27/06/2018

Velha amiga.

| Arquivado em: DIVAGANDO.

imagem: Shutterstock
A chuva cai sobre mim, mas eu continuo andando sem me importar com o frio.
Suas gotas se misturam com a minhas lágrimas, mas eu continuo andando.

Abro meus braços e a recebo como uma velha amiga. E pelo que ela leve toda a tristeza de minha alma. Quero caminhar sem o peso de tantas as escolhas erradas que fiz no passado, ou as frustrações do futuro que um dia eu imaginei viver.

Quero levar apenas o presente comigo, aqueles pequenos segundos e momentos de simplicidade e beleza. E sem expectativas admirar o pôr do sol e ver a primeira estrela surgir no céu.

Me encantar com o brilho da lua, dançar com o vento a melodia das ondas do mar. Compartilhar com o Universo meus sonhos sem medo que eles pareçam bobos. Sentir minha alma tão leve que não tenho mais medo de abrir minhas asas e voar.

texto escrito por: Ariane Reis.  ©  Todos os Direitos Reservados.

Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Nenhum sonho é bobo. E você merece conquistá-los sempre.
    Texto MARAVILHOSO como sempre, Ane!
    AMEI AMEI AMEI
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Ari!! Vc como sempre escrevendo lindos textos, eu adorei a parte do caminhar sem o peso dos erros passados, tão importante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. tão verdadeiro Ane, a gente sempre ouve que a chuva lava tudo e no momento eu queria bastante uma chuvinha!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ane

    Às vezes tudo o que a gente quer é o poder seguir em frente sem o peso de nossas atitudes, né? Sei bem como é isso...

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, Ane.
    Mais um belo texto, cheio de sentimentos. A chuva é vida e as vezes parece mesmo que ela tem esse poder de lavar até nossa alma.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Que lindo o texto! E me encantei pela parte da chuva, pois adoro o som, de vê-la caindo.
    E não há sonhos bobos. Bobo é ter medo de sonhar!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  7. Me emocionei com as tuas palavras, me identifiquei muito com o seu texto!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane! Quando vamos ver esses textos lindos reunidos em um livro? Adorei, muito verdadeiro. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ane!
    Texto maravilhoso como sempre. Agora bateu aquela vontade de sair na chuva como descrito no texto.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ane!

    Lindo o texto e a reflexão da chuva trazendo paz à alma e levando embora todas as nossas mágoas!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olar, Ane!
    Que texto bonito! =)
    Saudades de você. Tudo bem por aí?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Adorei o texto. Sempre ouço dizer que a chuva lava a alma e leva tudo de ruim, assim como as lágrimas que depois do choro nos sentimos mais leves.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Ane. Tudo bem?
    Eu terminei a leitura do texto com os olhos marejados. Enquanto digito as lágrimas caiem, pois me vi muito no texto. São tantas vivências ruins, não é mesmo? Um passado que tende a resurgir do nada... Enfim, adorei!

    https://realidadecaotica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oie Ane!

    Belas palavras, sentimentos envolvidos com a natureza como se fossemos unos com ela. Quando você consegue sentir/perceber a natureza como uma extensão abre-se uma nova realidade onde não somos simplesmente um ser isolado de todo o resto, mas parte integrante, viva e pulsante de algo muito maior.

    Ótima semana!

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Oii!
    Que texto lindo! Acho que ás vezes deixamos a pressa preencher o nosso dias e somos levados sem nem perceber o que acontece, mas carregando o peso de todas as nossas atitudes.

    Beijos
    Blog Vento do Leste

    ResponderExcluir
  16. Ahh que lindo :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Ane, tudo bem?
    Belo texto, como sempre, lindas palavras!
    Adoro sua escrita!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ane. É assim mesmo.
    Devemos nos libertar das coisas, abrir os braços e sentirmos aquela velha amiga. Aquela que só pode nos fazer melhorar.
    Nada melhor do que sentirmos cada coisa que a liberdade nos proporciona.
    Adorei o texto.

    Tenha uma ótima noite!

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Ane
    Que linda sua crônica. As vezes a gente se sente cheio de sentimentos, né? Eu gosto de ficar bastante embaixo do chuveiro nesses dias e imagino que a água está levando tudo embora. É relaxante e acalma a alma.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Instagram

© 2010 - 2018 My Dear Library • Livros, divagações e outras histórias. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in