Resenha - A Viagem do Tigre por Colleen Houck.

17/02/2013



ISBN: 9788580411133
Editora: Arqueiro
Ano: 2012
Número de páginas: 496
Classificação: 3/5 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino - Compare os Preços

Sinopse: Saga do Tigre – Livro 3.

Perigo. Desolação. Escolhas.

A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores. Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos. Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

Resenhas: A Maldição do Tigre e O Resgate do Tigre.


Bem, nem sei como começar essa resenha. Não posso nem afirmar que, “a decepção me define”, por que não estou de fato decepcionada, na verdade eu já estava preparada para todos os pontos que me levaram a ter um quase colapso nervoso durante a leitura. A Viagem do Tigre é um livro bom. Não minto; ele é ótimo, mas infelizmente a história foi tão enrolada e cheia de drama a lá novela mexicana, que às vezes eu tinha a vontade de gritar com a autora por ela estar estragando uma das minhas séries favoritas.

O que sinto agora é uma imensa confusão de sentimentos e me levam a fazer a seguinte
pergunta à autora Colleen Houck: O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? Explica-me, por favor, qual é o sentindo em mudar tão drasticamente a personalidade dos protagonistas Ren e Kishan. Sinceramente eles me pareceram dois completos estranhos nesse livro, sem mencionar as constantes e exageradas declarações de amor que ambos fazem praticamente o livro todo para Kelsey. Aliás, eu ainda vou entender por que “quase” todos os homens do livro se apaixonam por ela, mas prefiro nem comentar o absurdo disso.

Já que citei a minha personagem favorita (só que não), ela consegue se superar a cada livro. Tudo bem que ela conseguiu despertar um pouco a minha compaixão. E quando eu digo um pouco é muito pouco mesmo.  Até cheguei a ficar com pena dela, só que as inseguranças da Kelsey em relação com qual dos “seus tigres” ela deve ficar é algo que dá nos nervos de qualquer pessoa. Basta um olhar, ou um simples toque do Ren para ela se derreter e declarar o quando o ama. Porém, quando você pensa pronto ela já se decidiu, ela resolve ficar com o Kishan por que é mais “seguro”.  Para tudo! Como assim queridinha você escolhe alguém por que é mais seguro?

Acho que faltou alguém explicar para a Kelsey que nenhum relacionamento é seguro, que o mesmo risco que você tem de se machucar com um você tem com o outro. E infelizmente praticamente durante o livro todo você convive com esse insuportável e forçado triângulo amoroso.  O mais irritante nessa situação é todo mundo sabe como esses triângulos acabam, então acho que os autores poupariam muito do seu tempo se parassem de colocar essa chatice nas histórias. Pronto falei!

Claro que a Viagem do Tigre tem a parte boa, e essa mais uma vez se dá por conta da busca para quebrar a terceira parte da profecia da deusa Durga. Esse livro em questão me despertou uma curiosidade a mais em relação aos outros por conta dos dragões. De todos os animais místicos eles são os meus favoritos, principalmente os chineses por que os acho “fofinhos”. Eu sei que é estranho alguém achar dragões fofinhos e talvez essa não seja uma definição que combine muito com eles, mas essa sou eu então já sabem. Só que mesmo os dragões ficaram um pouco ofuscados por causa do bendito triângulo amoroso.

Porém, mesmo com uma participação ”pequena” teve dois dragões que se tornaram os meus favoritos, o Jïnsèlóng, o Dragão Dourado que foi o responsável por boas gargalhadas, o Yínbáilóng que é o Dragão de Gelo o mais velho e sensato dos irmãos dragões. Todos os dragões têm umas particularidades bem legais, o que garantiu uma boa dose de ação, aventura e mistério ao enredo.

Colleen Houck escreve maravilhosamente bem. Ela é o tipo de autora que envolve o leitor de uma forma na narrativa que mesmo que você esteja com muita raiva do que está acontecendo na história, é simplesmente impossível parar de ler. Eu mesma fui dormi às quatro da manhã por que não conseguia largar o livro. A Viagem do Tigre tem suas falhas, é enrolado e deixa qualquer pessoa irritada com a indecisão da Kelsey; sim ele tem tudo isso, só que o plano de fundo que autora criou para história é tão bom que compensa isso.  Não totalmente é claro, mas ameniza essas falhas por assim dizer.

Apesar de A Viagem do Tigre ter ficado um pouco abaixo dos livros anteriores, eu gostei dele como um todo. Acredito que a Colleen soube dar uma continuidade consistente a saga, deixando muitas questões pairando no ar. O final me deixou bastante curiosa para ler o próximo livro, na verdade confesso que estou muito ansiosa pelo O Destino do Tigre. Mesmo sabendo que até o gran finale, eu ainda vou me irritar muito. Eu só espero que a Colleen de um final lindo para o meu personagem favorito o Senhor Kadam, por que senão serei forçada a mandar um e-mail nada educado para ela. Senhor Kadam é muito amor

A Viagem do Tigre pode não ser um livro perfeito, mas cumpre bem o papel de deixar os fãs da saga curiosos para saber o que o descarado do Lokesh está aprontando e principalmente como será o final da Maldição do Tigre. É um livro muito bom desde que você não crie muitas expectativas.


Comentários via Facebook

23 comentários:

  1. Oi Ane!Também fiquei decepcionada com este livro, no tocante ao romance eu não gostei de nada, está mesmo parecendo novela mexicana, e Ren que era um personagem que sempre gostei, conseguiu me irritar. Kishan foi que salvou -se nesta confusão, achei que pelo menos ele manteve a dignidade. Agora falando na aventura e na busca pela quebra da maldição, eu continuo gostando, neste quesito a autora está de parabéns. Tomara que o próximo seja melhor.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Expectativa é uma droga, né? Pior é que é dificil evitá-las. Não tenho muito interesse em ler essa série, mas adoro as capas.

    Beijão
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
  3. Estou seguindo o seu blog, retribui no meu blog ta?

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, acho que nunca devemos criar expectativas para nada! É complicado, pq nos decepcionamos com qualquer coisa, daí!
    Estou tentando ir com calma nas minhas leituras, pq se eu não crio expectativas eu aproveito mais, acredita?
    Beijos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua critica, e faço minhas as tuas palavras! Tive a mesma sensação que você ao ler o livo: "o que a autora esta fazendo?", "que personalidades são essas que o ren e o kishan assumiram nesse livro?". O triangulo que achei legal até o resgate do tigre, ficou totalmente sem sentido neste, e essa coisa forçada de TODOS os personagens masculinos que aparecem se interessarem pela Kelsey é ridículo!
    Mas assim como você, não consegui largar o livro, e provavelmente vou comprar o quarto da saga, ainda no pré lançamento!
    Eu fiquei sim, muito decepcionada, pois era uma das minhas séries favoritas, e depois da viagem, não sei se é mais =/
    Ren e Kishan estão muito chatos, os dois! A Kelsey então, com aquele "quero este, mas quero aquele", e mimimi, nem sei como o ren e o kishan aguentam, haha!
    Mas vale a leitura!

    ResponderExcluir
  6. Estou com os três livros aqui na minha estante, mas ainda não consegui pegar para ler. Estou esperando a serie acabar, pois odeio ter de ficar um ano esperando para ler o próximo livro. Que bom que você avisou, assim não começo a serie cheia de expectativa.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Anne, me assustei um pouco com a resenha D:
    Terminei de ler o 1 livro da saga e fiquei apaixonada, estou querendo comprar logo os outros se não vou enlouquer @_@ . Fiquei triste por saber dessa indecisão da Kells, e olha que no primeiro livro eu já tava com raiva, por ela não decidir logo ficar com Ren AFF DD: , mais é tão bom que não dá vontade de parar, a autora consegue nos envolver totalmente! )':

    ResponderExcluir
  8. Oi! Sei bem como é. Tô esperando meu A Viagem do Tigre chegar e o triângulo amoroso é um dos quesitos mais irritantes desse livro, acredito eu, que todos os leitores reclamam.
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. eu ja sou traumatizada com a personagem kelsey antes de ler o livro kkk
    por isso q eu ainda nao li xp

    ResponderExcluir
  10. Seu blog é moito fofo. O layout é incrível. Concordo plenamente com a sua opinião sobre esse livro. Também gostei muito.
    sucessoparaseublog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Vi muita gente decepcionado com esse livro, mesmo os que amam a série. Ainda não li nada dessa série, mas pretendo ler. Adorei a resenha.


    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane, eu tinha curiosidade de ler a série, mas depois dos comentários sobre esse terceiro livro, desanimei. Nunca fui uma série que me deixava louca de curiosidade, e essa irritação geral com esse triângulo mal enjambrado não dá para mim. Espero que melhore daqui para frente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane
    Quero muito ler essa série, pois todos falam que os livros são ótimos
    Sua resenha confirmou isso!
    Beijos
    Rizia-Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Aneee, que saudades!! Poxa, estou em falta contigo né? Mil desculpas!! O ML está passando por mudanças (de URL, de layout, de foco, de postagens e blábláblá) e ando tão ansiosa por causa disso que acabo me envolvendo completamente com o futuro e coisas que nem aconteceram ainda (pensando em assuntos pro blog, em como mudar isso e aquilo, etc).
    Ok, mas cá estou e confesso que não ia comentar aqui. Não ia ler sua resenha porque só li até o segundo livro (este que me deixou com os nervos à flor da pele, de raiva. Me diz por que é que todos os homens do livro têm que se apaixonar por Kelsey, como você disse? -.-'). No segundo livro já notei semelhanças com Crepúsculo e fiquei indignada! A Colleen parece estar estragando a série, mesmo. -.-'
    Mas ainda quero ler este terceiro, apesar dos pesares. Quando vi sua nota na resenha, resolvi ler, não me aguentei de curiosidade. E já estou decepcionada. Pelo visto não teria necessidade da autora estender a série em mais de três livros. Alguns adoraram o quarto livro, estão morrendo de amores, mas a escritora poderia muito bem enxugar esse drama, esse inhem inhem inhem da Kelsey, o triângulo amoroso que tá chato demais! -.-'
    O que me motiva a continuar a série são as aventuras, acho que o desenvolvimento e a descrição desses momentos são deliciosos, sempre me sinto na aventura, como se eu estivesse disposta a salvar os tigrezinhos, hehehe!


    Beijos Ane, ótima semana!

    ResponderExcluir
  15. É um saco mesmo quando o autor desvia-se do seu rumo!
    Mudança em personalidade de personagens então é um horror.
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  16. Oi Ane!
    "O que sinto agora é uma imensa confusão de sentimentos e me levam a fazer a seguinte
    pergunta à autora Colleen Houck: O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? Explica-me, por favor, qual é o sentindo em mudar tão drasticamente a personalidade dos protagonistas Ren e Kishan. Sinceramente eles me pareceram dois completos estranhos nesse livro, sem mencionar as constantes e exageradas declarações de amor que ambos fazem praticamente o livro todo para Kelsey. Aliás, eu ainda vou entender por que 'quase' todos os homens do livro se apaixonam por ela, mas prefiro nem comentar o absurdo disso."
    VOCÊ DISSE TUDO! KKKKK
    Sério, eu me irritei tanto com esse livro. Eu nunca gostei do Ren, mas passei a odiá-lo nesse livro.
    Kishan era tão interessante nos livros anteriores, mas perdeu toda essência neste. Incrível como ela conseguiu piorar a história.
    Kelsey poderia morrer. Sério. Não a suporto.
    Enfim, entendi bem sua opinião. rs
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  17. Oiiiii, adorei a resenha, mas não sei se estou interessada em ler essa série, tenho o primeiro, mas acho que me interessei muito mais pela capa!

    Beijinhos da Táta

    http://www.umdiaacadalivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Estou lendo o primeiro da série e estou amando ^^

    Beijos.
    Guilherme
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. HUm...achei interessante sua resenha e os pontos de vista que destacou. Ah...mas confesso que não tenho muito vontade de ler esse livros;
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  20. Me sinto a última pessoa do mundo a não ler essa série haha Sério! Sei lá, as capas são bem bonitas, mas não muito atraentes para mim, sabe?

    ResponderExcluir
  21. Oi querida :)
    Não li sua resenha, não queria nenhum spoiler já que nem o primeiro livro eu li ainda :/ Mas vi a parte da decepção. Detesto me decepcionar com uma série que eu super adoro. Enfim , a resenha deve estar ótima como sempre.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  22. Olá! Sou louca pra ler essa saga do tigre então nem li sua resenha porque não quero spoilers kkkk

    Beijos
    @blogscl
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Ane eu como só li o primeiro volume da série não sei opinar mto, mas já sinto que ficarei com mta raiva da Kelsey, espro não sofrer tanto com essa série...adorei sua resenha...

    BjOs!!!

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por