Sponsor

Mostrando postagens com marcador Destrua-me. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Destrua-me. Mostrar todas as postagens
junho 25, 2013

Destrua-me por Tahereh Mafi



• ISBN: 9788581630298
• Editora: Novo Conceito
• Ano de Lançamento: 2013
• Número de páginas: 89
• Classificação: Ótimo
Onde Comprar: *
 “Uma história contada do ponto de vista de Warner, o cruel líder do Setor 45.”

Tudo bem que o título do post é: Resenha - Destrua-me por Tahereh Mafi, mas na verdade eu não sei se esse post em si chegará a ser exatamente uma resenha. Calma gente, eu explico. É que assim, - tenho tanto para falar de Destrua-me e ao mesmo tempo em que posso falar muito pouco dele. Por esse, motivo essa “resenha” pode ficar um pouquinho diferente das quais vocês estão acostumados a ler aqui no blog, afinal não quero ninguém bravo comigo ao final do post por que sem querer acabei dando algum spoiler aqui.

Então sem mais delongas (...). Por que ler Destrua-me foi tão legal? Porque não teve a Juliette dramatizando tudo (brincadeira), mas sendo uma história contada e centrada no terrível líder do Setor 45, o ritmo de leitura foi completamente diferente de Estilhaça-me. E isso fez toda a diferença.

Destrua-me é tipo uma “introdução” para Liberta-me, mas com um ritmo muito mais denso e uma narrativa muito mais complexa, como o próprio Warner. Eu não sou Team Adam e nem Team Warner. Só para deixar isso bem claro aqui. Porém sou obrigada a admitir que, de certa forma o Warner consegue realmente cativar mais durante a leitura do que o Adam e a própria Juliette.

Talvez seja pelo fato de como tudo nele é tão milimetricamente calculado e o modo como ele não demonstra nenhum tipo de emoção ou sentimento seja assustador. É exatamente essa frieza controlada que faz como que eu me sinta “intrigada” com o personagem. E é nesse ponto que eu acho que a autora Tahereh Mafi foi muito esperta. Como assim Ane?

Tipo, em Estilhaça-me ela faz com que você no mínimo sinta certo desprezo pelo Warner. Afinal, por mais que ele seja lindo, charmoso e todo aquele blá, blá, blá de sempre, não tem como você não encarar a realidade que ele não é um ser humano “normal”. Isso é fato. Só que aqui o leitor conhece o outro lado do Warner, o lado que ele não pode demonstrar para as pessoas, por que demonstrar suas fraquezas é perigoso. Por que demonstrar nem que seja um pouco de sua humanidade faz com que tudo ao seu redor comece a desandar.

E desanda mesmo, pois quando somos apresentados a esse lado mais “manso”, por assim dizer do personagem entra em cena o verdadeiro vilão da história.  O “Todo Poderoso”, quem manda e desmanda no Restabelecimento, ninguém mais ninguém menos do que o pai do Warner. E posso garantir a vocês que ele não é um pai muito amoroso. 

O único problema com Destrua-me é que ele é curto demais. A forma com que Warner vai narrando os acontecimentos é tão envolvente, que quando você percebe o livro já acabou deixando aquele gostinho de quero mais. Acho que foi justamente esse o motivo que me levou a começar a ler Liberta-me antes do planejado.

O que estou achando de Liberta-me? Ah!! Isso vocês vão ter que esperar mais um pouquinho para descobrir. Lembrando que Destrua-me foi lançando apenas em e-book e está disponível  para download na fanpage da Editora Novo Conceito.

Para quem tiver a oportunidade de ler, leia por que vale a pena.

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in