01/04/2018

Anjo Mecânico por Cassandra Clare.

| Arquivado em: RESENHAS.



ISBN: 9788501092687
Editora: Galera Record
Ano de Lançamento: 2012
Número de páginas: 392
Classificação: Muito bom
Sinopse: As Peças Infernais – Livro 01.
Tessa Gray tem um anjinho mecânico pendurado no pescoço, um presente de família do qual nunca se separa. O tique-taque do pingente faz com que ela se sinta segura junto à lembrança dos pais, que já morreram. Mal sabe Tessa que esse barulhinho muito em breve vai se tornar o odioso som de um exército comandado por forças do Submundo. Com os Caçadores de Sombras e seu recém-descoberto poder sobrenatural, ela enfrentará uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das trevas na Londres vitoriana.

Quem acompanha o blog há mais tempo, sabe que depois de Harry Potter um dos meus universos favoritos, é o dos Caçadores das Sombras. O mundo criado pela autora da Cassandra Clare é tão fantástico e repleto de tantos detalhes, que a cada leitura fico ainda mais encantada por ele. Já tinha pegado alguns spoilers da trilogia As Peças Infernais quando li a Dama da Meia – Noite, e por isso estava bastante curiosa para conhecer melhor o passado de alguns personagens.  E apesar, do começo um pouco lento de o Anjo Mecânico, ao final me vi mais uma vez completamente envolvida pela escrita da autora e apaixonada pela história e seus personagens.

Theresa Gray, ou simplesmente Tessa atravessa o oceano para encontrar com irmão Nate na cinzenta e chuvosa Londres. Ela tinha em mente um reencontro feliz, porém as coisas não acabam saindo como o esperado. Assim que desembarca na cidade, a jovem acaba sendo sequestrada pelas irmãs sombrias.  A ameaça é clara, ou Tessa colabora ou Nate pagará com a vida, pela desobediência da dela. Durante a sua estadia forçada na casa das terríveis mulheres a jovem descobre possuir uma habilidade incomum, e é justamente esse seu talento que a torna tão preciosa para o misterioso Magistrado.

Will Herondale e Jem Carstairs encontram uma adaga com um símbolo do submundo próxima a uma garota mundana assassinada. Decidido a investigar o que anda acontecendo, Will acaba chegando a casa das irmãs sombrias. Enquanto tenta encontrar provas que liguem as irmãs aos crimes que vem acontecendo na cidade, ele encontra Tessa e a liberta do cativeiro. A jovem então descobre que todas as lendas que ouviu quando criança, são reais e que existe um mundo à parte daquele que sempre conheceu, em que descendentes de anjos e demônios vivem em um frágil pacto de paz.

Will a leva para o Instituto a casa dos Caçadores das Sombras, mas apesar de estar finalmente livre das garras das irmãs sombrias, Tessa continua sem notícias do irmão. A medida que busca desesperadamente encontrar alguma pista que revele o paradeiro do irmão, Tessa aos poucos vai aprendendo mais sobre como as coisas funcionam no mundo dos Caçadores das Sombras e os seus habitantes. Os dias passam rapidamente e Tessa se vê cada vez mais envolvida por Will, ao mesmo tempo que uma ligação forte surge com Jem.

Mas, algo terrível está sendo tramado nas sombras. Afinal, o Magistrado continua atrás dela e fará de tudo para atingir seus objetivos malignos e para isso ele está construindo um exército que nem anjos e demônios serão capazes de derrotar.  Ao lado de desconhecidos e novos amigos Tessa está prestes a entrar em uma batalha de vida ou morte, em ela aprendera que a verdade pode ser terrivelmente dolorosa. 

Anjo Mecânico possui uma narrativa bem introdutória, tanto que confesso que até a metade do livro eu não me via tão “empolgada” com a leitura. Porém, como estamos falando de Cassandra Clare, a autora consegue mesmo com esse ritmo mais lento inserir elementos que despertam a nossa curiosidade e que aos poucos vão nos envolvendo a cada capítulo. Gostei muito do modo como a autora construiu a os alicerces da trilogia As Peças Infernais, pois é visível que temos uma história mais madura e até mesmo mais "sombria", quando comparamos ela como o início de Os Instrumentos Mortais.

Tessa é uma personagem que evolui gradativamente conforme a narrativa avança, mas não nego que em alguns momentos as atitudes “ingênuas” demais da protagonista me incomodaram. Além disso, o fato da autora inserir um bendito triangulo amoroso na história também não me deixou muito feliz, em especial por que Will e Jem são completamente opostos.

Will é o típico bad boy, convencido e arrogante que seguindo o clichê, guarda um segredo triste de seu passado. Já Jem, é o “bonzinho” que mesmo tento sofrido uma grande perda no final de sua infância, consegue ser aquela pessoa que sempre sabe o que dizer e fazer para tranquilizar os outros. E se vocês, estão se perguntando se sou #teamWill ou #teamJem, acho que ficou óbvio que sou #teamJem ().

Porém, o ponto mais positivo nessa obra da Cassandra Clare, ao menos em minha opinião, é o papel desempenhado pelos personagens secundários. Aqui eles não são apenas personagens coadjuvantes que ficam apagados em grande parte da narrativa. Pelo contrário eles são personagens ativos e importantes no desenvolvimento do enredo. Gostei bastante da Sophie, do mesmo modo que criei uma antipatia enorme pela Jessamine. Só que não nego que a melhor participação foi o do meu personagem favorito de todo universo da Cassandra Clare, - Magnus Bane ().

Além disso, adorei a reviravolta que a autora dá na história. De algumas coisas eu até desconfiava, porém mesmo que tia Cassie tenha deixado mais perguntas do que realmente dado respostas, ela realmente conseguiu me surpreender aqui. Tanto as descrições da Londres vitoriana, como os poemas presentes no  começo de cada capitulo, tornam o enredo mais rico e fazem com que o leitor realmente se sinta parte da história que está lendo.  Como comentei no começo da resenha, Anjo Mecânico é um livro bastante introdutório o que torna o seu desenvolvimento demorado, mas sem sombra de dúvidas satisfatório.

“– Boa parte é verdade, se quer saber. As melhores mentiras são baseadas ao menos em parte na verdade.”

Ao finalizar a leitura de Anjo Mecânico a primeira pergunta que me fiz foi, o por que demorei tanto para ler ele. E admito que uma parte minha está bastante ansiosa para ler Príncipe Mecânico, mesmo já sabendo mais ou menos o que acontece graças aos spoilers que pegamos na vida (...). Cassandra Clare é uma autora incrível que a cada livro me deixa ainda mais apaixonada por suas obras. Se você ainda não deu uma chance para os Caçadores de Sombras conquistar o seu coração, não sabe o que está perdendo.

Comentários via Facebook

15 comentários:

  1. Oi Ane,
    Ainda tenho bastante vontade de conhecer os livros da Cassandra.
    Mas só de pensar na quantidade da série, da certa preguicinha.
    É sempre bom ler que apesar da quantidade, os fãs continuam empolgados e amando.

    até mais,
    FELIZ PÁSCOA =D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ane!
    Infelizmente, nunca li nada da Cassandra pra formular minha opinião. A quantidade de livros (paralelos ou não) me afugenta um pouco.

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Ari, tudo bem? Ás vezes me sinto uam et por nunca ter lido nada da Cassandra hehehehe achei interessante vc falar sobre os secundários, eu geralmente gosto bastante quando os autores trabalham bem esses personagens. Espero que vc tb goste do próximo volume!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Ane! Já li Anjo Mecânico e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa amo essa serie de livros e amo todas as obras da Cassandra

    Beijos
    - Mesmero H.L. Anjens
    Site: www.newsfallenbooks.com

    ResponderExcluir
  6. Oie, ainda não conhecia esse livro, valeu pela dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  7. Oi Ane
    Acredita que eu ainda não li nada da autora? Eu morro de curiosidade, mas não sei nem por onde começar. Sempre vejo ótimos comentários sobre os livros dela.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ari.
    Eu vi dois filmes sobre os livros da autora, mas ainda não conferi os livros.
    Realmente muita gente elogia.
    Tenho vontade de acompanhar.
    Não gosto de HP, mas pode ser que goste da sua segunda série preferida rs.

    Tenha uma ótima semana.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Ane! Eu preciso reler este livro para retomar a série. Também sou fã do universo dos caçadores de sombras e não me canso das obras da autora. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ane!

    Cassandra Clare é minhas autora favorita de longe <3 ela possui um dom único pra manter a história sempre interessante e envolver o leitor. Por mais que sejam volumes longos e repletos de reviravoltas e informações do mundo shadowhunter, é impossível não se ver cada vez mais próximo dos personagens e de todos os dilemas internos que eles enfrentam. Mas eu já sou total #teamwill hahahaha <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, Ane.
    Eu amei essa trilogia. Tanto que comecei a ler na ordem de publicação os livros da Cassandra e quando cheguei nessa trilogia, esqueci de Os Instrumentos Mortais e li essa inteira hehe. Pela primeira e única vez eu me apaixonei pelos dois do triângulo amoroso e gostei bastante do final que a autora deu para eles. Espero que goste dos próximos livros.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ane!
    Apesar de estar meio saturada desse mundo shadowhunter, ainda vou ler essa trilogia porque não vi um ser vivo falar mal dela hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada da autora mas tenho muita curiosidade, sobretudo desde que comecei a ver a série Shadowhunters =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane,

    Gosto mundo do universo que a Cassandra criou também, só li a série shadowhunters até agora, mas tenho comprado a série Artificio das Trevas, mas não sabia dos spoilers que vão conter, então vou pegar para ler primeiro esses e depois começo a Dama da Meia-Noite.
    Que bom que gostou, todo mundo fala muito bem desses três livros.
    Bjs!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ane

    Menina, eu nunca senti vontade de ler os livros da autora. Não sou lá muito fã do gênero, o que é uma justificativa, mas nunca senti nem curiosidade por nadica de nada. Apenas assisti aquela adaptação medonha de TMI e só.
    Que bom que você curtiu e que os personagens secundários são relevantes. Está aí uma coisa que me atrai muito em qualquer história!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Instagram

© 2010 - 2018 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in