Sponsor

Mostrando postagens com marcador Estilhaça-me. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Estilhaça-me. Mostrar todas as postagens
maio 27, 2012

Estilhaça-me por Tahereh Mafi


Estilhaça-me por Tahereh Mafi.


ISBN: 9788563219909
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Número de páginas: 304
Classificação: 3 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino - Compare os Preços



Sinopse:

Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.


Eis que leio um dos livros mais comentados dos últimos tempos, Estilhaça-me.  Embora o livro tenha sido amplamente divulgado na época de seu lançamento, confesso que não tinha grandes expectativas a seu respeito, na verdade eu tinha minhas dúvidas de que o livro fosse me agradar, mas Estilhaça-me foi uma boa surpresa. Não que tenha sido o melhor livro que li até agora este ano, porém o fato de não esperar muito dele fez que como a leitura flui-se bem e me despertou aquela curiosidade de saber o que iria acontecer.

A história gira em torno de Juliette uma adolescente de dezessete anos que passou a vida toda sendo rejeitada pelas pessoas, inclusive pelos próprios pais por ser diferente.  Diferença esta que é capaz de matar alguém.  Ela está presa em um manicômio há 264 dias e seus únicos pertences fora às roupas gastas que usa, são um caderno e uma caneta quebrada. Juliette espera o dia em que finalmente sua existência chegará ao fim, levando junto todo o seu sofrimento e culpa, mas Adam e o Restabelecimento aparecem mostrando outra realidade, que ela jamais imaginou existir.

Adam é o mocinho da vez. Determinado e dono de um lindo par de olhos azuis é um personagem que surpreende durante a história. Adam é enigmático do tipo que sempre tem uma carta da manga, e está disposto a qualquer coisa para ficar com Juliette, e proteger a ela e ao seu irmão mais novo James. Apesar de ter passado e visto coisas horríveis na vida, ele consegue manter certo equilíbrio, uma serenidade que faz com que ele, te cative durante a leitura.

Do outro lado da história temos Warner, uma pessoa doentia que pretende usar Juliette como uma arma para alcançar o poder. Frio e calculista ele faz de tudo para que Juliette acredite que ela é um monstro que a sua única opção é se unir a ele. Warner faz você sentir raiva, nojo e se perguntar se existem tipos tão repugnantes de seres humanos como ele.  Aquela frase antiga; “Quem vê cara, não vê coração” cai como uma luva para descrever o vilão de Estilhaça-me.

Claro que como todo sobrenatural que se preze, em Estilhaça-me temos o velho e bom triangulo amoroso formado por Adam, Juliette e Warner. Ele está presente de uma forma mais sutil há que estamos acostumados, mas está ali pronto para colocar as suas garrinhas de fora. Afinal alguns fatos ocultos e sem uma aparente explicações deixam isso bem claro.

Tahereh Mafi
escreve de uma forma envolvente e totalmente imprevisível. Os capítulos são curtos, cheios de ação e com uma pitada de romance. Esta mistura prende a sua atenção durante a leitura, fazendo que você sinta aquela necessidade de saber o que virá no próximo capítulo. A narrativa da autora é intensa e rápida que quando você dá por si o livro já acabou.

Apesar de ter achado Estilhaça-me um bom livro, algumas coisas me incomodaram durante a leitura. A primeira a principal delas foi à personalidade de Juliette. Ela é tão dramática que consegui me tirar do sério várias vezes durante a leitura. Sim entendo todo o drama que ela passou pela vida, mas tem horas que o medo e a visão que ela tinha das coisas eram tão forçadamente trágicas que me irritavam.

Outro ponto é que por ser um livro muito rápido a autora deixou algumas lacunas na história, tipo fica o dito pelo não dito e você interprete como quiser. Sei que é uma trilogia e que talvez essas lacunas, podem ser preenchidas até o terceiro livro, mas eu simplesmente não suporto ficar com aquele enorme ponto de interrogação na cara enquanto leio um livro. Fico com a sensação que o autor se perdeu na história que criou.

Vi muita gente comentando que não gostou muito do livro ter certa semelhança com X-MEN. Realmente Juliette possui muitos traços de personalidade da Rogue e esses traços não me incomodaram. Na verdade até gostei de ler um sobrenatural distópico, em que os personagens principais não são nem vampiros, nem anjos e nem lobos. Pode não ser lá muito original, mas ao menos é diferente.

Agora nos resta esperar pela continuação e ver o que a autora reserva para Juliette, Adam e Warner. Se os próximos livros mantiverem o mesmo nível do primeiro, com certeza será uma leitura cheia de ação, romance e surpresas. Claro que torço para que a história melhore e que até o final da trilogia eu me torne fã da saga. Por enquanto só posso dizer que o livro me surpreendeu e que acabei gostando mais da história do que imaginei que gostaria.

Para quem gosta de livros imprevisíveis , vale apena ler Estilhaça-me.


Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in