Resenha - A Vida Secreta das Abelhas por Sue Monk Kidd.

17/11/2014

ISBN: 9788565530576
Editora: Paralela
Ano de Lançamento: 2014
Número de páginas: 256
Classificação: Ótimo
Onde Comprar: Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Submarino - Compare os Preços.
Este livro foi enviado como
cortesia para resenha.




Sinopse: O mundo de Lily, uma menina de 14 anos, mercado pela dor e pela morte de sua mãe. Diante de um momento crítico, em que a única pessoa que lhe resta está em perigo, que Lily vai iniciar sua aventura, uma experiência que a abrirá finalmente para o amor. Um romance sobre o autoconhecimento, no qual a solidariedade humana é a abelha rainha que congrega todos os corações a sua volta.







Uma das coisas que mais me cativa durante a leitura, é a capacidade de o autor trabalhar a “humanidade” em seus personagens.  E a autora Sue Monk Kidd, provou mais uma vez que é capaz disso. Assim como em A Invenção das Asas, Sue nos presenteia com uma bela narrativa. Em que a cada página nos mostra que é justamente através de nossas tragédias pessoais que encontramos a força para seguir em frente.

Lily Owens nunca teve uma vida “feliz”. Desde o falecimento de sua mãe, conviver com seu pai nunca foi uma tarefa fácil. T.Ray jamais soube confortar ou demonstrar um pouco de amor pela filha. Porém agora ao completar quatorze anos, os fantasmas do passado e as incertezas do futuro estão deixando a relação com T. Ray ainda mais difícil.  Para complicar, há algo em suas memórias de infância que faz com que Lily sinta-se culpada pela morte da mãe.

O pequeno consolo que Lily teve ao longo de sua vida foi à presença de Rosaleen, uma mulher de origem simples que após a fatalidade passou a ser a sua única companhia. Mas, quando a vida de Rosaleen corre perigo e a situação entre Lily e T.Ray se torna insustentável, ela resolve fugir de casa e ir finalmente atrás das respostas que tanto a atormentam. Lily então parte para a cidade de Tiburion com a única lembrança que tem de sua mãe.

Ao chegar lá sua pista leva ela e a Rosaleen, a uma excêntrica casa cor de rosa habitada pelas irmãs Boatwrigh. August, June e May formam um trio de mulheres independentes que contra todas as regras da época, conseguem levar uma vida confortável e feliz. August é uma respeitada apicultora que ao encontrar Lily em sua porta resolve ajudar a menina e a sua acompanhante. Junto com as “irmãs do calendário”, Lily aprende o delicado cultivo do mel, enquanto espera o momento certo de contar a sua gentil anfitriã os motivos que a levaram até ali. Mas, às vezes o melhor a fazer é simplesmente deixar o passado para trás.

A Vida Secreta das Abelhas é um relato de autodescoberta, ao mesmo tempo em que leva o leitor aos difíceis dias dos anos 60, quando os negros americanos estavam lutando por seus direitos. A narrativa é triste com uma carga emocional bastante forte e muitas vezes me deixou triste durante a leitura. Tipo, - fiquei me colocando no lugar daquelas pessoas vivendo em uma sociedade tão preconceituosa. Sue Monk Kidd criou um enredo forte e marcante, porém é possível perceber que apesar dos momentos trágicos pelos quais suas personagens passam aquela tênue luz de esperança está sempre presente. 

Acredito que o único ponto que talvez incomode algumas pessoas é a maneira como a religiosidade foi trabalhada aqui. Em minha opinião ficou claro que a intenção da autora era reforçar o poder e a força feminina na trama.  Motivo pelo qual a Virgem Maria é inúmeras vezes citada na narrativa. Não foi algo que me atrapalhou durante a leitura, na verdade achei que esse toque conseguiu suavizar a carga dramática da história. Porém, esse é o tipo de detalhe que sempre é visto de uma forma diferente por cada leitor.

“As histórias devem ser contadas, senão morrem; e, quando morrem, não nos lembramos quem somos nem porque estamos aqui".

Com uma narrativa singela e delicada, Vida Secreta das Abelhas  é uma história que ficará comigo por muito tempo. Não por ter me levado aos prantos, ou me deixar de coração partido. E sim pela lição de força e determinação que as suas personagens nos deixam. Sempre acho incrível como algumas poucas páginas podem nos ensinar tantas coisas.

Comentários via Facebook

15 comentários:

  1. tenho lido bons comentários sobre os livros da autora Ane, estou ficando bem curiosa para conhecer mais à fundo, obrigada por suas ressalvas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha emocionante!
    Com certeza vou ler!
    Gosto do título, releva tanto e nada
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Que boa leitura. Escolheu um livro com um peso e tanto, apesar do drama e confrontos na história. Às vezes é bom ler algo assim, para nos motivar ainda mais e perceber como são realmente as pessoas.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Já vi o filme e acho uma graça!
    Não sabia que era livro.
    Bom saber e melhor ainda ler na sua resenha que é bom e emocionante.
    Anotado!

    Beijoooooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ver o filme tbm, ótima resenha parabéns

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ariane! Tudo bem?
    Cara, gostei da resenha. Deve ser a segunda que leio do livro e igualmente positiva. A única coisa que me deixou com um pé atrás foi a questão da religiosidade que você comentou. Embora faça sentido com toda a carga pesada que a história traz...

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo a sua visita!

    ResponderExcluir
  7. Oie Ane
    Só ouço elogios sobre as obras da autora, e o jeito humano com o qual ela compõe seus personagens. Sou louca para ler esse livro.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Desde que li A Invenção das Asas eu me apaixonei pela forma de escrever dessa autora. Incrível como ela consegue nos tocar e criar personagens tão humanos, com tanta força.
    A Vida Secreta das Abelhas já está na minha lista de desejados e espero que eu goste, me emocione, e que a história me toque tanto quanto tocou você!

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parece ser um livro bem interessante
    E é tão bom quando o livro deixa um pouco dele conosco

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie,
    já tinha ouvido falar do livro, mas não faz muito meu tipo.
    Fico feliz que tenha gostado da história.
    Quem sabe eu dê uma chance para o livro mais para frente.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Ariane

    Linda resenha!
    A capa e o título desse livro não me davam nenhum pista sobre a história existente em suas páginas, imaginei um drama mas não exatamente assim.
    Acho muito legal livros que nos fazem refletir e que nos deixam algumas lições.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  12. Eu amei o filme desse livro e sei que é um livro que quando ler, irei gostar. Não sabia sobre essa parte religiosa, não lembro disso no filme, mas não me incomoda em nada.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oi Ane! Ainda não li nada da autora, mas vontade não falta, seus livros sempre são muito elogiados e algo que você cita aqui eu acho essencial nas histórias, que é o autor humanizar seus personagens, isso nos conecta com eles.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  14. Gostei da resenha Ane. O enredo realmente parece ser bem denso e tocante. Aprecio bastante temáticas deste nível. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  15. ótima resenha!!! Me despertou a curiosidade para ler uma dia esse livro ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

My Dear Library • Todos os Direitos Reservados • Copyright © 2010 - 2017 • Powered by Blogger • Design por Ariane Reis • Desenvolvimento por