Mostrando postagens com marcador Retrospectiva Literária 2016. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Retrospectiva Literária 2016. Mostrar todas as postagens
30/12/2016

Retrospectiva Literária 2016

| Arquivado em: CAFÉ LITERÁRIO.

Olá pessoas!

E eis que chegou o último post do ano aqui do My Dear Library. E que ano foi esse senhor 2016 heim? Mas esse post é para falar de coisas boas, e nada melhor do que no fim de ano fazer uma retrospectiva de tudo de legal e não tão legal assim que aconteceu.

Há sete anos participo da Retrospectiva Literária organizada pela querida Angélica do  Pensamento Tangencial. E devo confessar para vocês que esse é um dos meus post favoritos do ano (). É uma delicia recordar de todos os livros que li e de histórias e personagens que mesmo que por poucos dias fizeram parte da minha vida.

Embora 2016 não tenha sido aquele ano de “grandes leituras”, me deparei com histórias incríveis e personagens cativantes que me fizeram rir e chorar com e por eles. Esse ano novamente fiquei em dúvida e sei que corro o risco de ser injusta com um livro ou outro. Faz parte, não é mesmo?

Mas agora chegou o grande momento de vocês conhecerem os melhores livros de 2016 para essa blogueira que vos escreve. Preparados? Confere ai!

1 O romance que me fez suspirar:
- Li romances maravilhosos esse ano, porém Volta para Mim da Mila Gray foi aquele que mais me encantou. A autora soube criar uma história em que romance e drama se mesclam perfeitamente. Um livro simplesmente lindo e apaixonante.

2
A saga que me conquistou:
- É aquela velha história de todo ano. Eu tentando fugir de sagas e séries, mas elas sempre dando um jeitinho de me conquistar. Esse ano as que mais me cativaram foram a A Rebelde do Deserto da Alwyn Hamilton e Amores Improváveis da Elle Kennedy.

O livro que me fez refletir:
- Amor Amargo da Jennifer Brown foi um livro que me marcou muito em 2016. Durante a leitura eu senti dor, desespero e muita raiva, e tudo isso junto ao mesmo tempo. Foi uma leitura dolorosa e difícil pelo contexto em que a personagem principal está inserida. Mas ao mesmo tempo ele é aquele tipo de livro que nos leva a refletir sobre nossos próprios relacionamentos e como no dia a dia conduzimos algumas situações.

4 O livro que me fez rir:
- Sem sombra de dúvidas foi Ninguém Vira Adulto de Verdade da Sarah Andersen. Quem ainda não leu precisa ler antes ele tipo antes de 2017 para começar o ano que o pé direito já.

5 O livro que me fez chorar:
- Esse ano por incrível que parece estive menos chorona com as minhas leituras. Posso contar nos dedos os livros que me levaram as lágrimas e um dele foi O Livro de Memórias da Lara Avery. Acompanhar a história da Sammie é ao mesmo tempo lindo e doloroso.

6 O melhor livro de fantasia:
- Também não li muita fantasia esse ano. Como mencionei no começo do post 2016 foi “o ano”. Mas das fantasias que li a que me conquistou foi o Meio Rei do Joe Abercrombie. Gostei da trama, da forma como o autor buscou fugir dos padrões do gênero e principalmente dos diálogos. Pensem em um livro recheado de diálogos inteligentes e um protagonista sarcástico. É esse!

7 O livro que me decepcionou:
- É chato falar de decepção, mas é preciso. Não é um livro, embora tenha lido um e outro que poderia estar aqui. A minha escolha foi baseada no meu grau de decepção com a Trilogia Os Números da Sarah MacLean. Eu sei que o último livro ainda não foi lançado e que ele pode “salvar” a trilogia. Porém por tudo o que tinha lido e ouvido falar dos livros da Sarah MacLean, eu esperava mais. Na verdade esperava muito mais e acabei me decepcionando bastante com o que encontrei. Uma pena (...).

8 O livro que me surpreendeu:
- Quando Três Coisas Sobre Você da Julie Buxbaum foi lançando ele não chamou muito a minha atenção. Só que depois de ler tanta resenha positiva, resolvi dar uma chance ao livro e acabei me surpreendendo com uma história muito fofa *-*.

9 O (a) personagem do ano:
- O Quarto da Emma Donoghue foi uma leitura bem intensa, talvez a mais intensa que tive esse ano. E pelo fato de toda história ser mostrada através do olhar de uma criança, o pequeno Jack é sim, ao menos para essa blogueira o personagem do ano.

10 A frase que não saiu da minha cabeça:
“Tentamos tanto esconder tudo o que estamos realmente sentindo daqueles que provavelmente mais precisam saber os nossos verdadeiros sentimentos.”Talvez Um Dia. (Colleen Hoover).

11 O casal perfeito:
- Essa foi a categoria mais difícil de decidir esse ano, por que passaram pelo blog muitos casais inesquecíveis. Só que por tudo o que eles passaram e por se permitir a amar e se amados novamente o prêmio casal MDL2016 vai para a Elizabeth e Tristan Cole de O Ar que Ele Respira.

12 O (a) autor (a) revelação:
- Mesmo com pequenos detalhes que me incomodaram durante a leitura e de sentir que o final foi bem corrido, Boa Noite da Pam Gonçalves acabou se revelando uma ótima surpresa esse ano. Sem dúvidas um começo bem promissor para a autora.

13 O melhor livro nacional:
- Esse ano consegui ler mais livros nacionais. (Ouviram um amém?). E de todos o que se tornou o meu favorito não só entre os nacionais, mas no ano é o Quando Amor Bater à sua Porta da Samanta Holtz.

14 O melhor livro que li em 2016:
- Como comentei logo no começo do post, esse ano não tive “grandes leituras”. Li livros maravilhosos, mas senti falta daquela historia que me arrebatasse por completo. Tenho a sensação que conforme o tempo passa mais exigente aka chata fico em relação aos livros que leio. Mas se teve um livro que conquistou um lugarzinho especial em meu coração foi O Ar que Ele Respira da Brittainy C. Cherry ().

15
Li em 2016:
- Minha meta era de 50 livros, mas acabei lendo 63. Li 12 livros a mais em relação ao ano passado. Porém somando os mangás que li esse ano o total dá 70 ;).

16 A minha meta literária para 2017 é:
- A mesma de todos os anos, 50 livros até por que eu prezo mais a qualidade de que quantidade. Prefiro ler menos, mas encontrar histórias que sejam marcantes e emocionantes do que ler muitos livros e encontrar o mais do mesmo.

E vocês? Compartilhe nos comentários quais os livros mais marcantes de 2016 e quais as metas literárias para 2017 =D

Quero agradecer imensamente a cada um de vocês por tornarem o meu ano mais suportável. Esse foi um ano bem difícil em todos os sentidos em minha vida e mesmo que em algumas semanas eu tenha ficado mais “ausente” daqui. Saber que vocês estavam ai do outro lado me deu razões e motivos para continuar vindo aqui. Meu muito obrigada de !

Desejo a todos um maravilhoso 2017! Que seja um ano mais tranquilo e repleto de muito trabalho e luz para todos. E principalmente um ano de paz, menos intolerância e de sonhos realizados.

Lá vamos nós rumo ao sétimo  ano do My Dear Library ()!

Beijos e até o próximo post ;***

ps: O blog, ou melhor dizendo essa blogueira aqui vai tirar duas semanas de férias. Afinal todo mundo precisa recarregar as baterias depois desse 2016 tão tenso. Vejo vocês em breve ().

Instagram

© 2010 - 2021 Ariane Gisele Reis | My Dear Library • Divagações, Livros e Música. Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in