Resenha - O Clã dos Magos por Trudi Canavan.

25/09/2012


O Clã dos Magos por Trudi Canavan - (Trilogia do Mago Negro Vol. 1)

ISBN: 9788581630007
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Número de páginas: 446
Classificação: 3/5 estrelas
Onde Comprar: FNAC, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino - Compare os Preços

Sinopse:

"Cuidado com o que Deseja, Você pode se tornar um Deles "


Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam. Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente. Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo do Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Tenho que admitir que não sei bem como começar a resenha deste livro. O Clã dos Magos foi um livro que me chamou a atenção desde o seu lançamento, afinal adoro histórias do gênero. Porém, conforme as primeiras resenhas dele foram saindo eu fui percebendo que era melhor não ter muitas expectativas em relação ao livro para não me decepcionar. A leitura realmente pode ter decepcionado um pouco, só que ao mesmo tempo ela me surpreendeu, e talvez por esse motivo seja tão difícil escrever esta resenha sem parecer um pouco confusa.

Li o livro em apenas dois dias, mas não por que ele é fantástico ou algo assim. Na verdade a narrativa da autora me deixava curiosa sobre o que ia acontecer no próximo capítulo. Sabe quando um livro prende você nos pequenos detalhes? Foi exatamente isso o que aconteceu comigo. Não era tanto os personagens ou algo incrível que estava acontecendo, que me fez não desgrudar do livro. Foi mais a capacidade da autora de trabalhar a literatura fantástica de uma maneira simplificada, explorando os detalhes e trazendo ao gênero um lado mais humano e real.

Confesso que achei o livro desnecessariamente longo. Dividido em duas partes, sendo que a primeira com 235 páginas é basicamente um jogo de "gato e rato": a jovem Sonea escondendo-se dos magos, e os magos procurando Sonea. O final do jogo é bem óbvio por isso acredito que não preciso contar ele aqui para vocês. Tudo bem que alguns fatos importantes acontecem nesta primeira longa parte, e acabamos conhecendo melhor alguns personagens bem legais como, Cery o melhor amigo de Sonea e o divertido mago Dannyl, mas acredito que com umas cinquenta páginas a menos isso seria possível também.

O que mais me incomodou durante a leitura foi alguns diálogos. Tudo bem que com as redes sociais abreviar as palavras é algo comum, mas você ter que conviver com “cê/cês” ou “tava/tavam” em diálogos de um livro é bem desconcertante. Não sei se foi opção da tradução, ou eu que sou chata mesmo, mas realmente não gostei nada da falas serem traduzidas tão ao “pé da letra” assim. Em minha opinião isso empobreceu a obra, passando uma sensação de desleixo por parte de quem traduziu o livro (pronto falei).

Infelizmente para quem espera que um livro com o nome de O Clã dos Magos seja repleto de partes com muita magia, acaba se decepcionando, e muito. A magia que tem no livro é pouca para não dizer inexistente, e nos momentos que ela surge é tão superficial que mais parece um truque de mágica barato. Claro que o livro não é de todo ruim, na verdade gostei bastante dele e se não fosse às coisas que citei a cima eu até teria gostado mais dele. Porém nem tudo é perfeito não é mesmo?

A autora Trudi Canavan conseguiu criar uma história que mescla um pouco de história medieval e literatura fantástica. Pode não ser completamente original, porém em meu ponto de vista ela procurou direcionar a história mais para um contexto político e social do que para a fantasia em si. Não sei se apenas eu tive essa sensação enquanto lia o livro, mas me pareceu que a autora quis fazer uma crítica a sociedade que prefere tratar a pobreza como uma doença grave do que fazer algo de fato para ajudar as pessoas menos favorecidas.

Gostei muito da forma com que autora criou o enredo e administrou a história. Trudi Canavan não é óbvia demais e também não atropela tudo no final do livro, melhor ela deixou algumas coisas no ar que fazem com que você tenha aquela certa curiosidade pela continuação da trilogia, afinal tem um personagem que promete trazer muita ação e mistérios para a história.

Mesmo não sendo o que eu esperava, o livro acabou me conquistando justamente por me surpreender com algo totalmente diferente. O Clã dos Magos pode até ter deixado a desejar em várias coisas, mas as partes boas dele compensam em muito as partes ruins, o que faz com que a leitura flua de forma rápida prendendo a atenção do leitor.

É um livro bom e recomendo desde que, você não tenha muitas expectativas em relação a ele. Fica a dica!







ps: O resultado da promoção STARTES já saiu, confira no próprio rafflecopter (bastar logar nele). Obrigada e aguardem por que outubro promete aqui no blog!

Comentários via Facebook

15 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Ane! Estou ansiosa para ler O Clã dos Magos e espero não me decepcionar. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ane, eu ainda não li o livro, mas lembro de vc ter ficado bem empolgada qdo soube q NC iria lançar, é ruim qdo esperamos mtooo do livro, e ele deixa a desejar né? Mas pela sua resenha vi q tem pontos positivos, quando for ler, não vou ir com mta "sede ao pote" rsrs, assim quem sabe não corro o risco de me decepcionar, gostei mto da resenha, como sempre a sua opinião impera, sendo ela positiva ou negativa....

    BjOs!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Desde o lançamento desse livro estou bem curiosa em relação a história, porém pensei que fosse mais voltado para o lado da fantasia. Mas enfim, adorei a dica, vou iniciar a leitura sem grandes expectativas:)

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  4. Ahh vc não é chata, não! Eu tbm não gosto de encontrar erros de ortografia ou abreviações desnecessárias, afinal, aprendemos a ortografia lendo, oras. rs.
    Bjus

    Rafa
    www.rafaelando.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu não gostei tanto desse livro como eu esperava gostar. Espero que o próximo livro seja melhor.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  6. Não te considero chata porque eu já fiquei totalmente com o pé atrás com relação a esse livro só por causa disso que você disse dessas traduções das redes sociais. Gente, isso NÃO é necessário. :/
    Detesto livro com enrolações também... ai, tava tão animada com esse livro, acabei de desanimar.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Acho que ia gostar desse livro, adoro essas histórias de magos, ainda mais com uma maga, mas tenho certeza que os "cês" também me irritariam.
    Flor, adorei o seu blog e estou seguindo, dá uma passadinha lá no meu também :)
    Beijos
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  8. Eu estava muuuuuito, muuuuito, muuuuito ansiosa para ler esse livro, mas depois de ler a sua resenha, percebi que não posso criar muitas expectativas. É bom saber que a autora não é óbvia e teve criatividade, mas também não gostei de saber das abreviações. No livro que eu to lendo (Charlotte Street) elas estão presentes, mas estão presentes porque fazem sentido na hora que são usadas.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  9. Hum a cada resenha que leio minha expectativa diminui hehe, eu esperava muita magia afinal olha o titulo né rsrs

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha, Ane!
    Realmente, quem tem muitas expectativas a respeito do livro pode acabar se decepcionando... eu gostei da história, e acho que o segundo provavelmente vai ser melhor... mas senti falta de um pouco mais de magia! :P
    Bjus!
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  11. O livro me decepcionou por justamente ser basicamente só a busca e a fuga de Sonea :/ Poderia ter tido mais outras coisas nele, e sobre a linguagem meio chula, acredito que foi algo pra deixar mais real, já que Sonea e a população das favelas não tem uma base educacional boa nem nada ;}

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  12. Mais uma vez adorei a resenha deste livro. É um livro que me chamou muita atenção, estou querendo muito ele e eu só leio resenhas positivas sobre o mesmo. É o tipo de gênero que e curto e não tem como evitar as minhas expectativas sobre o livro, rs. Adorei a resenha e o blog é lindo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Eu quero esse livro desde o lançamento. Está na minha lista de desejados.
    Às vezes, também não gosto de traduções ao pé da letra.
    Gostei muito da sua resenha. Bem objetiva.

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. Oi Flor!
    Sabe que não fiquei com vontade de ler esse livro. Não sei. Adorei o título, a capa - o que geralmente já ganha 50% da minha atenção, mas foi só isso.
    Senti "zero" de curiosidade para conhecer a história!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  15. Oi Ane!

    Só de saber que vou encontrar um monte de "cê" e "tava", já desanimei. :/
    Eu também não gosto disso.

    Quando esse livro foi lançado, eu fiquei doida por ele. Mas, depois, ao ler as resenhas do pessoal, o meu ânimo foi diminuindo...
    Resumindo, até hoje não li o livro.

    Mas, já que você disse que vale a pena - apesar dos pesares - então lerei. :)

    Beijos! Muito boa sua resenha!!

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por