fã de “romances superficiais”. Outra característica que gostei muito no livro é que Miles, ao contrário dos “mocinhos padrões” do autor não nenhum exemplo de perfeição. Miles é impulsivo, e tem uma enorme sede de vingança dentro de sim, algo que muitas vezes o faz agir e depois pensar nas consequências.  Confesso que em alguns momentos eu fiquei com um pouco de raiva dele, por conta de suas atitudes um tanto extremas. Tudo bem que ele sofreu uma enorme perda tudo mais, só que isso não é justificativa e nem dá ao direito dele para agir como se fosse um “anjo justiceiro”

Tanto os dilemas enfrentados pelos personagens, como os segredos que ameaçam sua relação foram muito bem estruturados, o que além de manter a minha atenção do começo ao fim do livro, fez com que a cada capítulo tivesse um tipo de emoção diferente. A base da história pode até ter aquele toque “sparkiano” que nós conhecemos tão bem, mas a verdade é que nesse livro o autor conseguiu se superar, criando uma história em que o final pode não ser bem o esperado, mas não menos emocionante.

“– Acho que o que estou tentando dizer, Sarah, é que eu não preciso de tempo. Sei lá, eu simplesmente sei que falta algo na minha vida e que, antes de conhecer você, eu nem me dava conta disso”.

Uma Curva na Estrada possui uma história cativante, romântica e emocionante. Que vai deixar você encantado com sua narrativa simples, despretensiosa, e ao mesmo tempo cheia de surpresas. Recomendo!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in