Sponsor

Mostrando postagens com marcador E tem Outra Coisa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador E tem Outra Coisa. Mostrar todas as postagens
setembro 13, 2012

E tem Outra Coisa por Eoin Colfer



E tem Outra Coisa por Eoin Colfer - O Guia do Mochileiro das Galáxias (Vol. 6).

ISBN: 9788580410228
Editora: Arqueiro / Galera Record
Ano: 2011
Número de páginas: 368
Classificação: 3 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino - Compare os Preços


Sinopse:

Após tantos anos, finalmente Arthur Dent encontrara a paz. Vivendo sozinho em uma praia em um planeta perdido nos confins do Universo, ele mal conseguia se lembrar do verdadeiro significado do número 42, da destruição da Terra pelos vogons e – felizmente – de que conhecera Ford Prefect e seu louco guia de viagens interplanetárias. Agora, vivia o paraíso de todo inglês típico: dias tranquilos à beira do oceano, não bebendo nada além de chá. Enquanto isso, em outro ponto da Galáxia, Ford vivia o paraíso de todo betelgeusiano típico: noites intermináveis em hotéis cinco supernovas, com massagens, festas, garotas das mais variadas espécies e não bebendo nada além de Dinamite Pangaláctica. Ah, a vida parecia estranhamente estranho é que eles não tenham desconfiado de que nada disso era real. Ao serem subitamente retirados de seus sonhos...


E tem Outra Coisa é o sexto livro da trilogia de cinco livros da série, “Guia do Mochileiro das Galáxias” escrita por Douglas Adams. Tudo bem se vocês ficaram um pouco confusos com o que acabaram de ler, na verdade até eu ando confusa com essas trilogias que “não são trilogias”, mas bem vamos ao livro em questão.

Ainda não li os volumes anteriores da série, por esse motivo não serei capaz de fazer uma comparação entre a narrativa de Douglas Adams autor dos primeiros livros e Eoin Colfer autor do sexto livro.  Por este motivo fãs da série, me perdoem se eu escrever alguma besteira por aqui.

Tenho muita curiosidade de ler os livros da série O Guia do Mochileiro das Galáxias, pois sempre ouvi e li vários elogios, além de que segundo um amigo meu, todo “NERD” que se preze tem que ler a coleção completa ao menos uma vez na vida. Alguns de vocês podem até achar que eu comecei pelo livro errado, mas mesmo que, a leitura de E tem outra Coisa, tenha sido em partes cansativa e um pouco decepcionante o livro não chega a ser de todo ruim.

Vocês concordam que é pouco óbvio que o fato de não se conhecer os personagens torna qualquer referência aos livros anteriores que o autor venha a usar muito bem vinda não é mesmo? Porém algo que deveria ter ajudado a entender melhor a história e seus personagens tornou tudo mais confuso.

Ficou claro que Eoin Colfer não quis criar uma nova história, mas simplesmente adaptar aquelas que já existiam dando a elas o destaque e talvez a importância que elas não tiveram nos livros anteriores. O problema é que o excesso das “Notas do Guia” tornou a leitura em diversos momentos monótona. Em muitos casos elas eram até desnecessárias, algo que em meu ponto de vista só prejudicou a história.

Visualizem a cena, por favor: A narrativa está envolvente, vocês se divertindo um monte com o livro e ai, eis que surge ela, a “bendita Nota do Guia” quebrando como todo o ritmo da leitura, deixando vocês completamente perdidos. Era isso que acontecia em diversos momentos durante a leitura. Tipo os personagens são divertidíssimos, e a história consegue prender a atenção do leitor, porém o receio que o autor Eoin Colfer teve de que o leitor sentisse falta de algum detalhe importante, deixava tudo tão confuso e chato que a melhor coisa que fiz, foi ignorar as notas por completo. E fica a dica: “Quer levar a leitura até o final as ignore.”

Eoin Colfer escreve muito bem. É visível que o autor não tem preguiça em criar uma história envolvente que explora de todas as maneiras o poder de imaginação do leitor.  Infelizmente o autor exagerou na tentativa de ligar a sua história com as anteriores fazendo com que a leitura se tornasse cansativa e sem um ritmo continuo.

Comparando o livro em si com todas as críticas que li, ele é melhor do que eu esperava e consegui apesar de tudo ser uma leitura divertida. É o tipo de livro que eu recomendaria para quem está em busca de uma história com muitas aventuras, cheia de personagens estranhos, vivendo situações mais estranhas ainda no melhor estilo ficção cientifica.

Seguindo a dica que dei ai em cima, as risadas estão garantidas.


Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in