Sponsor

Mostrando postagens com marcador doe livros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador doe livros. Mostrar todas as postagens
agosto 03, 2017

Um lado triste e feio do Mundo Literário

| Arquivado em: CAFÉ LITERÁRIO.

Tudo começou com uma mensagem que recebi no Instagram. Uma menina me perguntou se eu dava livros. Respondi a ela que tenho o hábito de doar os livros que li e não gostei ou os que recebo, mas não tenho o interesse de ler para uma biblioteca comunitária aqui de Sorocaba. Até por que não vejo e nunca vi necessidade de ocupar espaço da minha estante com livros que não não tenho interesse em ler ou de reler.

imagem: Shutterstock
A menina me agradeceu e por mim a história tinha acabo ali. Porém, dias depois em um grupo literário que participo alguém publicou um print. A mesma menina entrou em contato com outra pessoa, e foi justamente à resposta que essa colega de grupo deu que me fez começar a repensar o blog e a imagem que passo para quem me segue.

Primeiro que achei errado expor a menina para o grupo, mas o que realmente me incomodou foi à resposta; “Não eu não dou livros, eu os coleciono”. Tipo quem coleciona conhecimento e histórias? Esses foram feitos para ser compartilhados, ainda mais em um país como o nosso em que o acesso à cultura é tão difícil.  Quem assistiu essa reportagem do Fantástico sabe como a grande maioria das pessoas em nosso país não tem acesso à leitura, por que os livros infelizmente ainda são muito caros. 

A verdade é que depois disso comecei a me questionar se eu e outros blogueiros literários realmente incentivamos a leitura, ou incentivamos o consumismo. O desejo de ter livros só para postar fotos bonitinhas no Instagram e conquistar números. Por que essa mesma pessoa que tem o Instagram Literário com um número considerável de seguidores, já confessou em uma conversa que não lê resenhas. Ou seja, ela publica resenhas em seu Instagram, mas não lê a resenha que os outros publicam. Isso sem falar àquelas pessoas que nem livros que recebem de parceira leem, só que a foto está lá bonitinha (...).

Sempre achei um desperdício de dinheiro quem compra todas as edições do mesmo livro. Exemplo, todas as edições já lançadas de Harry Potter. Gente para que? A história é a mesma. Se você quer uma edição mais recente sem problemas, mas por que não doar a sua antiga?

Nunca ostentei a quantidade de livros que tenho na estante. Nunca me senti uma pessoa “melhor” por ter um blog literário. O meu objetivo quando comecei o blog era compartilhar o meu amor pela leitura e nada me deixa mais feliz, quando recebo um e-mail em que a pessoa me diz que leu e amou um livro que indiquei no blog.

Nunca me importei com números ou em me tornar uma blogueira famosa. Só quero que mais e mais pessoas se apaixonem pelos mundos maravilhosos que a literatura pode nos levar. E se até hoje não desisti do My Dear Library é por que ainda tenho esse desejo. Porém fico arrasada quando vejo pessoas sendo tão mesquinhas e egocêntricas. Você ser famoso na internet não significa absolutamente nada, se no dia a dia você não é capaz de fazer a diferença na vida das pessoas que te rodeiam. 

Estamos vivendo em uma sociedade cada vez mais egoísta em que status e números se tornaram mais importantes do que o amor e a compaixão pelo próximo e isso me deixa profundamente entristecida. Me perdoem pelo textão. Acreditem que relutei muito em publica-lo no blog, mas se eu não puder desabafar aqui, no me cantinho especial, onde mais faria isso?

Fica meu apelo e meu questionamento aos meus amigos blogueiros literários. Estamos realmente incentivando a leitura ou apenas contribuindo para o consumismo? E principalmente, não colecione livros, histórias foram feitas para serem vividas e compartilhadas ().

janeiro 17, 2013

Campanha - #Bookholics com Moderação.

Campanha - #Bookholics com Moderação.

Vocês devem se lembrar de que no ultimo post do ano passado, eu tinha comentado a respeito de uma campanha que seria lançada em breve aqui no blog. Quem acompanha os blogs As Palavras Fugiram e o This Adorable Thing já sabe do que se trata, mas hoje vamos dizer assim que é o lançamento oficial da campanha (já que essa que vos se escreve, se confundiu nas datas e esqueceu-se de deixar programado esse post).

Confere ai! =D


Que todo Bookaholic é um apaixonado por livros não segredo para ninguém. Mas e quando essa paixão começa a se tornar algo prejudicial? Acho que vocês nunca tinham pensando nessa hipótese não é?

Claro que não é o fato de você gostar de ler mais que a média seja algo perigoso, o problema que cerca os Bookaholics é o mesmo que cerca os “Sapatólatros”, os “Bolsólatras” e todos os que não conseguem se controlar na hora de gastar um pouquinho demais em seu “hobby”; o consumismo exagerado.
Pois é, leitores quantos livros nós já não compramos no impulso por que ele estava em uma super promoção e, depois o coitadinho fica lá “mofando” na estante por que nunca se quer cogitamos a ideia de ler ele.  Ou quantos livros que estão adicionados há mais tempo na sua wishlist no skoob você já deixou de comprar, por causa daquele lançamento super comentado. Muitas vezes o que parece um hábito inocente e saudável pode gerar um grande problema, principalmente quando se perde o controle sobre ele.

Quando eu estava separando os livros para a #TAG 12 Livros para 2013, comecei a ver quantos livros tenho há tempos na estante e nunca cheguei a pegá-los nem se quer para folhear e isso me deixou muito triste comigo mesma, tanto que a minha primeira atitude depois dessa alto-avaliação foi separar alguns livros para doação. E acreditem, foi libertador esse desapego.
Por isso, para promover não só o desapego, mas também uma conscientização que tudo que é em exagero não faz  nada bem, eu resolvi criar a “Campanha Bookaholics com Moderação“.

Através dessa campanha eu quero propor um desafio a todos vocês. Criar uma meta de compras para 2013 com no máximo 20 livros. Claro que nada impede de você comprar um livro que esteja fora dessa meta, ou até mesmo não comprar nenhum, afinal tem bastante gente que quer aproveitar esse ano para ler sua estante completa.

O principal objetivo da campanha é que você chegue ao dia 31 de dezembro com todos os livros que você deseja muito, na sua estante. É uma compra consciente por que cá entre nós, consumismo não está com nada.  Sem falar que não é nada legal e inteligente deixar de comprar algo que precisa ou se quer muito, por que estouro o cartão de crédito comprando o que quer que seja no impulso.

Gostou do desafio e topa essa “rehab” em conjunto? Para participar é fácil.

É só criar um post no seu blog com o titulo #Bookaholics com Moderação, e nele listar quais os livros que estão na sua meta de compras para 2013. Usar o banner da campanha em algum lugar visível do seu blog e pronto. =)

Ter a leitura como hobby é tudo de bom, mas acumular livros na estante não é nada legal nem para você e nem para eles. Se você tem livros que já leu e não quer mais doe, além de fazer alegria de muita gente, você ainda ganha espaço na sua estante para acomodar melhor os seus preciosos tesouros.

“Livros não são troféus para ficarem expostos e sim fontes inesgotáveis de conhecimento, inspiração e sonhos”. Pense nisso.


Segue a minha meta de compras para 2013.

Ah! Antes que vocês pensem que eu andei gastanto demais com livros ano passado, vou confessar aqui que sou "avarenta" e tenho dó de gastar (sou taurina, acho que isso explica as coisas). Afinal só eu sei como é dificil conquistar o meu rico salarinho todo mês.
=P

Conto com o apoio moral de todos !

bjus;***


Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in