Sponsor

Mostrando postagens com marcador Apenas Um Dia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Apenas Um Dia. Mostrar todas as postagens
julho 19, 2015

Apenas um Dia por Gayle Forman

| Arquivado em: Resenhas.

Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788581634500
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 384
Classificação: Bom
Onde Comprar: Submarino.
Sinopse: A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida. Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.


Mesmo não tendo sido conquistada pela narrativa da autora Gayle Forman em Se Eu Ficar, acabei dando uma “nova” chance para autora em Para Onde Ela Foi. Para minha surpresa gostei bastante do segundo livro, o que me levou a ter esperanças que logo me uniria aos inúmeros fãs que a autora tem pelo mundo. Porém, mesmo que Apenas um Dia tenha sido uma leitura interessante, ainda sinto que falta algo mais consistente na escrita da autora para ela me conquistar totalmente.

Allyson Healey sempre teve uma vida regrada e organizada. Em sua rotina perfeita nada ficava fora do lugar. Isso nunca chegou a ser um problema, até que um dia durante a viagem de formatura pela Europa ela resolve quebrar as regras pela primeira vez. Ao invés de ir com a sua turma assistir a uma clássica peça de Shakespeare em um famoso teatro, ela vai junto com Melanie, sua melhor amiga a uma peça digamos não muito “convencional” do famoso autor inglês.  Afinal, desde que colocou os olhos em Willem, o ator itinerante e sem destino não sai mais da sua cabeça.

Quando ambos chegam a Londres, em um impulso repentino Willem convida Allyson para passar um dia com ele em Paris. Uma proposta no mínimo suspeita levando em conta que ambos não se conhecem direito. Mas, em um surto de coragem e ousadia, Allyson aceita a proposta e parte com Willem para a viagem que seria a mais importante de sua vida. Em apenas um dia na cidade luz ela será livre como nunca foi, e descobrirá que uma simples decisão, uma pequena mudança na rota às vezes tem o poder de transformar tudo.

Embora a fórmula usada pela autora Gayle Forman aqui não seja a mais original, ela conseguiu construir um bom enredo. Allyson é uma adolescente comum que vive presa às regras e morre de medo de mudanças.  Até ai problema nenhum. O grande problema são algumas atitudes injustificadas que ela passa a ter.

Para começar, bastaram poucas horas na companhia de Willem para ela desenvolver um tipo de comportamento possessivo em relação ao ele. Tipo ela deixava bem claro que se sentia incomodada quando outras garotas olhavam para o Willem, e ele de alguma forma “retribuía” essa atenção. Sim, eu sei que sentir ciúmes é algo natural, mas você se sentir tão insegura sobre um relacionamento que ainda nem começou é no mínimo imaturo.

Outro ponto que me incomodou um pouco em relação a protagonista é o fato de ela ser uma personagem repetitiva, o que tornou a narrativa em alguns momentos cansativa. Além disso, a autora se “esforça” muito para dar impressão que tudo estava errado na vida da Allyson, e que um dia em Paris ao lado do "príncipe encantado" era a solução de tudo. O que chega a ser cômico, visto que o próprio Willem tem problemas e está fugindo de alguma coisa. 

Apenas Um Dia, possui uma premissa que nos leva a crer que em suas páginas iremos encontrar aquele tipo de história clichê que aquecerá nosso coração. Só que infelizmente no decorrer da trama a única coisa que acompanhamos é a Allyson tentando descobrir o que quer da vida, e como superar o fim de um relacionamento que pelo menos em meu ponto de vista nem chegou a existir. Não que eu tenha gostado do livro, mas não posso deixar de mencionar os pontos que não me agradaram e fingir que esse foi o melhor livro que li em minha vida. Sério não dá.

Tipo por mais que eu tenha ficado com a sensação que a Gayle Forman forçou a barra em algumas situações, em outras ela consegue dar um toque mais leve e até “bonitinho” para a história. Gostei do modo como à autora demonstrou a importância de aproveitar os pequenos momentos da vida ao invés de nos mantermos presos, as regras que muitas vezes os outros criam para a gente. Fiquei feliz quando finalmente a Allyson tomou as rédeas da própria vida e se jogou de cabeça naquilo que realmente acreditava.  O problema aqui é que como romance o livro não se sustenta, pois apresenta protagonistas rasos que não conseguem transmitir toda a emoção que a história promete. Uma pena.

“ (...) O som é claro e forte como o de um sino e me enche de alegria. É como se, pela primeira vez na minha vida, eu compreendesse que este é o verdadeiro sentido do riso: espalhar felicidade.”

Não vou negar que esperava um pouco mais. Porém mesmo como personagens fracos, Apenas Um Dia consegue ser uma história envolvente e bonita. Pode não ser o melhor livro que você vá ler na sua vida, mas ainda sim é uma leitura válida. Desde que claro você não crie muitas expectativas. Fica a dica!

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in