Anna Vestida de Sangue por Kendare Blake.

19/06/2016

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788576864431
Editora: Verus
Ano de Lançamento: 2016
Número de páginas: 252
Classificação: Bom
Sinopse: Anna – Livro 01.
Cas Lowood herdou uma vocação incomum: ele caça e mata os mortos. Seu pai fazia o mesmo antes dele, até ser barbaramente assassinado por um dos fantasmas que perseguia. Agora, armado com o misterioso punhal de seu pai, Cas viaja pelo país com sua mãe bruxa e seu gato farejador de espíritos. Juntos eles vão atrás de lendas e folclores locais, tentando rastrear os sanguinários fantasmas e afastar distrações, como amigos e o futuro. Quando eles chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes locais chamam de Anna Vestida de Sangue, Cas espera o de sempre: perseguir, caçar, matar. Mas o que ele encontra é uma garota envolta em maldições e fúria, um espírito fascinante, como ele nunca viu. Ela ainda usa o vestido com que estava no dia em que foi brutalmente assassinada, em 1958: branco, manchado de vermelho e pingando sangue. Desde então, Anna matou todas as pessoas que ousaram entrar na casa vitoriana que ela habita. Mas, por alguma razão, ela poupou a vida de Cas.  Agora ele precisa desvendar diversos mistérios, entre eles: Por que Anna é tão diferente de todos os outros fantasmas que Cas já perseguiu? E o que o faz arriscar a própria vida para tentar falar com ela novamente?

Muitos de vocês já sabem que não costumo ler histórias de terror. Sou medrosa mesmo, e admito. Porém, ao ler a sinopse de Anna Vestida de Sangue da autora Kendare Blake, minha curiosidade foi despertada. Por isso, mesmo com receio de passar “medinho”, resolvi me arriscar e dar uma chance para o livro. Mas, embora a narrativa conte com alguns pontos interessantes não vou negar que esperava um pouco mais da história.

Filho de um caçador de fantasma e de uma bruxa, Theseus Cassio Lowood, ou simplesmente Cass, está longe de ser um adolescente comum.  Assim como seu pai Cass tem a estranha habilidade de encontrar e enviar para um lugar melhor, ou não, os fantasmas que por alguma razão ainda estão habitando esse plano. Junto com sua mãe e Tybalt, o gato farejador de espíritos, ele viaja pelo mundo todo rastreando fantasmas sanguinários.

Para Cass eliminar fantasmas é algo tão comum como respirar, por esse motivo quando ele chega a uma nova cidade, em sua mente a missão seria simples como sempre: perseguir, caçar, matar. Mas as coisas não saem como o imaginado e ele logo percebe que, derrotar Anna Vestida de Sangue será uma das suas missões mais complicadas. Anna é um fantasma cruel que mata a todos que ousam entrar naquela que um dia foi sua casa. Porém por alguma razão Anna poupa a vida de Cass, tornando o enigma que a cerca ainda mais intrigante.

Cass sabe que precisa encontrar um meio de derrota-la rápido e partir para sua próxima missão. Mas ele nunca enfrentou um fantasma como Anna, e quanto mais o mistério sobre ela aumenta, maior o fascínio de Cass por Anna fica.  Por que ela poupou a sua vida? O que aconteceu durante a sua morte que a tornou um espírito tão forte e violento? Enquanto corre contra o tempo para tentar encontrar essas repostas, Cass acaba deixando algo importante passar, e essa distração pode acabar saindo bem caro.

Confesso que ao iniciar a leitura eu esperava me deparar uma narrativa sombria, daquelas em que a cada capítulo vamos ficando mais envolvidos em seus mistérios. Só que não demorou muito para essa que vos escreve perceber, que Anna Vestida de Sangue era mais um típico, romance sobrenatural. Mas que no lugar vampiros, anjos e lobisomens e criaturas da vez são os fantasmas.

E não há como negar que nesse sentindo a Kendara Blake tentou trazer algo "diferente". Porém ao invés da autora abordar essa temática de uma maneira mais original, levando a narrativa para o lado suspense, ela escolheu o caminho mais “fácil” e criou um romance. E nada contra o romance, afinal vocês sabem o quanto sou fã de uma boa história de amor, desde que claro ela seja no mínimo convincente. Algo que infelizmente não acontece aqui.

Na verdade eu fiquei com a sensação que a Kendara desperdiçou todo o potencial da Anna, nessa tentativa de romancear a trama.  No começo da história somos apresentados a um personagem obscuro e enigmático, que no decorrer da narrativa vai perdendo completamente as qualidades que no principio tinha tornado ela tão interessante.  Já o Cass é o típico mocinho dos livros do gênero, daqueles que com sua síndrome de heroísmo quer resolver tudo sozinho e acaba arrumando ainda mais problemas.

Esse foi um dos pontos que mais me incomodou em Anna Vestida de Sangue. Os personagens são totalmente estereotipados e não evoluem durante a narrativa.  Além disso, como a história fica totalmente centrada no Cass,  personagens como a Carmel e o Thomas acabam não tendo muita oportunidade de “crescer” na história.  E mesmo que em alguns momentos eles tenham desempenhado um papel importante no desfecho da trama, eu realmente teria gostado bastante se a autora tivesse tirado eles um pouco da “sombra” do Cass e os desenvolvido mais individualmente.

E apesar da história contar com algumas situações que me deixaram um pouco mais apreensiva durante a leitura, elas não chegaram a ser muito surpreendentes ou assustadoras. E de verdade nesse caso eu não iria reclamar em sentir um pouco de medo. Mas, gostei do modo como à autora inseriu bruxos no enredo, já que como não é segredo para ninguém, adoro histórias como aquele toque especial de magia. Talvez o “problema” do livro comigo, foi o fato dele “vender” uma coisa e apresentar outra, porém agora só me resta esperar por Girl of Nightmares para ver como a Kendara vai finalizar essa história.

“ – Nós estamos vivendo uma vida secreta, não é, Cass? E ela está nos tirando do mundo.”

Anna Vestida de Sangue possui uma narrativa fluida e por mais que recorra alguns clichês, é uma boa opção para os fãs de literatura sobrenatural.  Só não espere encontrar algo de muito novo por aqui, afinal por mais que a escrita de Kendara Blake seja envolvente, você pode acabar com a sensação de que já viu isso em algum lugar. Fica a dica!

Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Oi, Ane!
    Amei sua resenha. Acho que foi uma das mais sinceras que li desse livro.
    Toda vez, eu sempre associo com os Winchesters... Não tem como.
    Eu já suspeitava que a autora iria bandear pro lado do romance, mas ela bem que poderia ter explorado o suspense, já que criou uma "lenda" bem bacana.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Ane, sou como você, medrosa e não curto esses tipo de livro. Diferentemente de você, o livro não me despertou curiosidade e creio que não daria uma oportunidade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ane! Estava mesmo querendo ler a opinião de alguém que conheço e confio sobre Anna. Fiquei bem chateada por saber que um livro que poderia ter trazido um grande suspense se perdeu em mais do mesmo. Eu quero ler um dia, pois faz tempo que estava esperando chegar no Brasil, mas não é mais uma prioridade.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi Ane,
    Estou fugindo do sobrenatural ultimamente. Mas até que gosto da premissa desse livro, gosto muito dos lançamentos da Verus, então isso já me empolga um pouco.
    Não acho que recorrer a clichês atrapalharia minha leitura, eu até que gosto, rs.
    Terminei a pouco tempo o Outlander - Os Tambores do Outono - Parte 1, então ainda estou naquela fase de nada prende minha atenção, rs. Vou anotar aqui para não esquecer da dica.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu já amo livros desse gênero hahahaha, ainda mais quando envolve romance..
    Acho que metade da minha estante é feita de suspense/ terror.
    Já quero ler <3

    PS: Mandei email para a novo conceito perguntando sobre os contos hahahaha
    Quem sabe né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu acho muito assustadora essa capa kkkk. Não sou muito de histórias sobrenaturais por isso nem me interesso em ler, mas pela sua resenha deu para ver que é razoável a leitura :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Ane. Sou fã de histórias de terror e suspense e jurava que este livro trazia isso. Uma pena que a autora tenha transformado uma história que tinha tudo para ser eletrizante em um mero romance sobrenatural. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Oi
    pena que a história não foi tudo aquilo que esperou e que a autora não soube aproveitar o potencial e foi pro lado mai fácil, é tão ruim quando isso acontece, mas acho que leria o livro e pelo menos achou bom.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie,
    confesso que já pelo titulo e capa a história já não me chamou atenção, após sua resenha sei que não vou curtir no momento

    bjs
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Ane, tudo bem?
    Se antes eu queria ler esse livro, acho que agora não quero mais. :(
    Quando eu li a respeito desse livro, eu esperava uma história mais sombria, e não um romance. Que pena.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ane.
    A capa desse livro me deixou com aquela sensação de que não o leria, porque sou daquelas ultra medrosas, mas pela sua resenha percebi que não se trata de um mega terror então pode ser que mais pra frente o leia.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ane!
    Sério que esse livro trilha para um romance sobrenatural? Não esperava também!
    Para ser sincero, ainda quero lê-lo e entendi bem sua opinião. É um tanto quanto chato esperar uma história e encontrar outra, por assim dizer... Ainda pretendo arriscar na leitura e espero gostar de modo geral.
    Ótima resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Adoro leituras mais "sobrenaturais", apesar de ficar um pouco com medo às vezes, rs. Vários blogs e youtubers estão falando desse livro, e cada vez minha vontade de ler ele aumenta. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  14. Olá, Ane.
    Antes da resenha estava doida por esse livro, agora nem tanto assim. Que pena, o meu pensamento era igual ao seu, mas me pareceu ser mais um livro parecido com a série A Mediadora da Meg, do que o que eu estava esperando. Ainda quero ler, mas não tão já.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Ooi! Nossa, que pena que o livro tenha te desagradado tanto. UHAUSHUAHSI Olhando sua resenha eu fiquei pensando o quanto um livro pode levar impressões diferentes para cada leitor. Apesar de tudo eu achei que o romance nessa história demorou para acontecer, eu estava até achando que não teria. E eu gostei de como a autora conduziu ele. Concordo com os personagens, gosto dos secundários e gostaria de mais deles.
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  16. Uma das poucas resenhas sinceras q vi sobre esse livro!
    Até hj eu n senti vontade de conferir a história, fiquei com o pé atrás pela Meyer ter gostado, agora com sua resenha estou mais ainda, haha.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
    Ps: tem sorteio rolando no blog ;) #2AnosDeACDH

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Eu gosto de livros de terror, mas não gostos dos filmes (???), acho que o terror é diferente kdjdjd.
    Eu tinha lido outra resenha em um blog e ela só encheu o livro do elogios e confesso que até me interessei, uma pena o livro ser assim. Queria ler, mas já estou enjoada de cliches, apesar de gostar as vezes kjjddk.

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ane!

    Assim como você, também tenho medo de ler (ou assistir a) histórias de terror, mas às vezes eu gosto, se a narrativa for boa. Quando comecei a ler sua resenha, fiquei super empolgada com a história e imaginei a Anna imediatamente, rs. Uma pena que a autora tenha inovado por um lado e caído na mesmice por outro... Neste caso, acho que terror e suspense seriam melhores do que um romance sobrenatural. Ainda quero lê-lo, mas o farei sem expectativas.
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Ane,
    Pela capa eu fiquei bem interessada, mas pensava que a Anna que era protagonista não um 'motivo' para o real protagonista.
    E sério isso mesmo de romance com fantasma? Não absorvo coisas que não acredito HAHAHA
    A premissa, parece um episódio de Supernatural, da primeira temporada...acho. Vou dar uma chance porque fiquei curiosa com o gato.
    Ótima resenha!

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por