Talvez um Dia por Colleen Hoover.

30/06/2016

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788501050311
Editora: Galera Record
Ano de Lançamento: 2016
Número de páginas: 368
Classificação:
Sinopse: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Confesso que tenho uma relação um tanto “conflitante” com alguns autores. Por esse motivo, apesar de O Lado Feio do Amor ser um dos meus livros favoritos, comecei a leitura de Talvez Um Dia sem grandes expectativas. Afinal já diz o ditado que é, “melhor se surpreender do que se decepcionar”. Porém tenho admitir que Colleen Hoover, me conquistou mais uma vez e claro, partiu meu coração em mil pedacinhos.

Tem fases na vida da gente que tudo parece dar errado, e para Sydney o seu momento atual é a prova viva disso. Ela acaba de ganhar um verdadeiro “presente de grego” no dia do seu aniversário. No lugar de uma linda festa preparada pelo seu namorado perfeito Hunter e sua melhor amiga Tori, ela descobre que os dois têm um caso.  Agora além do coração partido Sydney está desabrigada, pois não existe a mínima chance dela continuar a dividir o apartamento com Tori. Não depois de saber a verdade e de quebra ter dado um soco na ex-melhor amiga.

Ridge é o talentoso músico que encontra na varanda de seu apartamento o refúgio perfeito para tocar violão. Sydney passou vários finais de tarde ouvindo Ridge de sua própria varanda, e por mais que eles nunca tenham trocado se quer uma palavra, uma inimaginável ligação surgiu entre os dois. Por isso ao vê-la parada no meio da chuva sem ter para onde ir, Ridge oferece a Sydney um lugar para ficar. E mesmo com raiva do mundo e insegura Sydney acaba aceitando a ajuda.

A intenção dela é passar apenas uma noite e ir embora na manhã seguinte, só que Sydney vai ficando.  Conforme os dias se passam Sydney e Ridge vão se conhecendo melhor e tal proximidade faz com que os dois passem a compor juntos.  Logo a atração que sentem se torna ainda mais forte, porém Ridge tem namorada e Sydney simplesmente não pode aceitar a ideia de ela se tornar uma traidora como Tori. Talvez um dia, no futuro as coisas possam ser diferentes, - quem sabe (...).

Com uma narrativa simples e até mesmo clichê, Colleen Hoover nos apresenta um história comum de encontros e desencontros de duas pessoas que se conheceram no momento errado de suas vidas.  Enquanto Sydney tenta encontrar um modo de colocar tudo no lugar novamente, para Ridge as coisas estão perfeitamente onde devem estar, ou pelo menos era nisso que ele acreditava até Sydney entrar em sua vida. E mesmo ambos sabendo que não podem ter o que querem, eles simplesmente não são fortes o bastante para se afastar.

Mas antes que você pense que Talvez um Dia é mais uma história sobre traição e triângulo amoroso, preciso dizer que esse livro é muito mais que isso. Através de personagens extremamente humanos Colleen conseguiu criar um enredo que fala de escolhas e principalmente, de você colocar as necessidades e a felicidade do outro acima da sua. Em diversas ocasiões meus olhos se encheram de lagrimas, por saber o quanto aquilo que sentiam um pelo outro machucava a Sydney e o Ridge. Eles lutam o máximo que podem contra o que sentem ao mesmo tempo em que, esse sentimento vai transformando aos poucos a vida dos dois.

A maneira como eles evoluem como pessoas no decorrer a trama, deixa tudo mais “intimo” e belo, por que o modo como a Colleen desenvolveu a narrativa nos aproxima muito de seus personagens.  Aqui ninguém esconde suas emoções e todos os sentimentos são mostrados de forma intensa. Meu coração se partia sempre que Ridge se sentia frustrado por não conseguir demonstrar com palavras com o que estava sentindo. Do mesmo modo todos os arrependimentos da Sydney pareciam ser meus também. Por que apesar de toda dor e culpa que existe entre os dois, há também paixão e por que não dizer amor.

Outro ponto positivo é o papel que o Warren, melhor amigo do Ridge desempenha na história. Não vou negar que em um determinado momento fiquei "chateada" dele, mas o Warren age como um amigo leal. Aquele que dá bronca quando é preciso e que mesmo sabendo que vai magoar, fala a “verdade”. Ele é aquele personagem coadjuvante que conquista pela leveza que traz para história.  Maggie a namorado de Ridge,também é uma personagem incrível e ao final conforme o passado dela é mostrado me vi torcendo para que ela encontrasse seu final feliz.

Com uma delicadeza enorme, Colleen Hoover escreveu uma história sobre os erros e acertos da vida. Em como é difícil seguir em frente, já que na maioria das vezes é mais fácil desistir de tudo quando o primeiro obstáculo aparece.  Pois a vida cedo ou tarde nos obriga a fazer escolhas que vão acabar magoado direta ou indiretamente alguém que amamos.  E que nada é melhor do que um dia após o outro para curar o nosso coração.

“Tentamos tanto esconder tudo o que estamos realmente sentindo daqueles que provavelmente mais precisam saber os nossos verdadeiros sentimentos.”

Ao final me vi surpresa em perceber o quando uma narrativa tão despretensiosa, cheia de música e melodia tinha conseguido me emocionar tanto. E acredito que são justamente esses pequenos detalhes que fazem de Talvez um Dia, aquele típico livro que chega de mansinho e nos arrebata. Seus personagens são pessoas comuns como eu, você e seus amigos. Pessoas que estão tentando alcançar a sua cota de felicidade em um mundo tão complicado. Buscando através dos encontros e desencontros da vida, talvez um dia encontrar o seu feliz para sempre.

Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Ane, eu só li um livro da Colleen, não é que eu não curta seus livros, mas não senti aquela magia boa com a trama e a primeira impressão ainda esta forte, apesar dessa ressalva, percebo que esse livro tem o potencial que pode me fazer ver a autora com outros olhos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ane! Ugly Love ainda não foi superado, mas este aqui também me ganhou. Não vou negar, eu torci contra o casal, mas por outro lado os demais aspectos da trama e o conflito que viveram me deixaram muito satisfeita.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Nossaaaa... é tanta gente dizendo que a Colleen partiu o coração em mil pedaços, mas amaaaa ela do mesmo jeito que estou a um passo de parar tudo o que estou fazendo nesse momento e ir logo de uma vez deixar meu coração ser quebrado pelo "O lado feio do amor" porque apesar disso qualquer autora que consegue falar sobre sobre, em suas palavras: "Pessoas que estão tentando alcançar a sua cota de felicidade em um mundo tão complicado. Buscando através dos encontros e desencontros da vida, talvez um dia encontrar o seu feliz para sempre." Merece muito ser lida e faz a diferença no mundo, não é fácil ser esse tipo de autora.

    Pandora
    O que tem na nossa estante "

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha Ane. Amo a escrita da Colleen Hoover e acredito que este livro seja lindo. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    tinha visto o livro, mas ele não tinha me chamado atenção.
    Gostei bastante da resenha, o livro parece ser bem legal.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Ane, sua linda, tudo bem?
    OMG!!! Estou louca para ler esse livro. Estou aqui agoniada, porque eu entendo que se nos apaixonamos por outra pessoa, temos que ser verdadeiros com o nosso parceiro e principalmente com a gente mesmo. Então, o certo seria terminar o namoro e correr atrás de quem realmente ama. Eu entendi que a namorada dele parece ser alguém incrível, ele não quer magoá-la. Mas mantendo um relacionamento com o coração ocupado por outra pessoa, para mim magoa mais. Adorei sua resenha, você escreveu de forma tão delicada, deu para sentir a fragilidade e a dor dos personagens.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ane!
    O Lado Feio do Amor também é um dos meus favoritos da Colleen. Nessa posição, entrou agora Confess, que terminei de ler ontem.
    Talvez Um Dia, infelizmente, não é um livro da autora que eu queira ler. Pelo menos não por agora...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que sempre tenho dejavu em seu blog, já é a segunda vez que chego aqui e olho para a postagem e penso "já comentei aqui", e vou olhar os comentários e não tem nada meu kkkk :P

    Nunca li Colleen, muitas pessoas elogiam bastante. Pelo que senti essa história pé muito interessante pelos aprendizados que ela traz, se soubermos filtrar.. E que bom que você se emocionou, gosto desse tipo de livro :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ane.
    Só li um livro da autora até agora e maie. Então esse me interessa bastante. Mas, eu não li a história, por isso posso ter entendido errado, mas porque ele não terminou com a namorada se estava atraído por ela? Acho que vou ter que ler para saber hehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá, Ane! Tudo bem?

    Já havia ouvido falar da obra, mas não lembro de ter lido uma resenha sobre. E gostei bastante da sua. Tão bom quando começamos um livro sem muitas expectativas e ao passar das páginas ele vai nos surpreendendo. O que mais gostei da sua resenha foi saber que há um amadurecendo nos personagens, o que eu considero achar o ponto forte de qualquer livro, seja único ou saga.

    Um ótimo fim de semana. Até mais!
    https://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ane,
    Já tem um tempo que quero ler algum livro da autora, sempre tão elogiada na blogosfera, mas acabo protelando.
    Acho muito bacana quando algum autor consegue pegar uma estória que tinha tudo para ser clichê, mas consegue desenvolver bem a trama mesmo sem sair do lugar comum.
    A evolução dos personagens foi outro aspecto que me chamou atenção.
    Enfim, dica anotada.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Ane,
    É um dos meus livros favoritos *------*
    Como eu amo a Colleen e essa história. Eu me envolvi e me apaixonei rapidamente, acho tão doce e humano a maneira como ela aborda as problemáticas. Não consegui ter raiva do Ridge, só passei a admirá-lo mais.
    Impressionante como a Colleen não conta a verdadeira história pela sinopse, né?
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi
    eu já li esse livro a muito tempo, quando foi legendado por fãs, agora quero ter ele na minha estante, a história é de despedaçar o leitor mesmo, a leitura é boa e que bom que gostou de ler.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. ANE, NÃO FAZ ISSO COMIGO!!! PRECISO DESSE LIVRO!!! <3
    Gente, estou desesperado agora! Eu já queria lê-lo, agora tornou-se um caso de necessidade vital.
    Adoro a Hoover. Então é provável que eu adore a leitura assim como você ou no mínimo apenas goste.
    Eu entendi bem como você se sentiu. É bem difícil até resenhar livros assim.
    NECESSITO!!!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Aneeee!!
    Adorei saber que o livro é surpreendente, gosto de leituras assim... As vezes julgamos sem saber né?
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=aE1WIHP80RY

    ResponderExcluir
  16. Oi Ane,
    Ahhhh esse livro é maravilhoso *------*
    Esperei tanto tempo para esse livro sair aqui no Brasil e nem acredito que tenho ele comigo ♥
    Confesso que é um dos meus livros favoritos, pois ele mexeu comigo de um jeito muito difícil de explicar, mas ele é tudo isso mesmo. Uma lição de vida.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  17. Apesar de ser um romance, e eu não gostar muito de romances, este em especial despertou meu interesse. Se eu tivesse a oportunidade, leria.

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  18. Olha, eu simplesmente amei esse livro! Nunca li nada da Colleen e cara, já fiquei de cara e apaixonada pela autora, ela é sensacional. Coloca um quê de emoção, profundidade e amor na sua obra que foi quase impossível não chorar e não torcer pela felicidade de todos. Um livro lindo, realmente!
    Beijo
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  19. Eu também tenho essa coisa do conflito com alguns autores e Colleen é uma delas. Esse eu acabei não gostando também mas amei o lado feio do amor e métrica dela. Achei que nesse teve drama demais na parte do final e acabei ficando meio: méh com ele. hahaha Mas gostei bastante dele no geral. Agora já quero november 9. <33

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por