Resenha - Jogos do Prazer por Madeline Hunter.

10/04/2014

ISBN: 9788580412437
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 204
Classificação: Muito Bom
Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva - Compare os Preços.



Sinopse: Rothwell Brothers - Livro 03.
A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.

Uma das características marcantes na escrita de Madeline Hunter é que, sempre após finalizar a leitura você fica com aquele gostinho de quero mais. É uma escrita que não encanta apenas pelo clima de sedução e romance, mas sim pelo que de mistério que existe por trás de disso. Emocionante e delicado, Jogos do Prazer foi me conquistando aos poucos com uma bela história de redenção e amor.

Quando a jovem Roselyn Longworth achava que não tinha como a sua vida ficar pior, eis que o destino resolve lhe pregar mais uma terrível peça. O adorável Lorde Norbury revela suas reais intenções, ela percebe o quanto foi ingênua por ter interpretado tão mal as falsas promessas de amor do nobre. Desesperada com a sua descoberta, ela não se sujeita mais aos caprichos do visconde, que por vingança resolve leiloa-la durante uma festa privada em sua mansão. Rose sabia que esse acontecimento selaria de uma vez por todas o seu destino, e ela estaria arrasada para sempre depois daquela noite.

Porém, quando Kyle BradwellRose naquela situação ele age não apenas por impulso, mas pela necessidade de protegê-la de uma humilhação ainda pior, o que o leva a arrematar Rose no leilão. Só que infelizmente o estrago já estava feito. Em pouco tempo a noticia que a jovem Roselyn Longworth estava em uma festa não recomendada para moças de boa família se espalha pela sociedade londrina, e ela é forçada a se exilar na última propriedade da família que lhe restou. Conformada em terminar seus dias longe de seus familiares, para não arruinar a reputação das pessoas que ela ama, Rose não imaginava que teria um “anjo da guarda”, que usaria toda a sua influência e poder de manipulação para uni-la com o seu salvador.

Quando Bradwell reaparece com uma proposta capaz de concertar tudo, Rose mesmo temerosa em cometer mais um grave erro sabe que essa pode ser a sua única chance de recuperar a sua reputação e poder ficar ao lado das pessoas que ama. Ao mesmo tempo em que a atração entre eles é inevitável, Rose e Bradwell precisam lidar com os fantasmas do passado em seu relacionamento. Será a paixão e o desejo que sentem um pelo outro, são fortes o bastante para vencer todos os obstáculos que surgirão no caminho?

Ao contrário da maioria dos romances históricos com os quais estamos habituados, Jogos do Prazer, está longe de possuir um enredo de “conto de fadas”. Tanto Rose como Bradwell são pessoas comuns, sem títulos de nobreza ou parentes ricos.  A relação deles é mais “real”, pois de certo modo eles lutam juntos para construir não apenas um relacionamento emocionalmente sólido, mas financeiramente estável também. A forma como essa relação evolui é tão terna e cativante que durante a leitura muitas vezes me vi tocada pelos dilemas de Rose e principalmente pelas cicatrizes que Bradwell trazia em sua alma.

Outro ponto é que, embora os personagens aqui não possuíssem nenhuma ligação direta com a família Rothwell, já que o livro relata a história da Rose, prima da Alexia de As Regras da Sedução, é possível conhecer um pouco mais os membros dessa família por uma perspectiva diferente. Apesar de serem mais os coadjuvantes da narrativa, os Rothwells, em especial o Hayden e o Christian (), são peças decisivas na trama, provando a habilidade de Madeline Hunter de escrever histórias com personagens marcantes e inesquecíveis.

A única coisa que senti falta nesse livro, foi um pouco do bom humor presente em Lições do Desejo. Porém, como nem todos os casais do mundo são como Phaedra Blair e Elliot Rothwell, a relação entre Rose e Bradwell é mais serena e construída a principio pelo respeito e gratidão. Isso tornou narrativa serena e madura, mas sem perder o encanto e o romantismo.

“Às vezes só havia uma decisão, uma única coisa possível a fazer, se você quisesse uma chance de ser feliz".

Com uma história que prova que o “raro” e verdadeiro amor é capaz de superar todos os obstáculos, Jogos do Prazer conquistará você capítulo após capítulo, com uma leveza e delicadeza que só as histórias simples são capazes de conseguir. Agora é só aguentar a ansiedade pelo lançamento de Os Pecados de Lord Easterbrook, afinal o Christian, já roubou o meu coração desde o primeiro livro da série ().

Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Oá Ane, tenho percebido que você se encanta pelos personagens coadjuvantes dos romances históricos e sendo assim fica super ansiosa pelo lançamento do livro do personagem em questão rsrs, isso deve te fazer sofrer a espera daquele que roubou seu S2 (<3). Ainda não comecei a ler essa série, mas pelas suas resenhas já estou mais que curiosa para conhecer esses personagens. As vezes o "conto de fadas" não nos encanta tanto quanto uma história mais "real", acho que foi isso que me chamou mais a atenção na sua resenha, ver que na ficção existem pessoas que assim como nós lutam para ter uma vida boa em todos os sentidos, seja o amoroso...financeiro...
    Gostei muito da resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que linda resenha, olha Ane eu ja estou conquistada pelos romances históricos bem escritos!!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha Ane. Sou fã de romances históricos e saber que os personagens do livro são bem próximos ao real me deixou ainda mais animada para conhecer a história. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane! Apaixonante, depois dos Bridgertons, esta é a série que mais gosto, a escrita de Madeline possui características especiais, o toque de mistério é sempre algo a mais.Estou ansiosa pelo livro de Easterbrook cada vez que ele apareceu neste livro eu suspirava, que homem misterioso.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Ainda não li nada da escritora, mas esta série esta me chamando muita
    atenção e quero muitooo ler.

    Fê :*
    Beijos!
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Parece ser uma história bem legal, mesmo com algumas passagens não tão felizes.

    Abraços
    Teorias do Leão da Montanha
    Curta: Teorias do Leão da Montanha

    ResponderExcluir
  7. Ariane! Gostei desse livro, mas infelizmente (ou felizmente) nossos gostos são muito opostos. Amo história, mas histórias históricas nem tanto.
    Bjs, leemporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Li um outro livro da Madeline e gostei bastante, mas ainda não conheço melhor essa série. Tenho vontade começar a ler, mas esta faltando a oportunidade rsrs
    Agora, tadinha da Rose... só se mete em confusão!
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum livro desta série. Para ser sincero tenho certo receio por romances clássicos, mas fico feliz que esse seja diferente, não seja estilo conto de fadas.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu li os dois primeiros livros e pela capa desse nem pensaria que era da mesma serie. Não gostei que mudaram a capa. Quanto a história me apaixonei pela escrita da autora logo no primeiro livro e diferente de você achei ele melhor do que o segundo. Espero ler e gostar dese também.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Por esse ser o terceiro livro da série Rothwell Brothers, pensei que se tratava do último dos irmãos, mas a autora tomou outro rumo e pegou outro Longworth para protagonizar essa história. O livro trata basicamente de uma história de amor que teve que ser construída, aos poucos e depois de um casamento arranjado, assim eles vão se descobrindo a cada dia. Por isso temos um romance bem simples e leve, que nos envolve do começo ao fim, além de ter cenas bem envolventes e sensuais. Gostei bastante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane, tudo bom?
    Ontem fui no evento de romances de época da Arqueiro e fiquei muito interessada nessa série. Esse livro em especial chama minha atenção pela capa. Eu adoro os livros desse gênero porque são leituras leves e muitas vezes divertidas (mesmo não sendo o caso desse livro). No evento também falaram que essa autora é mas séria que a Julia Quinn.
    Adorei a resenha!!!
    Beijos.
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gosto do tipo de romance longe do ''conto de fadas'' não gosto muito de livros que parece que tudo é perfeito o tempo todo. Esse parece ter uma historia muito boa.
    Blog: http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Romances épicos sempre pegam no meu pé, mas recomenda esse pra "começar"?
    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. oiiii
    eu não tinha lido nenhuma resenha desse livro ainda, e estou muito curiosa pela leitura, você esclareceu na resenha a minha maior dúvida, que surgiu quando li o primeiro capítulo disponivel no livro passado, qual a relação desse novo casal com os irmãos Rothwell. Apesar de não haver ligação estou curiosa para saber como será vê-los sobre uma nova perspectiva! Assim com sera esse caso mais "real" como vc falou!
    Muito bem escrita sua resenha (como sempre)
    tem postagem nova no meu blog
    espero sua visita
    bjs

    -TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
  16. Oi Ane,
    Gostei da trama e dos protagonistas, que apesar dos obstáculos parecem conseguir o tão sonhado final feliz.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Por enqto só estou lendo a saga The Hathaways, mas dps que terminar lá, acho que vou dar uma chance p/ essa, gostei de ser 'mais' real ;)

    Andy_Mon Petit Poison
    POISON BOOKS - O Lado Mais Sombrio (A. G. Howard) bit.ly/1ehJaXF

    ResponderExcluir
  18. Tenho vontade em ler os livros da autora, mas preciso ler o primeiro ainda

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por