Sponsor

Mostrando postagens com marcador Magia do Sangue. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Magia do Sangue. Mostrar todas as postagens
dezembro 24, 2015

Magia do Sangue por Nora Roberts

| Arquivado em: RESENHAS.

Este livro foi recebido como
cortesia para resenha.
ISBN: 9788580414714
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2015
Número de páginas: 288
Classificação: Bom
Onde Comprar: Submarino.
Sinopse: Primos O'Dwyer - Livro 03
Há muitos anos, Branna O’Dwyer entregou seu amor a Finbar Burke. No entanto, o romance durou pouco. Uma maldição ligada ao sangue de suas famílias os proibiu de ficar juntos.  Branna tentou preencher esse vazio com amigos e familiares, mas sabe que, sem Fin, sua vida nunca estará completa. Ele, por sua vez, passou os últimos doze anos viajando pelo mundo, focado exclusivamente no trabalho. Atormentados pela forte atração que nem a distância pôde aplacar, nenhum dos dois acha que um dia se entregará de novo ao amor. Entretanto, em meio às sombras que ameaçam destruir tudo o que eles consideram mais precioso, esse relacionamento sem futuro pode ser também a última esperança que lhes resta.

Mesmo a leitura dos livros anteriores da trilogia Primos O'Dwyer, da Nora Roberts tento deixando em mim aquele gostinho de que faltou alguma coisa, confesso que estava apostando todas as minhas fichas em Magia do Sangue. Esperava finalmente reencontrar com a escrita que há alguns anos me tornou mais uma fã apaixonada pelas histórias da Nora Roberts. Mas apesar da narrativa aqui possuir bons momentos, infelizmente ainda fiquei com a sensação de que poderia ter sido melhor.

Branna O’Dwyer uma das descendentes da  primeira Bruxa da Noite, Sorcha, pressente  que a cada dia a última batalha contra Cabhan o terrível feiticeiro das trevas está  cada vez  mais próxima. E para isso não só ela, mas todos do seu circulo mágico incluindo Finbar Burke precisam estar preparados. Porém durante longos doze anos Branna fez tudo que pode para manter Fin o mais distante possível de si mesma e principalmente do seu coração. Afinal a paixão que surgiu ainda na adolescência sofreu um grande golpe, pois a maldição que assombra suas famílias tornou o relacionamento deles impossível.

Mas conforme Cabhan vai fica mais ousado e a batalha final se aproxima, as barreiras que Branna e Fin construíram para se manterem afastados começam a ruir. Fica cada vez mais difícil resistir à atração que sentem um pelo outro e a paixão que passou anos sendo reprimida, surge com força total. Motivados pelo desespero com a possibilidade de perder tudo pelo o qual lutaram anos para proteger, eles se entregam a um relacionamento sem promessas, em que apenas o hoje é o que importa. 

Serão os descendentes de Sorcha fortes os suficientes para derrotar as trevas e acabar de uma vez por todas com a ameaça que Cabhan representa, quando ela mesma não foi capaz disso no passado?  Poderá o destino estar reservando um final feliz para Branna e Fin? A última batalha está prestes a acontecer e eles terão que aprender a usar algo mais forte que a magia, uma força totalmente desconhecia por Cabhan, - o amor.

Magia do Sangue tinha tudo para ser “o livro”, porém não é exatamente isso que acontece. O problema é que mesmo ele possuindo uma boa história, sua narrativa não apresenta nenhum “grande acontecimento” ou algo surpreendente.   Na verdade em alguns momentos a narrativa se torna repetitiva, como se a autora não soubesse direito para qual direção guiar a história e seus personagens. E se tratando de Nora Roberts isso sim, é um pouco “frustrante”. Magia do Sangue é aquele típico livro em que temos a sensação que o autor “enrolou” por quase toda a história e nas últimas páginas resolveu simplesmente acelerar tudo, jogar o fatos e pronto, - fim.

Claro que eu desde o começo já meio que sabia como tudo iria terminar, já que assim como os livros anteriores esse também apresenta aquela premissa clichê com um romance “bonitinho” que nos deixa suspirando. Porém, eu realmente estava esperando que o relacionamento da Branna com o Fin fosse uma espécie de “cão e gata”, algo que não acontece e que deixa sem justificativa as atitudes de ambos nos livros anteriores.  Eles passam dois livros se evitando e trocando “farpas” para do nada resolverem que construir uma relação baseada apenas em sexo casual não é problema. “Como assim?”. Tipo desde o principio os dois foram os melhores personagens da trilogia, e a sensação que tive é que tanto a suas histórias como eles não foram bem aproveitados.

Mas para contrabalançar os pontos não tão positivos, Magia do Sangue conta com algumas revelações que mesmo não sendo bombásticas, contribuem para deixar a trama mais interessante. Os demais personagens na história também se destacam em especial Iona e Boyle que começaram como personagens totalmente se graça e apagados e aqui se tornam mais presentes e cativantes. Meera e Connor são definitivamente meu casal favorito da trilogia, já que ambos com suas personalidades fortes deixam a narrativa mais rica e atraente.

Em suma eu gostei da trilogia, apesar de que em minha humilde opinião de leitora ela deixar um pouco a desejar quando comparada a outras histórias da Nora Roberts. Queria ter gostado mais. Queria ter me envolvido mais com seus personagens e  suas histórias, porém termino a trilogia Primos O'Dwyer com aquela terrível sensação que ficou faltando alguma coisa (...).

“– Hoje é o mundo para mim, como você é. Talvez isso nunca seja o suficiente e ainda assim ... – É tudo.”

Magia do Sangue é o tipo de história ideal para quem busca narrativas leves e clichês. Pode até não ser o melhor livro que você lerá na sua vida, mais ainda assim ela possui pequenos detalhes que tornam a leitura envolvente. 

Veja Também:
A Bruxa da Noite.
Feitiço da Sombra.

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in