Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar por Sarah MacLean.

28/04/2016

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788580415049
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2016
Número de páginas: 384
Classificação: Bom
Compare os Preços:
Sinopse:  Os Números do Amor – 01.
A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.

Sempre li resenhas super positivas dos livros da autora Sarah MacLean, e como fã assumida de romances de época a cada nova resenha que lia mais curiosa ficava. Por isso quando soube que a Editora Arqueiro iria lançar uma nova série da autora no Brasil fiquei imensamente feliz. Então assim que o livro chegou em minhas mãos tive que controlar a ansiedade para não passá-lo na frente em minha meta de leitura do mês. E talvez, justamente por conta desse meu “excesso” de expectativas a leitura de Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar não foi bem aquilo que eu esperava (...).

Aos vinte oito anos Lady Calpúrnia Hartwell já desistiu do sonho de encontrar o seu príncipe encantado e se casar. Porém após o torturante jantar de noivado de sua irmã caçula e de uma conversar com seu irmão mais velho, Callie nota pela primeira vez, o quanto está cansada da rotina um tanto sem graça que é a sua vida. Callie percebe que não quer mais ser vista com uma mulher “passiva” e principalmente que ter sido um exemplo de dama perfeita durante uma vida, só trouxe a ela tristeza e solidão. Callie então resolve que está na hora de quebras algumas regras. Para isso ela escreve uma lista com nove coisas escandalosas que deseja fazer, mas que caso seja pega sua reputação não "sofra" muitos danos. 

A lista de Callie conta com os seguintes itens: 1. Beijar alguém... apaixonadamente -  2. Fumar charuto e beber uísque - 3. Montar com as pernas abertas - 4. Esgrimir - 5. Assistir a um duelo - 6. Disparar uma pistola - 7. Jogar (em um clube para cavalheiros) - 8. Dançar todas as danças de um baile - 9. Ser considerada linda. Pelo menos uma vez.

Callie não perde tempo em começar a missão de riscar os itens de sua lista e na mesma noite ela vai parar na porta do maior libertino da Inglaterra o marquês de Ralston, Gabriel St. John.  Tudo bem que tal atitude intempestiva foi tomada com algumas doses de xerez a mais na cabeça, mas Callie não podia se negar ao prazer que seu primeiro beijo e talvez o único fosse com aquele que há anos habita suas fantasias. Callie vai descobrir que quebrar as regras pode ser mais fácil do que ela imagina, ainda mais ser for na companhia de alguém tão experiente e perigoso para o seu coração como Lord Gabriel. 

A premissa do livro é super clichê, algo com que eu realmente não tenho nenhum problema. Adoro romances açucarados e previsíveis, por isso de um modo geral gostei bastante do que encontrei em Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar. A escrita da Sarah MacLean apesar de repetitiva em alguns momentos é fluida e envolvente do tipo que deixa na gente aquele gostinho de quero mais a cada final de capitulo. Porém, aqui novamente eu tive um enorme problema com a protagonista.

Todo mundo tem algum grau de insegurança, e em determinadas situações eu conseguia entender as “neuras” da Callie. Só que chegou um ponto que essa insegurança da personagem deixou ela muito “chata”. Sério é enervante ver como ela própria se menospreza e se autodeprecia. Quando a Callie começava a listar todas as razões por que o Gabriel ou nenhum homem se apaixonariam por ela, e a repetir pela milésima vez o quanto o corpo dela era fora de moda, ou como ela era sem graça e comum demais, minha vontade era de entrar no livro e falar; “Filha pare, apenas pare que ninguém vai ficar com dó de você. Você somente está conseguindo ser irritante.”  E não, não estou sendo insensível apenas estou reconhecendo, que tenho um baixo limite de paciência para pessoas que ficam fazendo drama sem necessidade.

Já o Gabriel, apesar  da terrível fama que tem, consegue demonstrar com pequenas atitudes que por de traz da mascará de libertino que usa, está disposto a lutar por aqueles que ama. Mesmo ele próprio fazendo de tudo para fugir do amor. Seu relacionamento com Callie é cheio altos e baixos, com momentos cheios de paixão tórrida a de desentendimentos sérios onde ambos saem machucados. Ou seja, o relacionamento deles não é um "conto de fadas", perfeitinho e isso tornou tanto a história mais real como também "humanizou" seus personagens.

Porém o que realmente me encantou na história, ao ponto da narrativa ficar mais interessante,era quando a autora mudava o foco dando um destaque maior para as relações familiares. Adorei os personagens secundários, com os irmãos da Callie, a Mariana e o Benedick e principalmente os irmãos do Gabriel, o Nick () e a Juliana.  Quando eles parecem na história ela se torna mais leve e divertida. Gosto quando um autor consegue integrar os demais personagens no enredo em especial nos romances, quando a narrativa tende a ficar centrada no casal principal. E a Sarah MacLean consegue fazer isso muito bem aqui.

Em suma Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar foi aquele livro que me lembrou de nunca criar altas expectativas em relação a uma leitura. Afinal é sempre melhor se surpreender do que acabar, nem que seja minimamente como foi o meu caso, um pouco decepcionada. Gostei do que encontrei, mas não nego que esperava algo mais. Um pena realmente (...)

“ – A senhoria está em meu quarto, pedindo-me para beijá-la. Acho que já passamos um tanto dos limites do decoro. Agora, vou perguntar de novo: por quê?”

Uma ótima opção para quem busca leituras mais leves, Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar possui uma mistura perfeita entre uma paixão avassaladora e momentos embaraçosos, porém divertidos.  E mesmo não tendo me apaixonado tanto com a história da Callie e do Gabriel, estou bem curiosa para ler Dez Formas de Fazer um Coração Derreter que terá o Nick como protagonista. Mas dessa vez, podem ter certeza que irei com menos cede ao pote.

Comentários via Facebook

14 comentários:

  1. Oii Ane

    Já estou encantada por tudo o que escreve a Sarah MacLean, muito diva. Estou terminando a série Clube dos Canalhas e já quero começar essa, tenho certeza que vou amar tb

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. oi flor,
    adorei a trama, a Callie é uma mocinha divertida, feminina e que quer verdadeiramente existir, indo além do que é esperado para as mulheres da época, ela é ousada e tímida, forte e decidida e seu romance é muito agradável
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ane!

    Como adoro romances de época, estou curiosa para ler este livro - ele está guardado na estante, esperando por mim, rs. Também gosto de histórias simples e descontraídas, quando elas são bens escritas, a previsibilidade e o clichê tornam-se aceitáveis e não atrapalham.
    Uma pena você não ter gostado tanto do livro, é triste quando nossas expectativas não são atingidas. Espero que os próximos da série te animem mais!
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane! Que pena que não te agradou, comigo funcionou bem e adorei a história. Ri bastante com as interações do casal e fiquei ansiosa pelas próximas histórias. Gostaria que os irmão da Callie também ganhassem livros.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Ane! Estou ansiosa para ler Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar e espero não me decepcionar. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Oi
    quero muito ler esse livro e nem ligo pelos elementos clichês que a história tem, gosto muito da escrita da autora e desse deve ser um bom livro par de distrair e achei legal ela querer fazer uma lista e fazer o que está escrito.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Ane,
    É certo se eu lesse o livro, também iria me irritar com as neuras da protagonista. Sério, perco a paciência com personagens que ficam de "mi mi mi" e acabo nem conseguindo aproveitar a leitura por conta disso.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane!

    morta de vontade de ler logo esse livro! Também não me importo com os clichês e amo um romance de época! Muito boa a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Tenho muita vontade de ler algum livro do gênero, pois todos falam muito bem do mesmo. Já li algumas resenhas desse livro e tenho muito vontade de ler ele, acho que seria um ótimo começo, rs.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  10. Olá, Ane.
    Eu estou louca para ler esse livro e já vou levar seu aviso em conta. Geralmente expectativa é sinônimo de decepção na literatura. Espero que minha opinião seja diferente da sua hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oi Ane,
    Que pena que não foi tudo o que você esperava. :/
    Pelo que vi das outras resenhas, o pessoal gostou bastante, mas já aconteceu comigo de ir com muita sede ao pote e me decepcionar um pouquinho.
    Mas esse livro já está na lista <3
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane, lembro de ter lido esse livro a um tempinho por indicação, e quando vi que a editora arqueiro estava lançando ele com uma capa tão linda fiquei super empolgada para tê-lo em minha estante, gostei bastante de sua resenha, bem sincera rs! Que pena que não foi tão bom pra você, quando li não estava com expectativas altas por isso não tive a msm experiencia!

    XoXo

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane, que pena q o livro n te surpreendeu! Tenho visto resenhas positivas dele, e quando vi a sinopse da primeira vez, gostei bastante e fui logo colocar na listinha, rs.
    Mas qnd a pessoa tem expectativa e a protagonista ainda irrita, n tem jeito, rs.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, como vai? Eu terminei o livro ontem, mas ao contrário de você gostei muito da narrativa e da premissa do livro, com um assunto tão incomum. Estou louca pelo próximo.
    Beijos!
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com/

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por