Três Vezes Nós por Laura Barnett.

26/12/2016

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788581638379
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2016
Número de páginas: 384
Classificação: Bom
Sinopse: Uma jovem mulher com uma bicicleta quebrada após desviar de um cão. Um homem que ela poderia facilmente ter deixado passar, sem parar, levando consigo uma vida inteira, uma vida que poderia nunca ter sido dela. Eva Edelstein está no segundo ano do curso de Inglês na Universidade de Cambridge. Ela namora David Katz, estudante e aspirante a ator. A vida de Eva parece bem encaminhada, quando, no campus da universidade, ela conhece acidentalmente Jim Taylor, estudante frustrado de direito. Há três versões, três realidades diferentes para o futuro de Eva e Jim, dos anos 1950 até os dias atuais. Se o nosso futuro é uma encruzilhada, gostaríamos de saber qual caminho seguir? E depois, ficaríamos felizes com a nossa escolha? Três vidas. Três histórias. Três destinos... permeados com traições e ambições, mas também com amor e arte. Três vezes nós explora a ideia de que há momentos em nossas vidas que poderiam ter sido diferentes e como pequenos fatos ou decisões que tomamos podem determinar o rumo da nossa vida para sempre.

Assim que li a premissa  de Três Vezes Nós da Laura Barnett me vi bastante curiosa. Afinal sempre gostei de histórias que abordam o “destino” como peça fundamental da trama.  Porém, depois de um começo promissor a narrativa acabou ficando confusa e caindo um pouco em clichês óbvios. Dividido em três versões diferentes, Três Vezes Nós nos insere na vida de seus personagens, nos mostrando com uma simples escolha pode mudar tudo.

Primeira Versão: Cambridge, outubro de 1958.
Eva Edelstein está atrasada para entregar um trabalho importante quando sofre um pequeno acidente de bicicleta na Universidade.  Era para ser um dia como qualquer outro para o estudante de Direito Jim Taylor e ele podia ter ignorado por completo a garota com sua a bicicleta e  seguindo em frente, porém algo o fez parar e ajuda-la.  Eva namora com David, um jovem ator em ascensão. Porém logo o relacionamento deles entra em crise, por conta do envolvimento de Eva com Jim.

Segunda Versão: Cambridge, outubro de 1958.
Eva Edelstein sofre um acidente de bicicleta a caminho e uma aula importante.  Jim Taylor que presencia toda a cena se oferece para ajudar, mas depois de uma breve troca de palavras cada um segue seu destino. Eva e David se casam e Jim conhece Helena.  Porém apesar de seguirem vidas separadas ocasionalmente o destino coloca Eva e Jim no mesmo lugar.

Terceira Versão: Cambridge, outubro de 1958.
Jim Taylor está a caminho, ou melhor, pensando em fugir de uma de suas aulas quando vê Eva Edelstein sofrer uma queda de bicicleta. Ele decide parar e ajudar a moça e depois de uma breve conversa a convida para ir a um Pub próximo as redondezas da Universidade. Eva aceita e pouco tempo depois ela termina o seu relacionamento com David, um jovem e promissor ator. Mas o romance de Eva e Jim dura pouco e logo ambos partem para seguir caminhos opostos.

Acho que deu para entender mais ou menos a parte "confusa" da história não é mesmo?  Acredito que se tivesse pegado para ler cada versão individualmente e não intercaladas como li, teria me envolvido mais com a história. Tipo não é que eu não tenha gostado do que encontrei em Três Vezes Nós. De verdade achei bem interessante o modo como a autora criou a partir de um momento trivial, situações e caminhos diferentes para os personagens.

Os personagens são carismáticos embora eu confesse que em uma das versões algumas atitudes do Jim me deixaram com um pouco de raiva. Gostei do modo com a autora construiu a personalidade da Eva. Aqui temos uma protagonista forte e em todas as versões da história o que certa forma dá a entender que a Eva é o tipo de pessoa que mesmo não fazendo as “melhores” escolhas aceita o destino e tenta fazer o possível para ser feliz.

Acredito que o ponto chave em Três Vezes Nós é essa reflexão que a Laura Barnett leva o leitor a fazer sobre as próprias escolhas e principalmente como uma decisão simples pode alterar tudo. É algo que no dia a dia ninguém se dá conta. Tipo do por que peguei ônibus x se sempre pego o y, ou por que resolvi ir por outro caminho e até mesmo a situação mais comum, decidir trocar de sapato na hora de sair. Não pensamos que essas pequenas escolhas, decisões podem ter sido geradas por algo maior como o “destino”.

Três Vezes Nós é uma leitura ao mesmo tempo simples e complexa. Simples por retratar pessoas comuns seguindo com seus sonhos, esperanças e arrependimentos. E complexa pela forma como a Laura Barnett optou por estrutura-la.  Além disso, me incomodou um pouco o fato dela acabar sendo meio óbvia em determinados momentos, me deixando com aquela velha sensação nada agradável de ficou faltando alguma coisa (...).

“Talvez seja assim que o amor sempre chega, escreveu ela em seu diário, nessa transição imperceptível de amizade para a intimidade.”

Para quem busca uma leitura diferente e que retrata a vida com muita delicadeza e fidelidade Três Vezes Nós se mostra como uma boa opção, em especial para pessoas que acreditam no poder do destino. Porém vai uma dica, - leia uma versão por vez, assim a história pode parecer mais cativante e menos confusa.

Comentários via Facebook

26 comentários:

  1. Não sabia o que esperar desse livro, achei muito interessante a forma que a autora trabalha as histórias, apesar de que acredito que ficaria bem confusa na hora da leitura. Gostei muito da sua resenha, espero ter oportunidade de ler o livro um dia!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    Amei sua resenha. Eu adoro a editora e cruzo os dedos para ser selecionado haha

    Abraços...

    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. tenho muita vontade de ler esse livro, gostei da capa de primeira e mais ainda do enredo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro na estante e pretendo ler logo, mas de forma despretensiosa, já que imagino que vou me confundir bastante também com essas 3 versões intercaladas. Uma pena que a história peque nesse sentido, mas realmente traz bastante reflexão como o nosso destino pode ser alterado de acordo com as nossas decisões. Um passo diferente pode mudar tudo.


    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ane, tudo bem?

    Eu acho essa capa maravilhosa e a premissa tinha despertado minha curiosidade, mas saber que a obra cai em um grande clicê me desanima de cara. As narrações divididas até me interessariam, pois diferente de você, gosto das quebras.
    Você falou que o livro seria legal para quem acredita na força do destino e como acredito, estou refletindo se vale a pena me arriscar. Adorei sua resenha, foi bem explícita em relação a toda obra!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ane.
    Quero muito ler "Três Vezes Nós" pelo fato de ter gostado dessa proposta da autora de colocar mais de uma versão no livro. Embora tenha ficado confuso, gosto quando o autor nos apresenta algo diferente. Isso chama muito minha atenção.
    Fora que toda resenha que leio as pessoas recomendam ler as versões individuais.
    Também me interesso muito pela premissa, pois acho essa coisa de destino bem curioso e bem interessante. Coisa de gente que gosta desses assuntos rsrsrs

    Abraço e boas festas!
    Tudo Online

    ResponderExcluir
  7. Oi Anne,
    Você acabou de me convencer a ler esse livro! Já havia visto algumas resenhas sobre ele, mas sempre protelei a leitura. Parece um romance leve com algo inovador. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a história e quero poder acompanhar o desenvolvimento dessa história, EM BREVE....

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane, tudo bem?

    Já li várias resenhas dizendo que a história é confusa, mas acho que da forma que vc diz pra ler deve ajudar bastante a entender o enredo. Gostei da sua dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ane. Tudo bem?

    Ainda não li Três Vezes Nós, mas pretendo. Apesar das falhas que você apontou, também notei os pontos positivos, e confesso que os positivos me chamaram mais atenção; pois eu gosto muito de livros que nos faz refletir sobre nossas escolhas, sejam elas aparentemente simples ou não.

    Uma ótima semana! https://realidadecaotica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha Ane. Achei o livro interessante justamente por apresentar três pontos de vista distintos sobre uma mesma história, mas me pareceu pelas suas palavras que isso tornou a narrativa um pouco confusa. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ane! Não conhecia o livro, mas me interessei muito pela premissa. Gosto dessa ideia de que existe um Destino que nos rege, mas que também nos obedece. Uma pena que a história ficou um pouco confusa, mas vou usar sua dica caso decida ler ;D E ótima resenha! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ane, tudo bem?
    Nossa esse livro já me ganhou, eu já tinha ficado curiosa com a sinopse e agora com sua resenha percebi que preciso lê-lo. Mesmo que as versões sejam intercaladas isso me faz lembrar do filme O Efeito Borboleta, legal que nas três versões ele para para ajudar a Eva e gostei muito de saber que ela é uma personagem forte, que mesmo não fazendo escolhas certas, aceita as consequências e segue em frente. Preciso lê-lo logo.
    beijinhos e um ótimo ano novo.

    https://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiii Ane

    Acho super interessante essa abordagem sobre o destino e os diversos desfechos que uma história pode ter. Fico curiosa com esse tipo de história, certamente parece ser uma leitura bem interessante.

    Beijos

    resenhaatual.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá, Ane!
    Menina eu estou com a resenha desse livro programada para amanhã e estou chocado como nossas opiniões dialogam perfeitamente! Sua resenha está muito próxima das minhas opiniões e do que destaquei também. Até mesmo seu comentário sobre Eva.
    Adoraria poder ler esse livro uma versão de cada vez e não essa coisa intercalada porque achei a história bonita e acredito que também seja um clichê proposital para falar dessa coisa do destino, do lugar e da hora certa. POrém, a construção da narrativa ficou confusa e por ser confusa um tanto cansativa.

    B-jão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi! Realmente é meio confuso. O fato da autora ter feito três fins diferentes, tornar difícil você decidi se gosta ou não do livro. Fora que como disse cai no clichê. Eu ia ficar na curiosidade para saber qual é o destino final deles. Mas a graça do livro deve ser isso, as três versões e cada um faz sua escolha. Bjos ♥️

    Click Literário 

    ResponderExcluir
  16. Olá! Parece ser um livro complexo mas ao mesmo tempo gostoso de ler, adorei sua resenha, a capa do livro tbm tá linda!
    Beijo!

    Books Many Books
    Facebook

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ane!
    Só de ler a sinopse, já percebemos como a história parece ser complexa, mas a história parece ser interessante, e até diferente.
    Gosto de livros reflexivos, acho que daria uma chance pra ele.

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Ane, sua linda, tudo bem?
    Por coincidência uma amiga estava lendo esse livro ontem e disse que não estava gostando. Que pena que se torna um pouco confuso. Eu adoro esse tema, eu sempre quando esqueço algo e tenho que voltar, fico imaginando que algo está evitado, que meu destino está mudando naquele minuto. Porque todas as nossas ações, todas as nossas escolhas, estão conectadas com as outras pessoas e interferem em tudo. Não é o máximo??? Dessa vez vou passar a dica, pois acho que não me envolveria com três finais diferentes. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Gostei da resenha! Nunca li livros assim então o que mais me chamou atenção foram essas três histórias. lembrarei de lê-las intercaladas...rs.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá, Ane.
    Esse livro me interessou bastante por ser diferente. Vou querer ler e quando for ler vou seguir sua sugestão de ler as histórias separadas. Acho bem dificil de entender isso de destino e escolhas. Se fui eu que escolhi, como eu estava destinado aquilo? É complexo hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  21. Ja faz um tempo que eu quero ler esse livro, a capa me chamou muita atenção e a historia mais ainda <3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Taurina linda! <3
    Eu realmente achei que as três histórias eram apresentadas e narradas gradualmente, uma de cada vez, mas claramente estava equivocado.
    Não sei se viria a amar. Pareceu-me que teria a mesma opinião que você: gostou, mas poderia ser muito melhor.
    Enfim, adorei saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi, Ane

    Nossas opiniões foram bem parecidas. Um dia vou reler o livro por versão, que era o que eu deveria ter feito, mas quando me dei conta esta praticamente no meio do livro...

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Ane,
    Eu fico com medo desse livro por essa questão de repetição. Quando eu ler, vou seguir sua dica de uma versão por vez.
    Apesar de não ser um livro que estou mega empolgada depois de tantas críticas.
    Ah, um 2017 maravilhoso para você e sua família. Estaremos juntas no mundo literário hein?
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Ane,

    Eu tô curiosa para ler esse livro, mesmo lendo resenhas com ressalvas como a sua. Essa questão do tempo é complicada mesmo, não é qualquer autor que dá conta do recado. Tô atrás, se surgir a oportunidade vou ler sim. :)

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por