Sponsor

Mostrando postagens com marcador A Bruxa da Noite. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A Bruxa da Noite. Mostrar todas as postagens
maio 15, 2015

A Bruxa da Noite por Nora Roberts

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788580413847
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 320
Classificação: Bom
Onde Comprar: Submarino.
Sinopse: Primos O'Dwyer - Livro 01.
Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda. Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera. Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar. Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote. Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado. Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.

S
empre fui grande fã dos livros da autora Nora Roberts, e toda vez que me pedem uma lista com meus autores favoritos o nome dela é presença certa. Em A Bruxa da Noite encontrei o cenário perfeito para uma história inesquecível. Mas embora essa possua uma narrativa fluida, por algum motivo que não consigo explicar direito, assim como em A Villa, terminei a leitura com aquela sensação não muito "doce" de faltou alguma coisa (...).

Todos nós em algum momento de nossas vidas sentimos a necessidade de uma grande mudança. E foi movida por esse desejo que Iona Sheehan, resolveu deixar tudo para traz nos Estados Unidos, em busca de um lugar para chamar de seu na distante Irlanda.  Ao chegar ao condado de Mayo ela encontra com seus primos Branna e Connor O’Dwyer,  sem ao menos imaginar o quanto a sua vida estava prestes a mudar. 

Iona é apaixonada por cavalos. E seu talento nato em lidar com eles, acaba garantindo a ela o trabalho de seus sonhos, nos estábulos comandados por Fin e pelo irresistível Boyle McGrath. Ao lado de seus familiares e com a amizade de Meara, Iona finalmente encontra aquilo que desejou a vida toda, - um lar e o amor verdadeiro nos braços de Boyle. Porém, assim como seus primos Iona é uma bruxa e agora que os três descendentes de Sorcha a primeira Bruxa da Noite estão finalmente reunidos, Cabhan um terrível bruxo das trevas não mediará esforços para destrui-los.  Iona precisará correr contra o tempo para aprender controlar e usar o seu poder com Branna e Connor antes que a grande batalha entre o bem e o mal se inicie. 

Não vou negar que me encantei com a narrativa cheia de pequenos detalhes e que deixaram a história mais envolvente. Simplesmente adoro essa mistura de romance e magia, e nesse livro a magia presente é tão antiga e forte que chega a ser palpável durante a leitura. E talvez seja justamente por esse motivo, que em minha opinião o romance aqui acabe não se destacando tanto. Nora Roberts consegue como ninguém criar casais inesquecíveis, daqueles que nos deixam apaixonados antes mesmos deles se apaixonarem. Só que nesse livro o casal principal chega a ficar completamente “apagado”, quando olhamos para a história como um todo.

Ok! Confesso que não consegui sentir em nenhum momento empatia pela Iona, e se for para ser mais sincera ainda admito que em diversas situações as atitudes dela me incomodaram muito. Não estou sendo insensível e entendo que ela não teve uma criação muito “amorosa” e tudo mais. E sim, ela consegue dar a “volta por cima” e melhorar, mas a essa altura eu já tinha pegado birra dela então (...).  O Boyle também não chega a ser um mocinho dos mais cativantes, o que faz com que os dois juntos formem um casal um tanto “sem emoção”. Eu juro que tentei focar na Iona e no Boyle como o “casal da vez”. Mas, infelizmente os outros personagens acabavam chamando mais a minha atenção em especial o Fin e o Connor (). Sorry Ionyle.

Tipo, não é que eu não tenha gostado da história. Achei o plano de fundo e os elementos presentes maravilhosos. Mas, algumas características tão marcantes dos livros mais antigos da autora não estão presentes aqui. A Bruxa da Noite possui uma ótima premissa, bons personagens e um enredo cheio de mistérios e magia, só que faltou alguma coisa (...). Gostei, porém queria ter gostado mais. Queria ter me surpreendido mais, ou que pelo menos o clichê esperado fosse aquele que aquece o nosso coração. Porém, não foi dessa vez (...).

“- Acho que você está errada. Acho que deveria ser a coisa mais difícil que há, porque aí não seria tão facilmente dado, tirado ou apenas perdido.”

A Bruxa da Noite funciona bem com um livro introdutório para a série Primos O'Dwyer, pois nos apresenta uma boa perspectiva do que virá pela frente. E apesar de não ser um dos melhores livros da autora, ainda sim consegue nos deixar curiosos pelo que está por vir.  Afinal, temos as histórias do Connor e do Fin para conhecer e um vilão para derrotar.  Fica a dica!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in