Sponsor

Mostrando postagens com marcador pandemia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pandemia. Mostrar todas as postagens
abril 11, 2021

Desliguei a wi-fi

 | Arquivado em: CRÔNICAS & POESIAS

Sentimentos durante a pandemia
imagem: Thiszun no Pexels.

Desliguei a wi-fi
para me reconectar comigo.
Depois de um ano escutando apenas o eco de minha voz ressoando nessas paredes, sinto que não sei mais quem sou. Sinto que várias partes de mim se perderam e não sei, se e quando as encontrar, elas se encaixaram novamente.

Desliguei a wi-fi e coloquei meus fones de ouvido no mudo.
Talvez dessa forma, eu consiga silenciar a voz que todos os dias me traz notícias que hoje foi pior que ontem, me tirando o chão já frágil sobe meus pés. Não que ignorar os fatos façam com que eles desapareçam, mas a alienação faz com que a verdade doa menos.

Desliguei a wi-fi para passar um tempo com as minhas lembranças.
Agora que todos os dias parecem iguais passando com um borrão em minha janela, elas me trazem um afago. A doce sensação de que não estou totalmente só e que, de alguma forma tudo vai ficar bem, apesar de eu ainda não saber quando.

Desliguei a wi-fi e fui abraçar a vida.
Precisava sentir a grama debaixo dos meus pés, o sol aquecendo meu rosto e o vento bagunçando meu cabelo. Me sentir livre, mesmo nesse espaço pequeno de alguns metros quadrados. E encontrar em meio a todo esse caos um pouco de conforto e paz.

Desliguei a wi-fi ...

 texto escrito por: Ariane Gisele Reis.  ©  Todos os Direitos Reservados.

novembro 09, 2020

#naplaylist - Aproveite o Sol

 | Arquivado em: MÚSICAS


Você já tomou sua dose de vitamina D hoje? Abra as cortinas ou vá para um lugar aberto e aproveite, nem que seja por alguns minutinhos a luz do sol.  Pode até parecer um gesto simples, mas capaz de fazer uma diferença enorme na qualidade do seu dia e no seu humor. Porém se estiver chovendo onde você mora, não tem problema, afinal dizem que um bom banho de chuva é ótimo para lavar a alma.

Uma das coisas que aprendi ao longo dos últimos dois anos, é aproveitar o meu dia da melhor forma possível, independente da previsão do tempo. Acho que essa, foi o modo que encontrei para deixar a minha vida mais equilibrada. 
 

A playlist perfeita para dias ruins
imagem: Alan Kardek no Pexels.

Mas confesso que nem sempre é fácil manter o pensamento positivo, ainda mais com tantas coisas não tão legais acontecendo a nossa volta o tempo todo. Sinto que durante esse logo período de isolamento social devido a pandemia, todos os dias estou passando por um tipo de prova de fogo, pois bastam poucos minutos olhando meu feed nas redes sociais para que eu comece a questionar a minha fé na humanidade.

Nesses momentos em que percebo, que minha mente está seguindo por um caminho um tanto nebuloso, busco mudar a rota fazendo algo que traga de volta a minha paz de espírito e preencha aquele momento com energias boas. Seja assistir filme com a minha mãe, ficar uns minutinhos no sol com o meu cão idoso, ler algo que me inspire, mudar algum elemento na decoração, escrever, fazer atividade física ou simplesmente ficar deitada da minha cama ouvindo música.

A playlist de hoje nasceu em um desses momentos, mais exatamente num sábado à noite. Lembro que estava bem chateada com algumas coisas e resolvi, deixar o Spotify no modo aleatório em nenhuma playlist específica, apenas tocando as músicas que tenho salvas na biblioteca da plataforma. Conforme as músicas foram tocando fui sentindo como se a minha energia estivesse voltando aos poucos.  A sensação foi como se os primeiros raios de sol, estivessem aquecendo uma manhã fria.

O mais engraçado é que apesar de, gostar bastante das músicas em questão eu não tinha o hábito de ouvi-las com frequência. Mas a forma aleatória, como elas se completaram foi tão mágica, que resolvi juntá-las em uma única playlist e desde então sempre que acontece algo no meu dia que me deixa triste coloco ela para tocar.

Fecho meus olhos, respiro fundo e me imagino em um campo florido ou com os pés na areia da praia tendo o sol como companhia. O sentimento é tão bom que começo a cantar, dançar e sorrir que nem boba. Por isso, a minha intenção ao compartilhar essa playlist com vocês, é que ela também deixe o dia de cada um que está lendo esse post mais leve, alegre e iluminado como os dias do sol.


 | naplaylist

Músicas leves para dias ruins


Assim como sol tira folga em seus dias ruins, todo nós precisamos recarregar as nossas energias de vez enquanto. Não há nada de errado em se sentir desanimado, triste ou chateado ainda mais com tudo que está acontecendo. O importante é não deixar com que esses sentimentos cresçam e nos impeçam, de ver as coisas boas que também acontecem.

Encontre a sua forma de recarregar as energias e aproveite o seu dia da melhor forma possível, mesmo que ele esteja um pouco nublado ou chuvoso. Afinal, a luz mais forte que temos, é aquela que brilha dentro de cada um de nós.

julho 07, 2020

Como será ... o que será...

| Arquivado em: CRÔNICAS & POESIAS


Poesias em tempos de pandemia
imagem: Pexels

Como será ...

A volta dos beijos, abraços e apertos de mão.
Das reuniões em família, os eventos e as grandes comemorações.
O retorno à normalidade, quando o normal que conhecíamos for somente uma doce lembrança.

O que será ...
De todos os nossos sonhos.
De todos os objetivos que tínhamos e que agora nos parecem tão distantes e até mesmo sem importância diante do caos lá fora.

Como será, o que será ...
De hoje nunca imaginado.
De um amanhã que não planejamos.
De um recomeço um tanto agridoce em que mais do que nunca vamos precisar estar presentes, para celebrar com toda a nossa alegria essa beleza que se chama Vida.


texto escrito por: Ariane Gisele Reis.  ©  Todos os Direitos Reservados.


junho 01, 2020

Vai ficar tudo bem

| Arquivado em: CRÔNICAS & POESIAS

positividade em tempos de pandemia
imagem: Pexels

Não há nada de errado em se sentir triste. Afinal, quanto mais negamos os chamados sentimentos negativos mais fortes eles se tornam. Por isso, sinta a tristeza, chore, grite a coloque para fora. Isso não faz de você mais fraco, ou menos humano.

Talvez tudo o que está acontecendo, tenha vindo justamente para nos lembrar disso, que somos humanos. Somos uma maravilhosa e complexa criação, e com todas as nossas nuances ficamos tristes, com medo e nos sentimos sem rumo.

Trabalhamos tanto nos últimos anos para desenvolver tecnologias capazes de transformar o mundo e de fato, o transformamos. Porém esquecemos de trabalhar nossos sentimentos e relações. E agora tudo isso está no sendo imposto, como uma prova marcada com muita antecedência, mas que devido as nossas tantas outras prioridades, nos esquecemos de estudar para ela.

Não há nada de errado em se sentir sem forças, e querer ficar de pijama o dia inteiro enquanto os outros descobrem novas habilidades e talentos, ou estão fazendo diversos cursos online, praticando Yoga ou se reconectando. Quem disse que precisamos transformar tudo em uma competição?

Talvez tenha sido preciso o mundo virar de ponta cabeça e assim, pararmos. Pararmos de correr contra o tempo. Pararmos de colocar o ter, acima do ser. Pararmos de se comparar e competir. Mas sim, perceber a obra perfeita que somos, mesmo com a nossas imperfeições.

Não há nada de errado em se sentir perdido e com medo. Ninguém nasce sabendo e a vida para todos, independente do lugar em que se está no mundo é, sempre foi e continuará sendo uma constante aprendizagem.

O que será que vamos ter aprendido quando as nuvens pesadas se dissiparem e o sol voltar a brilhar? Quais ensinamentos vamos manter e quais crenças vamos abandonar? Será que ainda vamos continuar ostentando a felicidade ao invés de simplesmente ser feliz?

Não há nada de errado em se sentir bem mesmo com o caos do lado de fora. Isso não quer dizer que você é menos empático ou mais egoísta. Algumas pessoas são mais fortes emocionalmente do que as outras, então use sua força extra para confortar aqueles que ao contrário de você, sentem que não tem mais forças para continuar. Uma palavra amiga, um gesto de amor são capazes de operar verdadeiros milagres.

Tudo bem em não estar bem. Tudo bem em estar bem. Tudo isso é só uma fase, uma pausa momentânea na sua, na minha, na nossa vida para nos reencontrarmos com a nossa verdadeira essência. Para nos lembrar que não somos invencíveis, mas que somos mais fortes quando o amor e o respeito pelo próximo nos unem.

Acredite em você. Acredite em nós.

Vai ficar tudo bem.

Instagram

© 2010 - 2021 Blog My Dear Library | Ariane Gisele Reis • Livros, Música, Arte, Poesias e Sonhos. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in